sábado, junho 15, 2024

Guegué Medeiros e Salomão Soares celebram o forró no álbum ‘Baião de dois’

A união do pianista e compositor Salomão Soares e o zabumbeiro, produtor musical e também compositor Guegué Medeiros resultou em Baião de Dois, disco já está nas plataformas digitais.
.
Paraibanos, os amigos levaram para o estúdio, as referências pessoais da música nordestina, além de clássicos brasileiros, numa formação bastante singular, com piano e zabumba. Nesse álbum, os músicos também reverenciam o forró, apresentando um pouco da cultura da região nordeste do país. O gênero, por natureza, é uma celebração que transmite felicidade, autenticidade e conexão interpessoal. “Esse ambiente inspirador nos incentivou a conceber arranjos inovadores e a explorar a improvisação”, conta Guegué. E Salomão completa “Como paraibanos, tivemos o privilégio de crescer imersos na riqueza musical que permeia os bailes juninos e as festas nos sítios do nosso amado nordeste.

O repertório é uma parte tão importante da nossa história, carrega consigo memórias afetuosas e fortalece ainda mais a nossa conexão com as tradições regionais”. Foram gravadas as músicas Doidinho, Doidinho (Dominguinhos, Anastácia), Nilopolitano (Dominguinhos), Sete Anéis (Egberto Gismonti), Paratodos (Chico Buarque), Ponteio (Edu Lobo e Capinan), Neném Mulher (Pinto do Acordeon), 13 de Dezembro (Luiz Gonzaga) e Feira de Mangaio (Sivuca e Glorinha Gadelha).
.
Nascido e criado em Cruz do Espírito Santo, interior da Paraíba, e atualmente morando em São Paulo, Salomão Soares é pianista, arranjador e compositor. Vem se destacando como uma das grandes revelações da nova geração de instrumentistas brasileiros e já dividiu palco com nomes marcantes da música brasileira como Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Hamilton de Holanda, Leny Andrade, Filó Machado, Nenê, Arismar do Espírito Santo, Toninho Ferragutti (com quem gravou um disco em duo), entre tantos outros. É vencedor do Prêmio MIMO Instrumental 2017, finalista do Piano Competition no Festival de Montreux 2017 – Suíça e vencedor do Prêmio Novos Talentos do Festival Savassi 2018, em Belo Horizonte (MG). Sua discografia inicia com Alegria de Matuto – Salomão Soares Quarteto (2018), depois Toninho Ferragutti & Salomão Soares (2018) e ainda no mesmo ano, Salomão Soares & Nivaldo Candido Duo – Gravado e lançado na Suíça. Em 2019, lança Colorido Urbano – Salomão Soares Trio, Chão de Flutuar – Salomão Soares & Vanessa Moreno e em 2021, Yatra-Tá -Salomão Soares & Vanessa Moreno.

Foi em João Pessoa, que Guegué Medeiros, nasceu e cresceu como parte de uma numerosa família de artistas. Em sua carreira, de mais de 30 anos na música, já dividiu, e com muitos ainda divide os palcos, gravações ou produções, no Brasil e no mundo, com artistas como Chico Cesar, Moacir Santos, Gilberto Gil, Dominguinhos, Sivuca, Ney Matogrosso, Arnaldo Antunes, Luiz Melodia, Lenine, Zeca Baleiro, Seu Jorge, Anastácia, Martinália, Sandra de Sá, Elba Ramalho, Nelson Ayres, Proveta, Xangai, Lucy Alves, Maria Alcina, Quinteto da Paraíba, João Linhares, Arthur Maia, Toninho Ferragutti, Ricardo Herz, Zé Pitoco, Beatles Cordel, Danilo Moraes e Forró Picadinho, entre tantos outros. Como produtor musical, assina álbuns como “Catabi” Guegué Medeiros; “Aos Meus” Guegué Medeiros; “Francisco, Forró & Frevo” Chico César; “Brasilerança” Xangai e Quinteto da Paraíba, entre muitos outros. Em 2020, produziu “Zabumba”, o primeiro documentário sobre o instrumento do Brasil, com a participação de grandes mestres zabumbeiros.

 

revistaprosaversoearte.com - Guegué Medeiros e Salomão Soares celebram o forró no álbum 'Baião de dois'
Capa do álbum ‘Baião de Dois’ • Guegué Medeiros e Salomão Soares • Selo Independente – Tratore • 2023 – Arte: Daniel Vincent

DISCO ‘BAIÃO DE DOIS’ • Guegué Medeiros e Salomão Soares • Selo Independente / Tratore • 2023
Canções/ compositores
1. Feira de Mangaio (Sivuca e Glorinha Gadelha)
2. Treze de dezembro (Luiz Gonzaga e Zé Dantas)
3. Sete anéis (Egberto Gismonti)
4. Doidinho, doidinho (Dominguinhos e Anastácia)
5. Neném mulher (Pinto do acordeon)
6. Ponteio (Edu Lobo e Capinan)
7. Nilopolitano (Dominguinhos)
8. Paratodos (Chico Buarque)
– ficha técnica –
Guegué Medeiros (zabumba) | Salomão Soares (piano) || Produção musical: Salomão Soares e Guegué Medeiros | Captação: Thiago Baggio | Mixagem e masterização: Thiago Monteiro | Afinação do piano: Armando Arone | Fotos: Dani Gurgel | Câmera e finalização: Renan Mansur | Câmera e edição: Serginho Prado | Figurino: Amrita | Maquiagem: Laís Klein | Arte da capa: Daniel Vincent | Apoio: Estúdio Gargolândia | Gravado nos dias 16 e 17 de março de 2023 no Estúdio Gargolândia, Alambari/SP | Produtora: Vitrola Produtora | Assessoria de imprensa: Débora Venturini | Selo: Independente | Distribuição: Tratore | Formato: CD digital | Ano: 2023 | Lançamento: 18 de agosto | #* Ouça o álbum: clique aqui.
.
LEIA TAMBÉM
:: ‘Yatra-Tá’, álbum de Salomão Soares e Vanessa Moreno
.
Série: Discografia da Música Brasileira / MPB / Canção / Forró.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES