Artista Gustavo Benjão faz jornada por timbres e sonoridades africanas e desigualdades brasileiras no disco “AFRUZZ”, lançado pelo selo YB Music
.
Gustavo Benjão, um dos grandes nomes da cena musical carioca com seu nome associado a projetos como Abayomy Afrobeat Orquestra e Do Amor, faz de sua música um caminho para experimentações sonoras e um forte olhar para a realidade. Se no seu último trabalho solo, “Axé” (2022), ele misturava a celebração e a dança com dilemas sociais, estruturas familiares e lutas cotidiana, agora ele dá um passo além. “AFRUZZ” é uma jornada instrumental sobre os timbres e efeitos das guitarras africanas, só que com um forte storytelling. A ideia é que o disco seja como a trilha de um filme.
.
“Esse é um filme que surgiu na minha imaginação quando estava finalizando e nomeando as faixas. Escutando as faixas e imaginei a história de um jovem entregador de aplicativos, negro, periférico, estudante de arte e aspirante a artista multi-midia, que luta pra sobreviver e exercer sua criatividade de alguma forma. Afruzz virou o nome artístico dele, e eu fui organizando e nomeando as faixas como uma espécie de narrativa, ou até mesmo pano de fundo pra acontecimentos num dia da vida desse jovem”, com o artista que já se apresentou com artistas como Moreno Veloso, Nina Becker, Rodrigo Amarante e Lucas Santtana.

Unindo os sons africanos com a referência ao famoso pedal Fuzz de guitarras, tão usadas no rock, o disco não apenas celebra a música, mas também serve como uma ponte para uma compreensão mais profunda e uma vida mais plena através da arte. Em um novo desafio para o artista, que trabalhou as faixas de modo instrumental.
.
“Há algum tempo eu pensava em fazer um disco instrumental mas invariavelmente as palavras sempre encontravam uma maneira de permear a minha obra. Dessa vez eu assumi de alguma forma o meu lado músico apenas, guitarrista, ou até multi-instrumentista, já que toquei os baixos, alguns teclados e as baterias eletrônicas. Eu como compositor, mesmo já tendo feitos inúmeros temas instrumentais em trilhas sonoras, principalmente pro teatro, tive que exercer algum desapego da mensagem clara que muitas vezes a letra, a palavra dá de maneira tão clara. Mas isso me abriu pra imaginar que as palavras não necessariamente precisavam estar na música, mas poderiam ocupar um lugar no imaginário e no sub-entendimento, o que abre de certa forma um lugar diferente do que estava habituado como compositor”, resume Benjão.

revistaprosaversoearte.com - Benjão lança álbum instrumental 'Afruzz'
Capa do álbum ‘Afruzz’ • Gustavo Benjão • Selo YB Music • 2024

DISCO ‘AFRUZZ’ • Gustavo Benjão • Selo YB Music • 2024
Músicas / compositor
1. Gonna Win (Gustavo Benjão)
2. A curva da estrada (Gustavo Benjão)
4. Bafo de mar (Gustavo Benjão)
5. Afroclick (Gustavo Benjão)
6. Lele (Gustavo Benjão)
7. Ghana’s break (Gustavo Benjão)
8. Fechamento abre caminhos (Gustavo Benjão)
– ficha técnica –
Gustavo Benjão (guitarra, baixos, teclados e baterias eletrônicas) | Todos os instrumentos gravados: por Gustavo Benjão, no Estúdio 1/4 | Mixagem e masterização: na Audio Rebel por Gustavo Benjão | Fotos e arte: Gustavo Benjão | Assessoria de imprensa: Daniel Pandeló Corrêa | Selo: YB Music | Formato: CD / Digital | Ano: 2024 | Lançamento: 3 de maio | ♪Ouça o álbum: clique aqui | ♩Assista ao clipe “Gonna Win”: clique no link.
.
>> Siga: @gustavobenjao
.
.
.
.
.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / timbres e sonoridades africanas  / Música instrumental / Álbum.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske
.

.
.

 

.

 

.

 

.
.







Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar