sexta-feira, junho 14, 2024

Davi Fonseca lança single ‘Apocalipse à Brasileira’

O pianista, compositor, arranjador e cantor Davi Fonseca lançará no dia 30 de maio nas plataformas digitais, Apocalipse à brasileira, segundo single autoral do disco Viseira, que será lançado no mês de julho. A gravação conta com a participação especial do cantor, compositor e violonista Artur Pádua.

A canção foi inspirada em uma viagem pela Chapada Diamantina, onde o compositor conheceu, após uma queda de bicicleta descendo por uma ladeira de cascalho, o Assentamento Boa Sorte, em que moradores lutam por moradia e reforma agrária. “Me inspirei na força política dos sambas de João Bosco e Aldir Blanc para transformar esta experiência em música”, conta Davi. E continua, “de um lado a ladeira de cascalho virou metáfora para a pandemia, crimes ambientais, rompimentos de barragens e absurdos políticos que vivemos continuamente. Por outro lado, ‘no fim dessa ladeira’ existe otimismo: os moradores do Assentamento Boa Sorte e sua humanidade e força coletiva”.

Para cantar esta história, o músico convidou Artur Pádua, sambista respeitado pela nova e velha guarda. O arranjo começa com um pagode de mesa, com pandeiro, cavaco, caixa de fósforo e violão. À medida que o tema fica mais denso, mais instrumentos entram e a canção ganha peso com metais, bateria, baixo, synths e um coro, transformando a experiência individual em um grito coletivo.
.
Esta música é dedicada ao Celso e à Joilza, personagens do assentamento, assim como todas as pessoas que lutam por moradia digna neste país, seja na cidade ou no campo.
.
O disco Viseira trará um universo que mescla realidade e ficção, em que o compositor utiliza a tradição da literatura oral, especialmente a arte da contação de histórias. Junto com Lucas Filipe Oliveira, seu parceiro nesse trabalho, Davi elabora letras repletas de imagens e metáforas, convidando o ouvinte a visualizar suas canções além de simplesmente ouvi-las. E para enriquecer essas narrativas, o compositor e arranjador reuniu 22 músicos no álbum, cada faixa apresentando uma instrumentação distinta e uma sonoridade única, e buscou destacar a percussão brasileira e sua rica expressividade.

Natural de Belo Horizonte MG), Davi Fonseca é Bacharel em Composição pela UFMG, tem forte atuação no cenário independente de sua cidade, tocando ao lado de músicos como Rafael Martini, Alexandre Andrés, Luiza Brina, PC Guimarães, entre outros. Além disto já trabalhou com grandes nomes da música brasileira, como Elza Soares, Letieres Leite, Mônica Salmaso, Léa Freire, Teco Cardoso, Nelson Ayres, Tiago Costa, Otto e artistas em crescimento no cenário brasileiro e mundial, como Castello, Luedji Luna, Pedro Martins, Lio e Lay Soares, da banda TUYO.
.
Em 2019 lançou seu primeiro disco: Piramba, considerado pela lista Embrulhador o 8º Melhor Álbum Brasileiro do Ano (2019), 3º Melhor Álbum do Mundo (2020) pelo site japonês Música Terra e 12º Melhor Álbum do Mundo pelo site japonês zippu21. No processo de amadurecimento do repertório do disco, o compositor ganhou os Prêmios BDMG Instrumental XVIII (2018) e o Jovem Instrumentista BDMG (2017) com suas composições e arranjos. O disco Piramba foi lançado pelo selo Savassi Festival Records e conta com as participações especiais de Mônica Salmaso, Rafael Martini e Felipe Vilas Boas.

revistaprosaversoearte.com - Davi Fonseca lança single 'Apocalipse à Brasileira'
Capa do single ‘Apocalipse à Brasileira’ • Davi Fonseca • Selo Independente / distribuição ONErpm • 2024

SINGLE ‘APOCALIPSE À BRASILEIRA’ • Davi Fonseca • Selo Independente / distribuição ONErpm • 2024
Canção / compositores
:: Apocalipse à Brasileira, de Davi Fonseca | Participação especial Artur Pádua
– ficha técnica –
Davi Fonseca (piano, órgão hammond e voz) | Artur Pádua (voz) | João Paulo Drumond (surdo, caixa de fósforo, shaker, guiro, agogo, tamborim, triângulo, cuica, repique de mão, pandeiro de nylon, pandeiro de couro) | Yuri Vellasco (bateria) | Paulo Sartori (baixo elétrico) | Lucas Telles (viola caipira, violão de 6 cordas, violão de 7 cordas e violão de aço) | Pablo Dias (cavaquinho) | Pedro Durães (minimoog) | Pedro Mota (trompete e flugelhorn) | João Machala (trombone) | Aldo Bibiano (tuba) | Coral: Carla Machado, Juliana Perdigão, Valéria Braga, Sofia Cupertino, Yara Tanure, Pedro Fonseca e Paulo Sartori || Direção musical e arranjo: Davi Fonseca | Produção musical: Davi Fonseca e Pedro Durães | Engenheiro de gravação: Pedro Durães | Assistente de gravação: Roberto Grande | Mixagem e masterização: Pedro Durães | Estúdio de gravação: New Doors Vintage Keys | Direção de arte: Júlia Filgueiras | Máscara: Mariana Teixeira | Foto: Ciro Thielmann | Vídeos: Ciro Thielmann | Empresário: Octávio Cardozzo | Agência: Peleja Lab | Assessoria de imprensa: Débora Venturini | Selo: Independente | Distribuição digital: ONErpm | Formato: Single digital | Ano: 2024 | Lançamento: 30 de maio | ♪Ouça o single: clique aqui.
.
>> Siga: @davi.fonseca.piano
.
.
.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / MPB / Canção / Single.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske

.

 

.

 

.


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES