segunda-feira, julho 15, 2024

Espetáculo ‘Comunidade’ marca os 15 anos da Cia Perversos Polimorfos

Com o espetáculo inédito “Comunidade”, a Perversos Polimorfos comemora o aniversário de 15 anos da companhia fundada e dirigida por Ricardo Gali. Durante o mês de julho, as apresentações acontecem em dois lugares especiais e significativos para a Companhia: o Greta Galpão, um espaço multidisciplinar e acolhedor, próximo ao metrô Vila Madalena (dias 11, 12 e 14/7), e o Teatro de Contêiner, sede da Cia Munguzá, habitado por muitas linguagens, coletivos, movimentos e grupos, na região da Santa Ifigênia, parceiro de longa data da Perversos Polimorfos (de 17 a 21/7). A sessão de sábado, dia 20/7, contará com recursos de audiodescrição, com AD Adamy.
.
A criação do trabalho parte dos estudos do clássico “A Sagração da Primavera”, obra musical de Igor Stravinsky com coreografia de Vaslav Nijinski, de 1913, que subverteu a estética da época, escandalizou a sociedade da França em sua estreia, e deu origem ao Modernismo na música e na dança. Iniciada em 2021, a pesquisa de ‘Comunidade’ teve ignição na série de entrevistas especiais realizadas pela e para a cia., com Alejandro Ahmed, Ana Teixeira, Eduardo Guimarães, Gal Martins, Rosângela Alves, Sérgio Oliveira, Sylviane Guilherme, Christian Dunker, Suely Rolnik, Dimitra Vulcana, Marina Guzzo e Carolina Bianchi, artistas, pensadores e pesquisadores, que promoviam reflexões sobre o contexto artístico em que estávamos inseridos e a influência de uma pandemia nas futuras criações.

No percurso da pesquisa, a professora e pesquisadora em Dança, Ana Teixeira, e a atriz e educadora Carolina Splendore foram incorporadas ao grupo como colaboradoras, para dar continuidade às provocações, resultando nessa peça que envolve três atos: a festa, o silêncio e o espanto da morte.
.
O numeroso elenco, formado pelos performers Arthur Sebbast, Carolina Canteli, Daniela Moraes, Danielli Mendes, Gustavo Cabral, Lucas Pardin, Maria Emília Gomes e Maurício Alves, dança acompanhado pela trilha sonora de Lourenço Rebetez e a luz de Jo Rios. Ricardo Gali assina o figurino e Marcela Reichelt e Isis Andreatta respondem pela assistência de direção.

revistaprosaversoearte.com - Espetáculo ‘Comunidade’ marca os 15 anos da Cia Perversos Polimorfos
Espetáculo ‘Comunidade’ – da Cia Perversos Polimorfos – foto: Fabio Furtado

15 anos
Nesses 15 anos, a Perversos Polimorfos estreou 10 espetáculos, três filmes apresentados no Brasil e fora do país e ainda conquistou espaço para organizar um Festival. Essa intensa produção aconteceu por meio de prêmios e suportes financeiros para desenvolvimento da pesquisa, como o Programa Municipal de Fomento à Dança, PROAC – Programa de Ação Cultural, Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna, Lei Aldir Blanc, Cultura Inglesa Festival e Prêmio Denilto Gomes. A cia. foi também indicada aos Prêmios Bravo! e Bradesco Prime de Cultura.
.
A estreia do espetáculo ‘Comunidade’ integra uma série de ações culturais, que celebram os 15 anos de existência da Companhia Perversos Polimorfos, neste momento apoiadas pelo Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo.

Ingresso consciente: colaboração entre companhia e público
Núcleo artístico independente dedicado à pesquisa e ao trabalho experimental, sustentado por recursos obtidos de forma colaborativa, para esta temporada a Perversos Polimorfos decidiu promover uma forma de co-produção entre a companhia e o público.
.
Por meio do conceito de Ingresso Consciente, foram disponibilizados ingressos com valores variando entre R$ 0 a R$ 35, para as sessões. Essa iniciativa permite que cada espectador contribua de acordo com suas possibilidades financeiras, tornando o acesso à cultura mais inclusivo e democrático.

Ao adotar essa abordagem, a companhia acaba por criar uma relação mais próxima e significativa com seu público, que não é apenas um espectador passivo, mas um participante ativo na viabilização e na difusão do trabalho. “Essa co-responsabilidade fortalece a conexão entre a companhia e a comunidade, promovendo um senso de pertencimento e engajamento mútuo; além disso, essa forma de financiamento participativo nos permite continuar explorando novas formas de expressão e inovação artística, sem depender exclusivamente de fontes tradicionais de financiamento”, pondera Ricardo Gali, que acredita ser essa uma forma de manter a independência criativa e a capacidade de assumir riscos artísticos, garantindo a oportunidade de oferecer continuamente experiências culturais únicas e impactantes.

revistaprosaversoearte.com - Espetáculo ‘Comunidade’ marca os 15 anos da Cia Perversos Polimorfos
Espetáculo ‘Comunidade’ – da Cia Perversos Polimorfos – foto: Fabio Furtado

FICHA TÉCNICA
Concepção e direção geral do projeto: Ricardo Gali | Performers: Arthur Sebbast, Carolina Canteli, Danielli Mendes, Daniela Moraes, Gustavo Cabral, Lucas Pardin, Maria Emília Gomes e Maurício Alves | Provocação artística: Carolina Splendore | Colaboração: Ana Teixeira, Renan Marcondes e Judson Cabral | Entrevistas conversas sem fim: Alejandro Ahmed, Ana Teixeira, Eduardo Guimarães, Gal Martins, Rosângela Alves, Sérgio Oliveira e Sylviane Guilherme, Christian Dunker, Suely Rolnik, Dimitra Vulcana, Marina Guzzo e Carolina Bianchi | Assistência de direção: Marcela Reichelt e Isis Andreatta | Assistência de produção: Isis Andreata | Trilha sonora: Lourenço Rebetez | Design luz: Jo Rios | Figurino: Ricardo Gali | Produção executiva: Rafael Limongelli | Produção administrativa: Zé Renato – CAIS Produção | Design gráfico: Fernando Bizzari | Registros audiovisuais: Osmar Zampieri | Registros fotográficos: Fábio Furtado e Pedro Balmant | Assessoria de imprensa: Elaine Calux | Audiodescrição: AD Adamy
.
SERVIÇO
Espetáculo “Comunidade” – Cia Perversos Polimorfos
— Julho de 2024 —
Greta Galpão
Endereço: R. Pedro Soares de Almeida, 104 – Vila Anglo Brasileira, São Paulo/SP
dia 11/7 – Quinta-feira às 21h00
dia 12/7 – Sexta-feira às 17h00e 21h00
dia 14/7 – Domingo às 19h00
.
Teatro de Contêiner Mungunzá
Endereço: R. dos Gusmões, 43 – Santa Ifigênia, São Paulo/SP
dia 17/7 – Quarta-feira às 20h00
dia 18/7 – Quinta-feira às 17h00 e 20h00
dia 19/7 – Sexta-feira às 20h00
dia 20/7 – Sábado às 19h00 (Sessão com Audiodescrição)
dia 21/7 – Domingo às 19h00
Ingresso consciente: de R$ 0 a R$ 35 através do link aqui.
Indicação: 14 anos
Duração: 50 minutos
Acessibilidade: sim
Para saber mais: FB @CiaPerversosPolimorfos | IG @ciaperversospolimorfos | Site.

 


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES