segunda-feira, junho 24, 2024

Último Encontros Históricos do ano, com Simone e Zé Ibarra, terá transmissão ao vivo

Simone & Zé Ibarra encerram quarta edição dos Encontros Históricos na Sala São Paulo com A Brasil Jazz Sinfônica. Apresentação será transmitida ao vivo no YouTube da Sala São Paulo, neste sábado (9/dez), a partir das 22h; ingressos já estão esgotados desde o primeiro semestre.
.
Desde abril de 2023, a Sala São Paulo tem trazido para seu icônico palco a quarta temporada do projeto Encontros Históricos, promovendo concertos com grandes nomes da nossa música popular – sempre acompanhados da orquestra Brasil Jazz Sinfônica, que mescla as músicas de concerto e popular. E, neste sábado (9/dez), às 22h, encerraremos mais uma edição desta série tão querida com a presença dos cantores Simone e Zé Ibarra.

Simone é uma das maiores estrelas da MPB, com mais de 30 álbuns de estúdio e 50 anos de carreira – comemorados em 2023 com uma extensa turnê pelo país. Zé Ibarra é um dos novos talentos da nossa música, integrante do celebrado quarteto Bala Desejo e com seu primeiro disco solo lançado neste ano. Os ingressos para a apresentação já estão esgotados desde o primeiro semestre, mas ela poderá ser assistida ao vivo no canal da São Paulo no YouTube.
.
A quarta temporada do projeto começou com as cantoras e compositoras Vanessa da Mata & Céu (22/abr) no palco da Sala São Paulo, e prosseguiu com as duplas Tom Zé & Lívia Nestrovski (13/mai), Alaíde Costa & Fernanda Takai (com participação da harpista Cristina Braga, dia 17/jun), Carminho & Silva (26/ago), Chico César & Mariana Aydar (com participação do acordeonista Mestrinho, em 9/set), Gaby Amarantos & Xênia França (14/out) e Tulipa Ruiz & Liniker (4/nov).
.
E são inúmeras as confluências marcantes nas três edições anteriores do projeto, como as de Erasmo Carlos & Roberta Sá, Ivan Lins & MP4, João Donato & Marcos Valle, Paulinho da Viola & Família, Alcione & Martinho da Vila, Arnaldo Antunes & Lenine, Daniela Mercury & Maria Gadú e Gilberto Gil com o maestro Aldo Brizzi, entre outras performances inesquecíveis e sempre acompanhadas da Brasil Jazz Sinfônica, a orquestra convidada deste projeto. Veja mais informações sobre a quarta temporada dos Encontros Históricos na Sala São Paulo clicando aqui.

Sobre a Brasil Jazz Sinfônica
A Brasil Jazz Sinfônica foi criada em 1989 com o objetivo de manter viva a tradição das orquestras de rádio e TV. Sua formação une os grupos instrumentais que compõem uma orquestra sinfônica (cordas, madeiras, metais e percussão) aos que formam uma Big Band de jazz (saxofones, baixo, bateria, piano e percussão popular), permitindo à orquestra extrema flexibilidade e amplo espectro de atuação e expressão artística. Nesses 30 anos de existência, a orquestra vem cumprindo e ampliando sua missão, oferecendo com excelência seus serviços à população. Atualmente a Brasil Jazz Sinfônica é gerida pela Fundação Padre Anchieta/TV Cultura e integra sua grade principal de atrações com o programa Brasil Jazz Sinfônica. Fruto de uma preocupação com a memória nacional, a orquestra, por sua própria relevância artística, realizações e papel na cena cultural brasileira, ampliou o escopo de sua missão, que hoje aponta para três eixos fundamentais e abrange passado, presente e futuro.
.
A quarta edição da série Encontros Históricos na Sala São Paulo tem o patrocínio de B3, Cebrace, Itaú, Klabin, Porto Seguro, EMS e Bain & Company, copatrocínio de Kapitalo Investimentos e apoio de banco BV e Mattos Filho, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e ProAC ICMS. Promoção: Novabrasil. Correalização: Fundação Padre Anchieta. Realização: Fundação Osesp, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, Ministério da Cultura e Governo Federal – União e Reconstrução.

revistaprosaversoearte.com - Último Encontros Históricos do ano, com Simone e Zé Ibarra, terá transmissão ao vivo
Sala São Paulo – foto © Beatriz de Paula

PROGRAMA
ENCONTROS HISTÓRICOS: SIMONE & ZÉ IBARRA
BRASIL JAZZ SINFÔNICA
RURIÁ DUPRAT 
regência
SIMONE voz
ZÉ IBARRA voz
.
Milton NASCIMENTO | Milagre dos Peixes [Arranjo de Nelson Ayres]
Dora MORELENBAUM | Dó a Dó [Arranjo de Cintia Zanco]
Zé IBARRA, Dora MORELENBAUM, Julia MESTRE e Lucas NUNES
Nesse Sofá [Arranjo de Paulo Malheiros]
Cronologia (O Peixe) [Arranjo de Dino Barioni]
Milton NASCIMENTO | Dos Cruces [Arranjo de Rodrigo Morte]
GONZAGUINHA | Sangrando [Arranjo de Nelson Ayres]
Maurício TAPAJOS e Paulo Cesar PINHEIROTô Voltando [Arranjo de Rafael Rocha]
Pablo MILANEZ [versão de Chico Buarque] | Iolanda [Arranjo de Rodrigo Morte]
Sueli COSTA e Abel SILVA | Jura Secreta [Arranjo de Rodrigo Morte]
Milton NASCIMENTO e Fernando BRANT | Encontros e Despedidas [Arranjo de Bruno Santos]
Fátima GUEDES | Condenados [Arranjo de Ruriá Duprat]
Milton NASCIMENTO | Outubro [Arranjo de Jether Garotti]
.
SERVIÇO
ENCONTROS HISTÓRICOS NA SALA SÃO PAULO – SIMONE & ZÉ IBARRA
09 de dezembro, sábado, às 22h – Concerto Digital
Endereço: Sala São Paulo | Praça Júlio Prestes, 16
Taxa de ocupação limite: 1.484 lugares
Recomendação etária: 7 anos
Ingressos: de R$ 39,60 a R$ 200,00 (valores inteiros*) – Esgotados
Bilheteria (INTI): Neste link
(11) 3777-9721, de segunda a sexta, das 12h às 18h.
Cartões de crédito: Visa, Mastercard, American Express e Diners.
Estacionamento: R$ 28,00 (noturno e sábado à tarde) e R$ 16,00 (sábado e domingo de manhã) | 600 vagas; 20 para portadores de necessidades especiais; 33 para idosos.
.
* Estudantes, pessoas acima dos 60 anos, jovens pertencentes a famílias de baixa renda com idade de 15 a 29 anos, pessoas com deficiências e um acompanhante e servidores da educação (servidores do quadro de apoio – funcionários da secretaria e operacionais – e especialistas da Educação – coordenadores pedagógicos, diretores e supervisores – da rede pública, estadual e municipal) têm desconto de 50% nos ingressos para os concertos da Temporada Osesp na Sala São Paulo, mediante comprovação.
.
A Sala São Paulo é um equipamento do Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, gerenciada pela Fundação Osesp, Organização Social da Cultura.


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES