segunda-feira, julho 22, 2024

Orquestra Jazz de Matosinhos lança álbum ‘Músicas Brasileiras, Músicos Portugueses’, com curadoria de Zuza Homem de Mello

O álbumMúsicas Brasileiras, Músicos Portugueses, projeto da Orquestra Jazz de Matosinhos que contou com a curadoria do musicólogo, jornalista, radialista e produtor musical Zuza Homem de Mello (1933-2020), tem lançamento simultâneo no Brasil e em Portugal.
.
“Músicas Brasileiras, Músicos Portugueses” começou a ser pensado em 2018 e resulta de uma série de encontros entre amantes de arquitetura, arte e música dos dois países. No repertório, clássicos como “Corcovado”, “Wave” (Antônio Carlos Jobim), “Carinhoso” (Pixinguinha), “Nanã (Coisa nº 5)” (Moacir Santos), “Linha de Passe” (João Bosco) e “Canto Para Nanã” (Dorival Caymmi).

O projeto, um dos últimos que Zuza realizou, ganhou arranjos especialmente escritos por Antonio Adolfo, Mario Adnet, Letieres Leite, Nelson Ayres e Nailor Proveta. O concerto da big band portuguesa dirigida por Pedro Guedes, gravado em Portugal, tem a participação de Kiko Freitas (bateria): já o percussionista baiano Gabi Guedes participou da gravação do álbum.
.
Quatro anos depois da morte de Zuza Homem de Mello, o lançamento do álbum é sobretudo uma homenagem a ele. Para Pedro Guedes, “é um grande orgulho editarmos este trabalho através da Biscoito Fino, gravadora que é referência para quem gosta e ouve música brasileira”

No encarte que acompanha a edição física do álbum duplo (que será editada posteriormente), Zuza escreveu: “Agora, muito orgulhosos, oferecemos um concerto único com o poder do jazz se alastrando por entre lusos e brasileiros. Esse leque da música instrumental brasileira, de épocas e estilos distintos, resume um concerto absolutamente inusitado que a Casa da Arquitetura de Matosinhos tem a primazia de realizar”.

Como nasceu o projeto
Em setembro de 2018, a Casa da Arquitetura inaugurou a exposição “Infinito Vão – 90 anos de arquitetura brasileira” e, para o encerramento da mesma, Nuno Sampaio, diretor executivo da instituição, convidou Zuza Homem de Mello para pensar um espetáculo que cruzasse as diversas expressões da cultura com a arquitetura e a música, em especial.
.
Nesta mesma ocasião, Zuza, então com 85 anos, foi apresentado a Pedro Guedes, diretor artístico da OJM, e daí para a frente “foi sopa no mel, um vaivém de partituras, um vaivém de informações”, na definição do próprio curador brasileiro.

Pedro Guedes questionava “como agarrar a imensa diversidade e riqueza desta música? Como construir um repertório que a represente, partindo da nossa condição cúmplice de músicos portugueses?”
.
Tendo como guia Zuza Homem de Mello“homem com música nas veias, de gargalhada sincera e inconfundível” – que escolheu os temas, os arranjadores brasileiros e os músicos Kiko Freitas (baterista eleito ‘o melhor do mundo’ na categoria de World Music da revista americana Modern Drummer, em 2019), e Gabi Guedes (percussionista baiano, integrante da Orkestra Rumpilezz), a Orquestra Jazz de Matosinhos apresentou-se na Tanoaria/Casa da Arquitetura e rapidamente percebeu que tinha de registar o concerto, homenageando o generoso e inesquecível Zuza.
.
Gravado em 2022, “Músicas Brasileiras, Músicos Portugueses” vê a agora a luz do dia, com lançamento simultâneo no Brasil e em Portugal.

revistaprosaversoearte.com - Orquestra Jazz de Matosinhos lança álbum 'Músicas Brasileiras, Músicos Portugueses', com curadoria de Zuza Homem de Mello
Capa do álbum ‘Músicas Brasileiras, Músicos Portugueses’ • Orquestra Jazz de Matosinhos • Selo Biscoito Fino • 2024

DISCO “MÚSICAS BRASILEIRAS, MÚSICOS PORTUGUESES” • Orquestra Jazz de Matosinhos • Selo Biscoito Fino • 2024
Músicas / compositores
CD1
1. Organdi e Gomalina (Nelson Ayres)
2. Nanã “Coisa nº 5” (Moacir José dos Santos e Mario Telles)
3. Corcovado (Antônio Carlos Jobim)
4. Só xote (Nelson Ayres)
5. Dasarábias (Letieres Leite)
6. Sempre (K-Ximbinho)
CD2
1. Canto para Nanã (Dorival Caymmi)
2. 2099 (Antonio Adolfo)
3. Vovô Manuel (Nailor Proveta)
4. Carinhoso (Pixinguinha e João de Barro)
5. Wave (Antônio Carlos Jobim)
6. Linha de Passe (João Bosco, Aldir Blanc e Paulo Emílio)
– ficha técnica –
Orquestra Jazz de Matosinhos* || Solistas (CD1): Ricardo Formoso João Guimarães (fx. – 1) | Kiko Freitas, Miguel Meirinhos e Hristo Goleminov (fx. – 2) | Mário Santos Javier Pereiro, Miguel Meirinhos e Filipe Louro (fx. – 3) | João Guimarães, Ricardo Formoso Gil Silva e Hristo Goleminov (fx. – 4) | João Guimarães, Gabi Guedes e Kiko Freitas (fx. – 5) | Miguel Meirinhos, Hristo Goleminov e Filipe Louro | (fx. – 6) || Solistas (CD2): Mário Santos, João Pedro Brandão e Gabi Guedes (fx. – 1) | João Guimarães, Miguel Meirinhos e Cláudio César Ribeiro (fx. 2) | Kiko Freitas, Miguel Meirinhos, Ricardo Formoso, João Guimarães e Gil Silva (fx.3) | Miguel Meirinhos, Ricardo Formoso e Cláudio César Ribeiro (fx. 4) | Miguel Meirinhos e Ricardo Formoso (fx. 5) | Daniel Dias, Andreia Santos e Kiko Freitas (fx. 6) || Arranjos: Nelson Ayres (CD1 – fx. 1, 3, 4) | Mario Adnet (CD1 – fx. 2 / CD2 – fx. 5) | Letieres Leite (CD1 – fx. 5 / CD2 – fx. 1) | Nailor Azevedo “Proveta” (CD1 – fx. 6 / CD2 – fx. 3, 6) || Antonio Adolfo (CD2 – fx. 2, fx. 4) || Arranjo de percussão: Kiko Freitas (CD1 – fx. 1, 6 / CD2 – fx. 3, 6) || Curadoria: Zuza Homem de Mello | Direção musical e produção: Pedro Guedes | Gravação: Nuno Couto / CARA | Assistência de gravação: Pedro Adelino e João Bastos | Mixagem: Zé Nando Pimenta / Arda Recorders | Masterização: Miguel Pinheiro Marques / Arda Recorders | Design: Dobra | Produção executiva: Orquestra Jazz de Matosinhos | Assessoria de imprensa: Belinha Almendra / Coringa Comunicação | Selo: Biscoito Fino | Formato: CD / Digital | Ano: 2024 | Lançamento: 28 de março | ♪Ouça o álbum: clique aqui.

Assista ao videoclipe de “Linha de Passe”(João Bosco, Aldir Blanc e Paulo Emílio):
revistaprosaversoearte.com - Orquestra Jazz de Matosinhos lança álbum 'Músicas Brasileiras, Músicos Portugueses', com curadoria de Zuza Homem de Mello
Orquestra Jazz de Matosinhos

* ORQUESTRA JAZZ DE MATOSINHOS
A Orquestra Jazz de Matosinhos promove a criação, a investigação, a divulgação e a formação na área do Jazz desde 1997 e conta com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos.
.
Cruza ambição internacional com responsabilidade local, cumprindo o papel de uma Orquestra Nacional de Jazz.
.
A 5 de Outubro de 2017, ano em que celebrou o 20º aniversário, foi convidada a participar nas comemorações do aniversário da Implantação da República, no Palácio de São Bento em Lisboa, e recebeu a Medalha de Mérito Cultural do Primeiro-Ministro e do Ministro da Cultura.

Actua regularmente nas salas mais relevantes do país, apresentando-se todos os anos em dois projectos inéditos na Casa da Música. Tem sido convidada para tocar nas principais cidades europeias – foi orquestra residente no Voll Damm Internacional Jazz em Barcelona, ou na Vienna Konzerthaus -, mas também nos Estados Unidos – Blue Note, Carnegie Hall, Iridium, Birdland.
.
A OJM tem direcção artística de Pedro Guedes e foi co-dirigida com Carlos Azevedo até 2021, tendo colaborado com Maria Schneider, Carla Bley, John Hollenbeck, Carlos Bica, Mark Turner, Rich Perry, Fred Hersch, Dee Dee Bridgewater, Maria Rita, Mayra Andrade, Mário Laginha, Peter Evans, Guillermo Klein, Perico Sambeat, Antonio Loureiro, Guinga entre muitos outros.
.
A OJM registou em disco algumas das suas colaborações mais sólidas, editando trabalhos com Chris Cheek, Lee Konitz e Ohad Talmor, Kurt Rosenwinkel, a cantora Maria João, João Paulo Esteves da Silva, Rebecca Martin e Larry Grenadier e Zé Eduardo.

Lançou ainda dois websites – o catálogo discográfico da extinta editora TOAP e o projecto Uma Viagem Pelos Tempos do Jazz – e o livro “Tocamos O Que Nos Apetece” escrito por Paulo Moura.
.
Desde 2018, tem casa na Real Vinícola em Matosinhos, no Centro de Alto Rendimento Artístico (CARA), um espaço que acolhe concertos, ensaios, gravações e iniciativas do Programa Educativo da OJM, bem como projectos multidisciplinares que promovam diálogo entre ciência, tecnologia e arte.
>> Siga: @orquestrajazzdematosinhos
.
.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / Canção popular / MPB / álbum.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske
.

 

.

 

.


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES