sábado, junho 15, 2024

‘Brasão Orfeu’, álbum de Wilson das Neves chega à plataformas, 10 anos depois de lançado

Chega às plataformas digitais o álbum “Brasão Orfeu”, do saudoso Wilson da Neves (1936 /2017). No disco, que completa 10 anos de lançado em 2024 e permanecia inédito nas plataformas, o músico e compositor é também o cantor de todas as faixas. Indicado ao Grammy Latino em 2004, “Brasão Orfeu” teve produção artística do compositor Paulo César Pinheiro e integrou uma série de lançamentos do selo Quelé, fruto da parceria da Acari Records com a Biscoito Fino.
.
O álbum reúne parcerias de Wilson das Neves com Aldir Blanc (Imperial), Paulo César Pinheiro (Samba Pra Mim Mesmo), Délcio Carvalho (De Muito Longe) e Nei Lopes (Lupiciniana), e chega às plataformas via Biscoito Fino.

Em mais de cinquenta anos de carreira como baterista, Das Neves, como era conhecido, participou de mais de 800 gravações e acompanhou artistas como João Bosco, Maria Bethânia, Gal Costa, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Alcione, Tom Jobim e Miúcha, além de Chico Buarque, com quem tocou por mais de 3 décadas.

Paulinho e eu fizemos listas separadas, a partir de nossas músicas e as com outros letristas. O que estava nas duas entrou no disco. Só as melodias são minhas, porque não sei fazer poesia. Se você olhar a ficha técnica, verá que estou muito bem de parceiros.” (Wilson das Neves, em entrevista ao Estadão, 26.7.2004)
.
“Mais do que falar de paixão, este disco homenageia as pessoas que me trouxeram até aqui, que me ensinaram o que é boa música e como fazê-la.” (Wilson das Neves, em entrevista ao Estadão, 26.7.2004)

revistaprosaversoearte.com - 'Brasão Orfeu', álbum de Wilson das Neves chega à plataformas, 10 anos depois de lançado
Capa do álbum ‘Brasão Orfeu’ • Wilson das Neves • Selo Biscoito Fino • 2024

DISCO ‘BRASÃO DE ORFEU’ • Wilson das Neves • Selo Biscoito Fino • 2024
Canções / compositores
1. Imperial (Wilson das Neves e Aldir Blanc)
2. Fonte de prazer (Wilson das Neves e Cláudio Jorge)
3. De muito longe (Wilson das Neves e Délcio Carvalho)
4. Ensinamento (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro)
5. Samba pra mim mesmo (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro)
6. Jóia perdida (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro)
7. Amor da minha vida (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro)
8. Lupiciniana (Wilson das Neves e Nei Lopes)
9. Traço de giz (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro)
10. Resto de dor (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro)
11. Enganos (Wilson das Neves e Ivor Lancellotti)
12. A divina (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro)
13. Brasão de Orfeu (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro)
– ficha técnica –
Wilson das Neves (voz – 1-13; tamborim – fx. 1, 2, 4, 5, 7, 12; caixa – fx. 1; ganzá – fx. 4; bateria – fx. 12, 13) | Trambique “José Belmiro Lima” (surdo – fx. 1, 2, 3, 5; tamborim – fx. 1, 2, 5; ganzá – fx. 2, 3, 5, 6, 7, 8, 11, 12, 13; repique – fx. 2) | André Tandeta (bateria – fx. 1, 2, 3, 5, 6, 7, 8, 9, 11) | Don Chacal (xequerê – fx. 2, 5; batá – fx. 3; zambê – fx. 3) | Celsinho Silva (pandeiro – fx. 10) | João Rebouças (piano – fx. 1, 8, 9, 13) | Sérgio Carvalho (piano – fx. 2, 4, 7, 12) | Leandro Braga (piano – fx. 5, 6, 11) | Maurício Carrilho (violão 7 cordas – fx. 1, 10; violão – fx. 6, 9, 11) | Cláudio Jorge (violão – fx. 2, 4, 5, 7, 10, 12) | Luiz Cláudio Ramos (violão – fx. 3) | Jorge Helder (contrabaixo – fx. 1, 2, 4, 7, 9, 12) | Zeca Assumpção (contrabaixo – fx. 3, 5, 6, 8, 10, 11, 13) | Luciana Rabello (cavaquinho – fx. 10) | Gabriel Grossi (gaita – fx. 5) | Paulinho Trompete (flugelhorn – fx. 6) | Marcelo Bernardes (flauta – fx. 7, 10, 12) | Andrea Ernest Dias (flauta – fx. 11) | Franklin da Flauta (flauta G – fx. 8, 13; flauta C – fx. 8) | Marcelo Bernardes (sax tenor – fx. 9) || Coro (fx. 1, 2): Ana Rabello, Alfredo Del-Penho, Pedro Paulo Malta, Mariana Bernardes, Ignez Perdigão e Bia Pontes | Coro (fx. 6): Ana Rabello, Mariana Bernardes, Ignez Perdigão e Bia Pontes | Coro (fx. 11): Alfredo Del-Penho e Pedro Paulo Malta | Arranjos: João Rebouças (fx. 1, 9); Cláudio Jorge (fx. 2, 4); Luiz Cláudio Ramos (fx. 3, 8, 13); Jorge Helder (fx. 5, 10); Leandro Braga (fx. 6, 11); Sérgio Carvalho (fx. 7, 12) || Produção artística: Paulo César Pinheiro | Produção executiva: Luciana Rabello | Assistente de produção: César Carrilho | Gravação: Amaro Moço | Mixagem: Amaro Moço, Paulo César Pinheiro, Maurício Carrilho | Masterização: Alexander Hang | Design gráfico: Anderson Araújo || Assessoria de imprensa: Belinha Almendra / Coringa Comunicação | Selo: Biscoito Fino | Formato: CD Digital | Ano: 2024 | Lançamento: 6 de fevereiro | ♪Ouça o álbum: clique aqui
* Lançado em CD pelo selo Quelé/Biscoito Fino e Acari Records, cat.: QL 004, 2004.

revistaprosaversoearte.com - 'Brasão Orfeu', álbum de Wilson das Neves chega à plataformas, 10 anos depois de lançado
Wilson das Neves – foto ©Marcos Issa/Argosfoto

LEIA TAMBÉM
:: ‘Senzala e Favela’, álbum inédito de Wilson das Neves
.
>>siga: @wilsondasnevesoficial

.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / MPB / Samba / Canção.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske
.

.

.

.

.


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES