Malala Yousafzai na escola para garotas Kasaruni, em Massai Mara, no Quênia

Filmes mostram que, quando comprometida com a formação do sujeito, a Educação tem alto poder de transformação

“Educar é assumir um compromisso com a formação de um sujeito em sua integralidade, é trabalhar com a dimensão intelectual, mas também com a física, emocional, social e cultural. É considerar o estudante como o centro do processo de aprendizagem e partilhar a construção do conhecimento.” – Ana Luiza Basilio | CartaEducação

1 – Malala | He Named Me Malala (2015)
“Uma criança, um professor, um livro e uma caneta podem mudar o mundo”. Este é o slogan de Malala. Retrato íntimo da ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, Malala Yousafzai, que foi perseguida pelo Taliban e severamente ferida por um tiro quando voltava para casa em seu ônibus escolar no Paquistão. A menina, de então 15 anos, foi julgada por defender a educação para meninas, e o ataque a ela provocou protestos de simpatizantes em todo o mundo. Ela milagrosamente sobreviveu e agora é líder de uma campanha global para educação de meninas como a cofundadora do Fundo de Malala.
Estrelando: Malala Yousafzai
Direção: Davis Guggenheim  

“Ninguém educa ninguém, ninguém se educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.”
– Paulo Freire, no livro “Pedagogia do oprimido”. 9 ed., Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra. 1981.

2. Uma mente brilhante (2001)
Este drama vencedor do Oscar é inspirado na vida do economista John Forbes Nash Jr., um homem brilhante atormentado pela esquizofrenia.

“Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso, aprendemos sempre.”
– Paulo Freire, em “A importância do ato de ler: em três artigos que se completam”. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1989.

3 – Escritores da Liberdade (2007)
Baseado em uma história real, o filme conta a história da novata professora Erin Grunwell, que chega a uma escola marcada por separatismos e preconceitos raciais. Obstinada a mudar a realidade da escola e de seus estudantes, a docente parte das histórias dos jovens para promover transformação.
Estrelado por: Hilary Swank, Patrick Dempsey, Scott Glenn
Direção: Richard LaGravenese

4 – Como estralas na terra (2007)
Quando o sonhador Ishaan vai parar num internato, um professor de arte tenta ajudar o jovem criativo a descobrir sua verdadeira identidade.
Estrelando: Aamir Khan, Darsheel Safary, Tanay Chheda
Direção: Aamir Khan

5 – A voz do coração (2003)
O professor Clément Mathieu assume a missão de ensinar música a crianças de um pensionato. Contrariando os métodos rígidos utilizados para conter as crianças indisciplinadas, o professor estrutura um coral e modifica as relações existentes.
Estrelado por: Gérard Jugnot, François Berléand, Kad Merad
Direção: Christophe Barratier

6 – O sorriso de Monalisa (2003)
A recém-formada Katherine Watson é contratada para lecionar História da Arte na Wellesley College, uma escola só para mulheres. Além de lecionar, a educadora começa a confrontar os valores conservadores da instituição e a mostrar às suas alunas, de famílias tradicionais, que elas poderiam querer mais do que se casar no futuro.

7. Esperando pelo Super-Homem | Waiting for Superman (2015)
Ao entrelaçar trajetórias de estudantes, educadores e famílias, este documentário aponta os holofotes para as deficiências do sistema de educação pública americano.
Direção: Davis Guggenheim

* Lista acima atualizada em 9.5.2018

* Lista geral (incluindo os acima)AQUI!

“A estrada da vida é uma reta marcada de encruzilhadas. Caminhos certos e errados, encontros e desencontros do começo ao fim. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.”
– Cora Coralina, em “Ainda Aninha…”, no livro “Vintém de cobre: meias confissões de Aninha”. 6ª ed., São Paulo: Global Editora, 1997.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS





Revista Prosa Verso e Arte
Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar