segunda-feira, julho 22, 2024

Candice Fiais lança EP ‘Groovy Quimera’

Trazendo uma aura de fantasia embalada pela mistura dançante do rock clássico com pitadas de blues e jazz, a cantora e compositora Candice Fiais lança ‘Groovy Quimera’.
.
O nome do EP reflete a busca por um sonho inalcançável, fazendo referência ao período de isolamento social, quando a esperança de se apresentar e criar música ao vivo parecia distante. “A ideia de gravar o disco veio de um pensamento que tive, no pior momento da pandemia, de como parecia um sonho distante voltar a tocar e fazer música para pessoas e entre pessoas”.

O conceito do disco é amplamente refletido na arte gráfica, desenvolvida pela talentosa ilustradora Evelin Salvatierra. A arte transporta o espectador para um cenário mágico e utópico, cheio de cores vivas e animais quiméricos que não existem na realidade, mas apenas na imaginação. “Nesse cenário utópico, as possibilidades são infinitas, e as pessoas podem se reencontrar e celebrar através de uma música alegre, vibrante e positiva”, destaca a artista.
.
‘Groovy Quimera’ apresenta uma sonoridade cativante, transitando por gêneros como rock, blues, funk e soul. Com sete faixas, sendo cinco em português e duas em inglês. Todas as letras e melodias são de autoria da artista, e duas faixas foram compostas em colaboração com Icaro Britto, seu guitarrista e parceiro musical.

“A ideia de positividade permeou todo o processo de composição, tanto de letras quanto de melodias. Eu queria que este álbum tivesse o efeito de tornar mais feliz o dia de quem o escutasse: como eu desejei me sentir nos momentos mais difíceis da pandemia, e busquei álbuns e músicas que me fizessem sentir dessa forma, e me devolvessem o otimismo e a positividade” diz
.
Jorge Solovera desempenhou um papel fundamental na produção, arranjos e direção musical do EP, trazendo sua experiência para criar um som vibrante e inovador. O EP também conta com participações especiais, incluindo Cândido Neto, que faz um solo de guitarra na faixa “Um Passo à Frente”, e um trio de sopros composto por Lucas Decliê (sax alto), Gleison Coelho (sax tenor) e Matias Traut (trombone) na faixa “State of Love”.
.
O primeiro single do EP, Antes que eu Desapareça, já está disponível no YouTube com um videoclipe dirigido e produzido por Jorge Solovera e Sônia Rauedys. Esta faixa foi a primeira a ser composta para o EP e marcou o início do processo criativo.

revistaprosaversoearte.com - Candice Fiais lança EP 'Groovy Quimera'
Capa do EP ‘Groovy Quimera’ • Candice Fiais • Selo Independente • 2023

EP ‘GROOVY QUIMERA’ • Candice Fiais • Selo Independente • 2023
Canções / compositores
1. No mesmo lugar (Candice Fiais Silva Britto e Icaro Rebouças Britto)
2. Pra lembrar (Candice Fiais Silva Britto)
3. Epifania (Candice Fiais Silva Britto e Icaro Rebouças Britto)
4. State of love (Candice Fiais Silva Britto)
5. Antes que eu desapareça (Candice Fiais Silva Britto)
6. Um passo à frente (Candice Fiais Silva Britto)
7. Little heartbreaks along the road (Candice Fiais Silva Britto)
– ficha técnica –
Candice Fiais (voz e gaitas) | Icaro Britto (guitarras e lapsteel) | Victor Brasil (bateria) | Jorge Solovera (guitarras, teclados, piano, percussão, violão, baixo) | Jorge Solovera (banjo em ‘Pra Lembrar’) | Icaro Britto, Cândido Neto, Jorge Solovera (Solos em ‘Um passo à frente’) | Lucas Decliê (sax alto em ‘State of Love’) | Gleison Coelho (sax tenor em ‘State of Love’) | Matias Traut (trombone em ‘State of Love’) || Produção musical, arranjos e mixagem: Jorge Solovera | Técnico de gravação: Cândido Neto no 818 estúdios | Masterização: Neto Grous – Absolute Master | Projeto gráfico / arte de capa: Evelin Salvatierra | Fotografia do encarte: Uanderson Brittes | Lettering da capa: Johanna Gaschler (o lápis) | Assessoria de imprensa: Matheus de Paula / Assessoria Bianco | Selo: Independente | Formato: Cd / Digital | Ano: 2023 | Lançamento: 1 de outubro | #* Ouça o álbum: clique aqui / no Youtube.

revistaprosaversoearte.com - Candice Fiais lança EP 'Groovy Quimera'
Candice Fiais – foto © Uanderson Brittes

FAIXA A FAIXA ASSINADO POR CANDICE FIAIS
1. No mesmo lugar
A faixa foi composta em parceria com o guitarrista Icaro Britto e é marcada por riffs dobrados de guitarra e gaita. A sonoridade é vibrante e remete a uma atmosfera de rock clássico, inspirada em bandas como Cream, Mountain, e Jeff Beck Group, expoentes da transição do blues-rock entre as décadas de 60 e 70. A letra aborda a necessidade de se movimentar pra sair de um estado de acomodação e fazer as coisas acontecerem, ao invés de esperar que alguém faça por você ou que as oportunidades caiam no seu colo. A ideia de que você é quem deve criar suas próprias experiências. A música, apesar de ser a primeira do disco, foi uma das últimas a serem escritas, a bordo de uma motocicleta durante uma viagem de 30 dias de Salvador-BA a Bariloche- Argentina em novembro de 2022. A letra reflete também essa experiência típica de uma viagem de moto, em que as programações precisam ser alteradas a todo momento, numa analogia com a vida e seus imprevistos que te fazem recalcular a rota e os aprendizados que você extrai disso.
.
2. Pra lembrar
É uma canção soft rock, com influência de country music, com arranjos permeados por banjo, percussões e frases e solos melodiosos de guitarra, bastante influenciada pela sonoridade de bandas como Tedeschi Trucks Band e Allman Brothers. Foi composta na fase final da pandemia, já no início da retomada de contato entre as pessoas, escrevi ela em um dos primeiros passeios pós-isolamento, que fiz a Itacaré-BA. Naquele momento eu estava desfrutando intensamente de cada paisagem pelo caminho, cada cheiro, cada céu estrelado, com muita sede acumulada de viver e ver o mundo lá fora. E de tocar e me aproximar das pessoas, após precisarmos manter distância de todos por quase 2 anos inteiros. E me dei conta de como essa privação me fez valorizar ainda mais cada experiência, pois ficou bem claro que não fazemos ideia de como será o dia de amanhã. E acabamos esquecendo de valorizar as coisas simples da vida por achar que estará tudo sempre ao nosso fácil alcance. “Mas talvez a dor sirva pra lembrar(…) ” que as coisas não são exatamente assim. Hoje está tudo ótimo, e de repente, pode não estar mais. A melhor hora de fazermos tudo que temos o desejo de fazer não é outra senão agora.

3. Epifania
A faixa mescla elementos do funk, pop e rock, e conta com guitarras e pianos groovados coroados por um solo visceral de gaita. A letra aborda um momento de iluminação e inspiração, no qual todas as questões se esclarecem através de um vislumbre mágico, uma experiência sensorial que não pode ser explicada, só sentida, apenas por quem tiver empatia e sensibilidade suficientes para alcançá-la. Foi mais uma parceria com Icaro Britto e é a faixa que mais reflete o conceito da arte gráfica e do nome do álbum, Groovy Quimera. É uma faixa cheia de groove e com a letra repleta de recursos visuais que nos transportam pra aquele universo colorido, imaginário, iluminado, de vida em sua máxima plenitude. É uma mensagem de boas novas, anunciando a chegada de coisas belas e felizes, e também um convite à abstração.
.
4. State of Love
A faixa, escrita em inglês, é uma balada soul-rock, que conta com um luxuoso naipe de sopros (com um belíssimo arranjo de Jorge Solovera) e solos de guitarra repletos de sentimento. A letra aborda a necessidade urgente de resgatarmos a cultura do amor, da paz, da solidariedade, num mundo que afunda cada vez mais nas teias irracionais do ódio e nas trevas da desinformação (“Let’s brighten up the day and cast away the lies…”) A música convida a “refundar o Estado do Amor”, e, a quem se identifica com a causa, a adotar uma postura mais assertiva e enérgica, interrompendo um período de perigosa tolerância com figuras nefastas que vimos ao longo dos últimos anos ascendendo ao poder e pregando violência e desunião entre as pessoas. A mensagem da música é positiva, de esperança, mas é de luta também. Pra gente tomar as rédeas e não permitir que a cultura do ódio se instale de vez em nossa sociedade.
.
5. Antes Que Eu Desapareça
Foi a primeira faixa composta para o disco, e também o primeiro single lançado. Escrita ainda durante a pandemia, mas já após a descoberta da vacina e o surgimento da perspectiva de retomada da normalidade, embora ainda envolta em muitas incertezas (“Eu não sei se as coisas vão voltar ao que eram antes…”). Ela aborda também a reflexão sobre a vida antes e depois dessa experiência traumática da sociedade e o impacto disso em como alteramos a medida de relevância das coisas, dos planos que fizemos um dia e que pouco significam diante de um cenário tão inesperado, arrebatador e transformador da realidade. Ela conta com um belo solo de lapsteel, costurando a canção, que é uma balada blues.

6. Um Passo à Frente
É o “blues mais raiz” do disco, um shuffle inspirado na sonoridade Texas Blues do Stevie Ray Vaughan. Na letra, eu quis abordar a importância de confiar no seu próprio potencial, buscar a força individual de cada um e manter a resiliência diante dos nãos e dos tombos que a gente leva pelo caminho. E questionar algumas supostas verdades que as pessoas nos impõem, às vezes com o objetivo de se auto enaltecer e de nos diminuir. Todo mundo te disse não? Beleza, você vai lá e faz sua própria revolução a partir disso. Abaixar a cabeça, jamais. A música conta com solos de 3 guitarristas, Icaro Britto, Jorge Solovera e o guitarrista convidado, Cândido Neto.

7. Little Heartbreaks Along The Road
É um blues rock com influências de country rock, segunda composição em inglês do disco, que fala de amor e de reconstrução a partir dos cacos dos corações quebrados que a gente acaba experimentando e vai juntando pelo caminho. É uma música que aborda o amor pelo outro e o amor e cuidado consigo mesmo também. É sobre esses dois sentimentos se autocompletando pra criar um ambiente mental e emocional positivo. Sobre a transformação de experiências passadas que não foram boas, em bases para a construção de uma estrutura bela e sólida, que a longo prazo nos dê força e até conforto. Sobre evoluir e ressignificar perdas, medos, frustrações passadas. É a reflexão final do disco e por isso foi escolhida pra fechar a sequência das 7 canções do álbum.

revistaprosaversoearte.com - Candice Fiais lança EP 'Groovy Quimera'
Candice Fiais – foto © Uanderson Brittes

Sobre Candice Fiais
Expoente da cena blues local, a cantora e compositora Candice Fiais passeia pelas atmosferas do soul, blues, folk e pop com leveza e feminilidade em suas apresentações, nas quais, além de cantar, toca gaita, violão e piano. O seu som se traduz na abordagem própria de um gênero onde, a nível local e nacional, ainda predominam os frontmans masculinos. Candice conduz uma banda de músicos experientes, formada por Icaro Britto na guitarra, Carlos Pereira no baixo acústico, e Jorginho Brasil na bateria. Com experiência em apresentações ao vivo desde 2008, quando tocava com a sua banda de pop rock, a Anacê, a cantora e compositora já se apresentou em diversos locais do circuito cultural baiano: Teatro Gamboa, Teatro Moliére (Aliança Francesa), Teatro Eva Herz (Livraria Cultura, onde lançou o seu disco para casa cheia), Portela Café, B23, etc, além de diversas participações em shows de outros artistas baianos da cena independente, como Álvaro Assmar, Júlio Caldas, Banda Terráquea, Luiz Rocha, dente muitos outros. Em 2015 lançou o seu primeiro disco solo, o Blues Azuis, com, 10 canções autorais, cuja sonoridade remete ao soul, blues, country e folk, explorando solos de guitarra e gaita, harmonias de vozes e performances vocais viscerais; suas composições, classificadas por alguns veículos de mídia como “pop-blues”, já figuraram em mais de uma ocasião entre as finalistas do Festival de Música da Educadora, e são executadas com frequência na programação da rádio local.
.
Em seus shows, Candice traz no repertório canções autorais do seu primeiro disco, versões de grandes nomes do blues, jazz, country e soul internacional, como Aretha Franklin, Norah Jones, Koko Taylor, Johnny Cash e Frank Sinatra, além de composições novas do seu próximo disco que atualmente está em fase de pré-produção.
.
O trabalho musical de Candice foi elogiado pelo público e crítica especializada, encontrando ressonância no cenário blues nacional, já tendo a artista concedido entrevistas a diversos canais de comunicação fora do estado. Atualmente Candice está em fase de pré-produção de seu novo disco, lançou o primeiro single em maio/2022.
.
>> Candice Fiais na rede: Instagram | Facebook | Youtube
.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / rock clássico / blues / jazz / EP.
Publicado por ©Elfi Kürten Fenske


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES