“Este não é mais um disco de voz e violão, mas sim um trabalho artesanal onde Lula Galvão se assemelha a um jardineiro-escultor, tecendo tramas belíssimas em seu instrumento para que Rosa Passos possa atravessar com tranquilidade esse vasto jardim encharcado de beleza”. Hermínio Bello de Carvalho
.
No próximo dia 19, chega às plataformas o inédito registro de voz e violão de Rosa Passos e Lula Galvão para “Conversa de Botequim”, clássico de Noel Rosa e Vadico. O single antecede o lançamento do álbum “Rosa Passos e Lula Galvão”, programado para junho pela gravadora Biscoito Fino.
.
O álbum celebra os 38 anos de parceria musical de Rosa Passos e Lula Galvão – ou, como bem lembrou a cantora, compositora e violonista baiana, as Bodas de Carvalho dos dois. “Começamos a tocar na noite, em Brasília, ainda na década de 1980, e logo nasceu uma grande afinidade entre nós. Tocamos juntos nos Estados Unidos, na Europa, na América Latina, e dentre os 22 álbuns que gravei, 19 tiveram arranjos de Lula Galvão”, pontua Rosa Passos. O violonista Lula Galvão retribui a admiração: “Foi Rosa que me inventou como arranjador, confiando a mim os arranjos dos seus discos, sempre fazendo questão que eu improvisasse”.
.
O álbum de voz e violão reúne clássicos da música brasileira: além de “Conversa de Botequim”, estão no repertório – que traduz a afinidade musical da dupla – temas como “Ilusão à toa”, de Johnny Alf, “Cansei de ilusões”, de Tito Madi, e “Folhas Secas”, de Nelson Cavaquinho e Guilherme Brito. “É um trabalho artesanal muito delicado, fruto da experiência de muitos anos juntos. Um apanhado de clássicos que a gente faz com a nossa leitura, a nossa forma de fazer música”, finaliza Rosa Passos.
.
Ouça o single: 

> Imagem de capa da matéria: Rosa Passos e Lula Galvão – foto ©Lucas Ayub







Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar