domingo, julho 14, 2024

‘Trocando em miúdos – José Pedro Gil revisita Chico Buarque’, álbum do cantor português

Cantor português José Pedro Gil lança “Trocando em miúdos”, álbum dedicado a versões intimistas para obras de Chico Buarque
.
“Com extremo bom gosto e grande cuidado, o canto de José Pedro Gil fala de maneira ampla sobre o amor e oferece a compreensão límpida deste leque de canções escolhidas cuidadosamente. Uma verdadeira declaração de amor (e sobre o amor em todas as suas formas) à obra de Chico Buarque, a partir da delicadeza!. – Mônica Salmaso
.
Já chegou nas plataformas de música o novo álbum do músico e cantor português José Pedro Gil (Biscoito Fino). “Trocado em miúdos” é um projeto inteiramente dedicado ao cancioneiro de Chico Buarque, com direção musical do pianista e maestro Nelson Ayres.

Antes de “Trocando em miúdos” (clássico e Francis Hime e Chico Buarque), que vinha sendo planejado há mais de uma década, José Pedro Gil havia lançado no Brasil, em 2021, o álbum “Estrada Branca”, com a participação da cantora Mônica Salmaso. Agora, José Pedro mergulha com delicadeza em clássicos como “Maninha”, “Samba e amor”, “Tatuagem” (Chico Buarque e Ruy Guerra) e “João e Maria ” (Chico Buarque e Sivuca).
.
Para José Pedro Gil, uma das maiores razões para esta visita à obra de Chico é a força das palavras e a forma como o compositor brasileiro trata o amor. “Chico fala do amor como expressão maior da nossa existência. O amor pelo outro. O amor pela vida do outro. São temas que, de alguma forma, me foram preenchendo o imaginário ao longo de anos. Nas escolhas que fizemos, Nelson e eu percebemos que havia este elo de ligação do amor como algo constante”, pontua José Pedro.
.
O objetivo do projeto nunca foi “fazer o que se chama covers”, mas procurar a tradução mais correta possível para o português de Portugal, de um conjunto de obras particularmente caras ao cantor, conferindo ao repertório uma sonoridade intimista. As personagens que encontramos ao longo do álbum, em particular Nelson Ayres e Sofia, filha de José Pedro Gil (em “Maninha”), aparecem como catalisadores de uma procura interna e de uma reflexão sobre o amor existencial na experiência humana.

Coube ao maestro brasileiro a missão de revestir o disco de um silêncio musical que privilegia a palavra. “Nelson é um ser humano absolutamente fascinante, e também nele encontramos essa qualidade ‘Buarquiana’. A maneira como entrega a música para ser cantada é absolutamente única”, pontua José Pedro Gil.
.
O processo de gravação do álbum aconteceu em Lisboa e São Paulo, com visitas de José Pedro Gil e Nelson Ayres (responsável pelos arranjos, piano e direção musical) para ensaios e sessões de gravação intensas e imersivas. Para o cantor, era muito importante partilhar e fazer música com conhecedores da obra de Chico, e perceber a reação que teriam ao ouví-la em português de Portugal. A visita ao Brasil permitiu a José Gil trabalhar com outros quatro grandes músicos: Teco Cardoso, Swami Jr., Sidiel Vieira e Bob Suetholz.
.
Sobre José Pedro Gil
José Pedro Gil começou a estudar música aos 11 anos e concluiu o curso de violão no Conservatório Nacional de Lisboa. Trabalhou em vários projetos de artistas portugueses, como o músico Pedro Jóia e a cantora Carminho, e também brasileiros, como Ney Matogrosso. Bacharel em Comunicação Social, fundou o atelier de design Três Agá, que dedica grande parte do seu tempo à construção de marcas.

revistaprosaversoearte.com - 'Trocando em miúdos - José Pedro Gil revisita Chico Buarque', álbum do cantor português
Capa do álbum ‘Trocando em miúdos – José Pedro Gil revisita Chico Buarque’ • José Pedro Gil • Selo Biscoito Fino • 2023

DISCO ‘TROCANDO EM MIÚDOS – José Pedro Gil revisita Chico Buarque’ • José Pedro Gil • Selo Biscoito Fino • 2023
Canções / compositores
1. Samba e amor (Chico Buarque)
2. Maninha (Chico Buarque) | Participação especial: Sofia de Castro Gil
3. Eu te amo (Chico Buarque e Tom Jobim)
4. Sem compromisso (Geraldo Pereira e Nelson Trigueiro)
5. Mar e lua (Chico Buarque)
6. Quem te viu, quem te vê (Chico Buarque)
7. Choro bandido (Chico Buarque e Edu Lobo)
8. Tatuagem (Chico Buarque e Ruy Guerra)
9. As minhas meninas (Chico Buarque)
10. João e Maria (Chico Buarque e Sivuca)
11. Trocando em miúdos (Chico Buarque e Francis Hime)
– ficha técnica –
José Pedro Gil (voz – fx. 1-11) | Sofia de Castro Gil (voz – fx. 2) | Nelson Ayres (piano – fx. 1-11; acordeon – fx. 9) | Gonçalo Naia (contrabaixo – fx. 1, 2, 3, 7, 9, 10, 11) | Sidiel Vieira (contrabaixo – fx. 4, 6) | Teco Cardoso (sax – fx. 1, 6) | Swami Jr. (guitarra – fx. 1, 4, 6) | Bob Suetholz (violoncelo – fx. 7)  | Direção musical e arranjos: Nelson Ayres || Gravação & produção do álbum: LisboaEstúdio de gravação: Estúdio Vale de Lobos | Técnico de gravação: André Tavares | Estúdio de masterização: AT Sound Production | Técnico de masterização: André Tavares // São PauloEstúdio de gravação: Space Blues Studio | Engenheiro de gravação: Alexandre Fontanetti || Produtora de José Pedro Gil: A Tempo / Maria Francisca de Abreu Afonso – produtora executiva | Arte/ desenho de capa: esboço de José Pedro Gil, por Manoel Aires Mateus (março, 2023) | Design gráfico, comunicação e fotografia: ©Três Agá – strategic design studi || Gravação e edição de vídeo – Lisboa & São PauloOperadores de câmera: Carol Siqueira, Eduardo Gonçalves, Jean Castro e João Ramos | Assistente de estúdio: Pedro Luz | Direção de vídeo: Vinicius Maia | Produção executiva: Karin Ehmke | Produção técnica: Madu Arakaki | Assistente de estúdio: Pedro Luz | Direção de arte e edição de video: Três Agá || Assessoria de imprensa (Portugal): Beatriz Bibas | Assessoria de imprensa (Brasil): Belinha Almendra / Coringa Comunicação | Selo: Biscoito Fino | Formato: CD Digital | Ano: 2023 | Lançamento: 9 de agosto | #* Ouça o álbum: clique no link.

revistaprosaversoearte.com - 'Trocando em miúdos - José Pedro Gil revisita Chico Buarque', álbum do cantor português
Nelson Ayres, José Pedro Gil e Sidiel Vieira – foto ‘frame do vídeo’ – Operadores de câmera: ©Carol Siqueira e Jean Castro

Série: Discografia Portuguesa / Discografia Brasileira / Música Popular da Lusofonia / Canção / MPB.
Publicado por ©Elfi Kürten Fenske


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES