sexta-feira, julho 19, 2024

Monólogo musical Na Estrada com Alceu Valença faz sessões no Teatro das Artes

A criação do espetáculo partiu de um desejo de unir as histórias de vida do músico Heberth Azzul e sua ligação pessoal e profissional com Alceu Valença. O espetáculo tem grandes sucessos do mestre como La Belle de Jour, Girassol, Anunciação, Pétalas, Eu Vou Fazer Você Voar.

O músico Heberth Azzul tem uma vida inspirada pelas canções de Alceu Valença. Ele saiu do sertão em busca do sonho de ser artista, e virou parceiro de palco e amigo do próprio ídolo. Toda essa trajetória serviu como propulsor para a criação do monólogo musical Na Estrada com Alceu Valença que faz apresentações no Teatro das Artes nos dias 2, 16 e 30 de maio, sempre às 20h. Em cena, está Heberth Azzul cantando e contando com muita música, humor e emoção, além de grandes sucessos do ícone pernambucano. A direção e dramaturgia é de Olivia Torres.
.
Quando era criança no sertão da Paraíba, Heberth Azzul frequentemente ouvia no rádio cantores como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, e o próprio Alceu Valença. Foi para Recife, depois para o Rio de Janeiro e sempre teve como objetivo se tornar artista. “Sempre me identifiquei com Alceu, pois ele é um líder, com suas músicas, o jeito de se portar no palco, irreverente, a questão do humor. No monólogo, conto todas essas histórias de forma engraçada e emocionante como o momento da composição de Pétalas, que ganhou o Prêmio Sharp de Música Brasileira, em 1995”.
.
A cenografia é calcada em pinturas que remetem a discografia de Alceu. Em cena, existe uma teatralidade, um tom de fábula de um sonho que se realiza. “A criação do espetáculo partiu de um desejo de unir as histórias de vida do Herberth com a ligação com Alceu. É um sonho que foi para além das expectativas. O monólogo musical tem muitas interações com troca de cenário, histórias. Tem essa questão do andarilho que tem que estar equipado para as necessidades diárias, pois ele toca, canta, se movimenta para o público”, conta a diretora Olivia Torres.
.
O espetáculo tem músicas que foram gravadas e tocadas por Azzul com seu mestre em vários shows e turnês pelo mundo como La Belle de Jour, Girassol, Anunciação, Pétalas, Vai Chover, Um Dia de Cão, Sete Desejos, Peças Ruas que Andei, Morena Tropicana, Eu Vou fazer Você Voar.
.
“Eu e Alceu conversamos todos os dias, é um padrinho musical para mim. Simboliza a realização de um sonho permeado de fé, dedicação e coragem. Ele representa um irmão, um mestre que virou parceiro, a metade do meu coração é Alceu”, finaliza Azzul.

revistaprosaversoearte.com - Monólogo musical Na Estrada com Alceu Valença  faz sessões no Teatro das Artes
Heberth Azzul no Monólogo musical Na Estrada com Alceu Valença – foto: ©Thiago Ribeiro.

HEBERTH AZZUL
É músico, cantor, compositor, produtor musical e ator. Nascido na Paraíba, iniciou sua carreira musical em Recife e, posteriormente, foi para o Rio de Janeiro, onde, em 2000, integrou-se como cantor, violonista e contrabaixista à banda de Alceu Valença. Eles tocaram juntos em diversos lugares do Brasil, além de festivais e turnês pelos Estados Unidos, Canadá, França, Holanda, Portugal, Itália, Espanha, Alemanha e Suíça. Como produtor musical, trabalhou em vários álbuns de Alceu Valença: “Sete Desejos”, “Batuques e Ladeiras”, “Forró Lunas”, “Janeiro a Janeiro”, “Alceu Valença ao Vivo em Montreux” e “Sol Chuva”. Como compositor, desenvolveu uma longa parceria com Alceu, uma das quais, “Pétalas”, ganhou o “Prêmio Sharp de Música Brasileira” em 1995. A canção “Eu vou fazer você voar” é o novo sucesso da dupla. O Grammy Latino, edição de 2022, considerou o álbum de Alceu Valença “Senhora Estrada” como “Melhor Álbum de raízes em Língua Portuguesa”. A canção “Vai chover”, composta por Heberth em conjunto com Alceu, aclamada pela crítica, faz parte dessa história. Artista eclético e talentoso, Heberth Azzul teve músicas gravadas por grandes nomes da música brasileira, como Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo, entre outros. Azzul, com dois álbuns independentes gravados, participou de diversas coletâneas musicais brasileiras, dentre elas: “Songbook Gilberto Gil” e “Asas da América”.
.
.
OLIVIA TORRES
A diretora e roteirista Olivia Torres começou sua carreira como atriz aos 14 anos, com o longa-metragem “Desenrola”, dirigido por Rosane Svartman, com o qual venceu o prêmio de melhor atriz no Brazilian Film Festival em Miami. Nos seguintes 14 anos de profissão, trabalhou com diretores como Ana Muylaert, Felipe Hirsch, Rafael Gomes, Daniel Filho, Mauro Lima, José Luiz Villamarim, José Eduardo Belmonte, Andrucha Waddington, entre outros. Fez cinco novelas na Rede Globo, além de participações em séries do canal, sete longas-metragens e sete peças teatrais. Já tendo participado como atriz em diversos musicais, e como cantora em trilhas sonoras de filmes e novelas, com o show “Na Estrada com Alceu Valença”, ela agora estreia seu primeiro trabalho de direção.

SERVIÇO
Na Estrada com Alceu Valença
Dias 2, 16 e 30 de maio, terças-feiras, às 20h
Teatro das Artes – Shopping Eldorado (www.teatrodasartessp.com.br)
Endereço: Av. Rebouças, nº 3970 – Terceiro Piso – Pinheiros – São Paulo. Informações: (11) 30340075
Site oficial de vendas: Sympla. clique aqui.
Preço: R$ 80 (Inteira) e R$ 40 (Meia)
Classificação Etária: 12 anos. Duração: 90 minutos
Instagram: @naestradacomalceu @heberthazzulcantor

FICHA TÉCNICA
Voz e violão: Heberth Azzul. Direção e dramaturgia: Olivia Torres. Cenografia e pintura de arte: Gabriel Roemer. Desenho e operação de luz: Iohann Iori Thiago. Desenho gráfico: Sofia Tomic. Operação som: Juscimar Pina. Técnico de palco: Martins da Silva. Cenotécnica: Fernanda Frate. Gravação depoimentos – Alceu Valença: Patrícia Black. Mídia digital: Stephano Matolla. Produção executiva: Luciana Bernardo. Direção produção: Sofia Torres. Produção: Lucas Mansor. Fotos: Thiago Ribeiro. Assessoria de imprensa: Adriana Balsanelli e Renato Fernandes.


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES