segunda-feira, junho 24, 2024

Álbum ‘Edu Ribeiro convida Toninho Ferragutti e Fábio Peron – Folia de tReis’, selo Blaxtream

Álbum ‘Edu Ribeiro convida Toninho Ferragutti e Fábio Peron – Folia de tReis’. A busca por uma sonoridade inusitada e de novas possibilidades com o instrumento, além da grande afinidade, musical e pessoal, foram as principais razões que levaram o baterista Edu Ribeiro a convidar Toninho Ferragutti (acordeon) e Fábio Peron (bandolão e bandolim) para a gravação deste álbum. Os três músicos foram até Ribeirão Preto em Junho de 2018 para o registro de 9 composições autorais. Três temas de cada integrante são apresentados de uma forma completamente original.
.
O grande desafio foi juntar a melodia e harmonia presentes no bandolim e no acordeão ao ritmo da bateria, sem o contrabaixo que é o instrumento-elo de ligação entre essas partes em qualquer grupo musical. Não há conhecimento de registro anterior de tal formação na música brasileira.

Cada um teve que reinventar o seu instrumento. Fábio tocou uma invenção chamada de bandolão – o mesmo bandolim uma oitava abaixo, que nos remete à sonoridade do violão de sete cordas em muitos momentos. A bateria agregou percussões e o acordeão explorou todos os recursos para driblar as diferenças da formação. Todos os três saíram do centro confortável de seus instrumentos e habilidades, indo buscar recursos em lugares inimagináveis para compor essa expressão sonora.
.
Toninho trouxe Mogiana, Alfredo e Choro Suspirado. Três músicas acordeonísticas com influências do tango, do choro e dos mais de 30 anos de carreira onde o artista viveu as mais diversas influências. Peron, que vem da cultura e tradição do choro com elementos modernos, trouxe um choro lento, um frevo e um samba ímpar cheio de novidades rítmicas. Edu, que traz influências de uma música brasileira misturada ao jazz, trouxe uma balada e um chamamé, compostos especialmente para esse projeto, e repaginou um forró em sete já gravado antes pelo Trio Corrente.
.
Numa formação como essa, onde cada instrumento assume um papel solista, a preparação dos arranjos e o cuidado no ajuste das sonoridades é indispensável.
.
Descentralizar também nos remete ao lugar onde foi gravado o projeto. Ribeirão Preto fica a muitos quilômetros de São Paulo e começa a despontar como um polo de produção musical.
.
O resultado desse encontro se completa com o delicioso desafio da apresentação desse repertório ao vivo.

revistaprosaversoearte.com - Álbum 'Edu Ribeiro convida Toninho Ferragutti e Fábio Peron – Folia de tReis', selo Blaxtream
Capa do álbum ‘Edu Ribeiro Convida Toninho Ferragutti e Fábio Peron – Folia de tReis’ • Selo Blaxtream • 2018 | foto: Paulo Rapoport / Arte: NW3 Comunicação.

DISCO ‘EDU RIBEIRO CONVIDA TONINHO FERRAGUTTI E FÁBIO PERON – FOLIA DE tREIS’ • Selo Blaxtream • 2018
Músicas/compositores:
​1. A física (Edu Ribeiro) / dedicado à Laura Silvestre
2. Mogiana (Toninho Ferragutti)
3. Tá sobrando carisma (Fábio Peron) / dedicado a Jota P
4. Cainã (Edu Ribeiro) / dedicado à família Mendonça
5. Choro suspirado (Toninho Ferragutti)
6. Procure saber (Fábio Peron) / dedicado a Messias Brito
7. O Guarani da Palhoça (Edu Ribeiro)
8. Vinheta (Edu Ribeiro)
9. Alfredo (Toninho Ferragutti) / dedicado a Danilo Alfredo Ferragutti
10. Choro materno (Fábio Peron) / dedicado à Vera Cury
– ficha técnica –
Edu Ribeiro (bateria – fx. 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10) | Toninho Ferragutti (acordeon – fx. 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 9, 10; vocalise – fx. 1, 2, 3, 6) | Fábio Peron (bandolão – fx. 1, 2, 4, 5, 7, 9, 10; bandolim – fx. 3, 6) || Arranjos: Toninho Ferragutti, Edu Ribeiro e Fábio Peron / Exceto faixa 8: Edu Ribeiro | ​Produção executiva: Thalita Magalhães | Gravação e mixagem: Thiago Monteiro / Assistente técnico: Joel Lauand Jr. | Fotografia: Paulo Rapoport | Design: NW3 Comunicação | Gravado no Rivière Studios, Ribeirão Preto, em 8 e 9 de junho de 2018 | Fabricado: Universal Sonora | Selo: Blaxtream | Cat.: BXT 0020 | Distribuição: Tratore | Formato: CD / Digital | Ano: 2018 | Lançamento: 7 de setembro | #* Ouça o álbum: Spotify | Deezer | Apple Music.
—–
Sobre o disco
REIS, Aquiles Riques. Quando ninguém é mais do que ninguém. In: JB, março de 2019. Disponível no link. (acessado em 25.6.2023)

Leia, a seguir, o faixa a faixa do CD “Folia de tReis”, em que cada compositor comenta as músicas de sua autoria.
.
FAIXA A FAIXA “FOLIA DE tREIS”
1. “A Física”, de Edu Ribeiro
“Fiz a música para esse projeto. Ela tem a peculiaridade de ter sido a primeira música que fiz no piano. É uma balada com uma estrutura bem simples, ABA. Quando vejo a simplicidade de minhas músicas acho que não vão dar certo, mas lembrando de quem vai tocá-las me tranquilizo porque eles [os músicos] sempre as salvam. E eles salvaram esta.”
.
2 – “Mogiana”, de Toninho Ferragutti
“Trouxe esta música especialmente para o grupo. Lembro do som de um trem com essa música, de um maracatu. Ela é um maracatu.”
.
3 – “Tá Sobrando Carisma”, de Fábio Peron
“É uma música um pouquinho complicada, em compasso de sete por oito, o que não é muito usual e, sim, um pouco quebrado. Dentro desse compasso sete por oito tem um groove invertido que dá uma fritada na cabeça, mas depois que deixamos a coisa orgânica funcionou legal.”
.
4 – “Cainã”, de Edu Ribeiro
“Eu adoro a música do sul do país. O ritmo é um chamamé com uma harmonia que me lembra as músicas do Toninho Horta, que eu gosto muito.”
.
5 – “Choro Suspirado”, de Toninho Ferragutti
“É a regravação de uma música que fiz de encomenda para o curta-metragem ‘Toda Coração’, que conta a história de uma mulher que não podia tomar susto. Ela vai ao médico e diz ser ‘toda coração’. Quando o médico pergunta o que ela quer dizer com isso, ela cita o [poeta] Maiakovsky. Como o médico não conhece o poeta, ela não permite que ele a atenda dizendo que se ele não conhece poesia não poderia mexer no coração dela. Depois o médico passa a se inteirar mais sobre poesia e a ajuda. O filme é do Flávio Ermírio de Moraes e a música faz parte da trilha que fiz para esse curta.”

6 – “Procure Saber”, de Fábio Peron
“Na verdade é ‘Prócure Saber’, que fiz para um amigão, o Messias Brito, um supercavaquinista que usa essa frase o tempo todo: ‘Prócure Saber’. Como o Messias tem uma técnica absurda tocando cavado, fiz esse frevo bem agulhado, rápido e cheio de notas em homenagem a ele. Aí imaginei o Toninho [Ferragutti] fazendo essa melodia e o Edu [Ribeiro] fazendo uns compassos sozinho de bateria e ficou maravilhoso.”
.
7 – “O Guarani da Palhoça”, de Edu Ribeiro
“Esta é a única música que trouxe para o grupo que eu já havia gravado com o Trio Corrente. É um samba em compasso de sete, supersimples. Tocamos uma vez, fizemos uma introdução coletiva e ela já ficou pronta. Guarani da Palhoça é um time que tem em Florianópolis, bem fraco. Eu sou figueirense [torcedor do Figueirense Futebol Clube, de Florianópolis]. Quando estava terminando essa música soube que o Figueirense tinha perdido para o Guarani da Palhoça. Aí eu resolvi homenagear o vencedor.”
.
8 – “Vinheta”, de Edu Ribeiro
“Esta vinheta é um solo que existe dentro da música ‘Guarani da Palhoça’, que era para fechar o disco, mas numa falha de comunicação ficou entre as últimas músicas do CD.”
.
9 – “Alfredo”, de Toninho Ferragutti
“É uma regravação [de uma faixa] de um disco em duo com o pianista Salomão Soares. Compus essa música, uma espécie de milonga, por conta dessa coisa de nomes duplos. Tenho um irmão chamado Alfredo Danilo e nunca chamei ele de Alfredo. Então resolvi registrar isso para não esquecer que o nome dele é Alfredo, além de Danilo.”
.
10 – “Choro Materno”, de Fábio Peron
“Fiz esse choro para minha mãe, e música para mãe tem de caprichar, tem de ser bonita. Minha mãe é, além de adorada por mim, uma supermusicista, mestre em contraponto e excelente professora. Ela sabe muito de música, mas a doçura dela não deixa que ela esbanje isso. É um choro relativamente simples, mas de coração.”

Saiba mais sobre os artistas
> Edu Ribeiro na rede: Site | Youtube | Instagram | Facebook | Spotify | Linktree.
>Toninho Ferragutti na rede: Site | Instagram | Facebook | Spotify.
> Fábio Peron na rede: Youtube | Instagram | Facebook | Spotify | Deezer.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / Música Instrumental / Choro / MPB.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES