segunda-feira, julho 15, 2024

Yamandu e Zambujo fazem a ponte Brasil-Portugal no disco ‘Prenda Minha’

Um álbum que celebra a amizade de dois artistas e – sobretudo – a simbiose de ritmos lusófonos. “Prenda Minha”, do violonista gaúcho Yamandu Costa e do cantor português António Zambujo, chega às plataformas digitais solidificando a ponte que une os povos de Brasil e Portugal. Voz e violão formam um conjunto em perfeita harmonia ao longo de 14 faixas, refletindo um gosto musical em comum. Na escolha do repertório, os dois artistas atravessam fronteiras e incorporam sonoridades de outros países. O álbum reúne desde clássicos de Chico Buarque, Tom Jobim e Lupicínio Rodrigues até pérolas do cancioneiro latino-americano, além de composições autorais.
.
“Prenda Minha” inclui bossa nova, música tradicional portuguesa, choro, chamamé e guarânia, bem como bolero mexicano e “um monte de coisas diferentes que a gente gosta de ouvir”, segundo Yamandu. Lançado pela Universal Music Portugal, o álbum abre com a faixa-título, parceria do violonista com o compositor Paulo César Pinheiro. “Bela como a onça parda / Quando espreita a guarda / Quieta pra nos tocaiar / Pele quase cor de mate / Lábio de escarlate / Pronta pra beijar”, diz a letra de “Prenda Minha”.

Na sequência, vem “Nervos de Aço”, de Lupicínio Rodrigues, cujos versos caem como uma luva no timbre marcante de Zambujo e no compasso de Yamandu ao violão de sete cordas. A dupla também dá nova roupagem a temas consagrados do cancioneiro nacional, como “Valsinha”, de Chico Buarque e Vinícius de Moraes, “Gente Humilde” (Chico, Vinícius e Garoto), “Falando de Amor (Tom Jobim) e “Tristeza do Jeca”, de Angelino de Oliveira.
.
Já os ritmos latino-americanos marcam presença com “Profecía”, do cubano Antonio Machin, “Recuerdos de Ypacaraí” (Demetrio Ortiz e Zulema de Mirkin) e “Cosechero”, do argentino Rámon Ayala, que fecha o álbum. Yamandu brilha sozinho nas faixas instrumentais “Odeon”, clássico de Ernesto Nazareth, e “Serelepe”, de autoria própria. A mistura de ritmos e sonoridades diversos é puro deleite para os ouvintes.

revistaprosaversoearte.com - Yamandu e Zambujo fazem a ponte Brasil-Portugal no disco ‘Prenda Minha’
António Zambujo e Yamandu Costa – foto: Kenton Thatcher

Zambujo e Yamandu: conjunto de voz e violão em perfeita harmonia
“Não houve uma concepção muito elaborada do repertório, que é bem eclético. A gente toca e canta o que gosta de ouvir. Por isso a América Latina está muito presente no álbum. É como se a gente revisitasse as nossas raízes musicais. “Prenda Minha” retrata nossa amizade, nossos encontros e a nossa vontade de estar juntos no palco”, diz Yamandu, lembrando que as gravações ocorreram no seu estúdio em Lisboa, “sem nenhuma parafernália”.
.
Para entender o início dessa parceria, é preciso voltar a 2008. Segundo Yamandu, o primeiro contato com Zambujo – que além de cantor também é compositor e instrumentista – aconteceu quando este começava a fazer carreira no Brasil. Naquele ano, Zambujo veio ao país para sua primeira apresentação, um show no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, para o qual convidou Yamandu através de um amigo em comum.

“Eu aceitei e combinamos um ensaio. Ali já se deu uma sintonia, um entrosamento muito forte, que veio de forma natural. Não conseguimos ensaiar para o show, mas viramos amigos instantaneamente”, recorda. Zambujo, por sua vez, já era um dos maiores intérpretes contemporâneos da música e da língua portuguesas – e um dos seus embaixadores no mundo.
.
Os dois chegaram a fazer uma turnê no Brasil em 2014, com apresentações em meia dúzia de cidades. Mas ambos tinham o desejo de ir mais longe e estreitar os laços musicais. A parceria foi reforçada há quatro anos, quando Yamandu fixou residência em Portugal – incentivado pelo próprio Zambujo.

“Fazer o ‘Prenda Minha’ era algo inevitável. Tinha de acontecer. Desde que nos conhecemos, Yamandu e eu tivemos uma grande afinidade na escolha das músicas. Logo começamos a fazer shows juntos. O álbum é resultado dos nossos encontros, das conversas regadas a bons vinhos, deste amor pela música que nos une. Acredito que este será o primeiro de muitos discos que vamos fazer juntos”, acredita Zambujo.
.
Em setembro de 2022, veio o show que deu origem ao álbum, no palco do Teatro Tivoli, em Lisboa, durante as comemorações do bicentenário da Independência do Brasil. Desde então, os dois vêm lotando teatros e salas de espetáculos em países como Brasil, Portugal, Espanha, França e Sérvia. Agora chegou a vez de lançar um álbum que estreita os vínculos de amizade e abre novos horizontes na trajetória de Yamandu e Zambujo. “Prenda Minha” é um marco na carreira de artistas que transitam por culturas e gêneros musicais diferentes, sem jamais perder a originalidade.

revistaprosaversoearte.com - Yamandu e Zambujo fazem a ponte Brasil-Portugal no disco ‘Prenda Minha’
Capa do álbum ‘Prenda Minha’ • António Zambujo e Yamandu Costa • Selo Universal Music Portugal • 2024

DISCO ‘PRENDA MINHA’ • António Zambujo e Yamandu Costa • Selo Universal Music Portugal • 2024
Canções/ compositores
1. Prenda minha (Yamandu Costa e Paulo César Pinheiro)
2. Nervos de aço (Lupicínio Rodrigues)
3. Serelepe (Yamandu Costa)
4. Sinal da Cruz (Ferrer Trindade e Max)
5. Valsinha (Chico Buarque e Vinícius de Moraes)
6. Recuerdos de Ypacaraí (Demetrio Ortiz e Zulema de Mirkin)
7. Tristeza do Jeca (Angelino de Oliveira)
8. Falando de amor (Tom Jobim)
9. Gente humilde (Chico Buarque, Vinícius de Moraes e Garoto)
10. Odeon (Ernesto Nazareth)
11. Estrela da tarde (José Carlos Ary dos Santos e Fernando Tordo)
12. Profecía (Antonio Machin)
13. Rapaz da camisola verde (Pedro Homem de Mello e Frei Hermano da Câmara)
14. El cosechero (Ramón Ayala)
– ficha técnica –
António Zambujo (voz) | Yamandu Costa (violão 7 cordas) | Gravação: Jorge Cervantes – Estúdio Bagual (Lisboa) | Edição: Elodie Bouny, Jorge Cervantes | Mixagem e masterização: Jorge Cervantes – CervanteStudio | Produção: Yamandu Costa e António Zambujo | Fotos: Kenton Thatcher | Assessoria de imprensa e mídias sociais: Aline Stoffel | Selo: Universal Music Portugal | Formato: CD Digital / Físico | Ano: 2024 | Lançamento: 26 de abril | Ouça o álbum: Spotify | Apple Music | Youtube Music
.
>> Siga: @antonio.zambujo | @yamandu.costa.oficial
.
.
.
.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / bossa nova, música tradicional portuguesa, choro, chamamé e guarânia, bolero mexicano / Álbum
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES