sexta-feira, junho 14, 2024

Cadu Ribeiro e Arthur Favela lançam o álbum ‘Talho’

Cantores e compositores lançam disco de 12 faixas com sambas autorais no dia 20 de outubro nas plataformas digitais. O show de lançamento será no dia 24 de outubro na Casa de Francisca, centro de São Paulo. O trabalho conta com as participações especiais de Moyseis Marques e Juliana Amaral
.
Fruto de uma bem azeitada relação de amizade e parceria musical, Talho é o primeiro disco do duo Cadu Ribeiro e Arthur Favela, dois cantores e compositores conhecidos entre as boas rodas de samba de São Paulo.
.
Cadu Ribeiro é integrante e fundador do Trio Gato com Fome, grupo devoto do samba em seus variados gêneros – em especial o samba de gafieira e o samba-de-breque, formado em 2006 com Gregory Andréas (cavaquinho) e Renato Enoki (violão 7 cordas). Com três discos lançados, (o primeiro, Trio Gato com Fome, tem participações especiais de Osvaldinho da Cuíca, Rolando Boldrin, Canarinho, Milton Mori e Ulisses Costa), o trio foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira como melhor grupo de samba em 2016 por seu segundo álbum, Em busca dos sambas de Raul Torres, e em 2020 lançou Sedento, arrancando elogios de público e crítica por seu balanço, irreverência e sofisticação nos arranjos e letras das composições.

Arthur Favela tem uma trajetória de quase 20 anos de samba à frente de projetos e rodas de samba como Samba de Quarta e Anhanguera dá Samba!, trazendo nomes como Wilson das Neves, Nei Lopes, Moacyr Luz, Gisa Nogueira, entre outros. Parceiro de nomes importantes do estilo como Carlinhos Vergueiro e Douglas Germano, lançou em 2022 os singles “Pra nação se levantar” e “Meu samba vai buscar”, com Maurinho de Jesus.
.
É Favela quem dá a pista do que vem por aí: “Nos conhecemos tocando nos bares, trocamos figurinhas e influências musicais e jogamos futebol juntos, até que fomos amadurecendo a ideia de uma parceria e um projeto conjunto se estabeleceu”, conta. Cadu complementa: “No final do ano passado sentimos a necessidade de fazer um show para apresentar esse repertório que até então estava só na gaveta. Convidamos músicos talentosíssimos, criamos arranjos, desenvolvemos as concepções musicais, e a partir desse momento tivemos a absoluta certeza de que esse trabalho precisava ser registrado em disco”, diz ele.

O trabalho, com doze faixas inéditas e autorais, foi produzido em um momento difícil no país e no mundo: “Um período de rompimento e afastamento, em especial, das relações humanas, tanto pela polarização política quanto pela crise sanitária que se abateu sobre o Brasil. Direcionamos sentimentos como medo, angústia e incertezas para nosso processo criativo e transformamos tudo isso em alegria, esperança e reencontro”, explica Favela.
.
Entre sambas tradicionais e, outros mais modernos e arrojados, com arranjos assinados por João Poleto, a dupla junta o violoncelo (Adriana Lombardi), flauta, saxofone (João Poleto) e bateria (Douglas Alonso) ao tradicional uso de instrumentos como cavaquinho (Gregory Andreas) e violão (Paulo Ribeiro), comuns ao universo do samba, forjando assim uma identidade musical singular ao álbum.

“Talho” dá nome ao disco e é a primeira música do álbum: “Ela resume todo o contexto, o corte aberto que separou o país e impediu qualquer tipo de diálogo”, conta Cadu. Já “Tempo dos poetas”, a primeira música que compuseram juntos, “vislumbra um futuro possível, de afeto, poesia e paz. Não à toa, uma abre e outra fecha o disco. Ela também conta com mais um parceiro, Gregory Andreas, que toca cavaquinho.. A faixa traz também a participação especial de um dos maiores talentos da nossa geração, o cantor e poeta carioca Moyseis Marques”, complementa ele. Além destas, destaques para “Nossa canção”, que conta com a participação da cantora Juliana Amaral, “Quase”, cuja letra, repleta de ironia, brinca com a dualidade sorte/azar, “Gangrena” e “Coração Calejado”.

revistaprosaversoearte.com - Cadu Ribeiro e Arthur Favela lançam o álbum 'Talho'
Capa do álbum ‘Talho’ • Cadu Ribeiro e Arthur Favela • Selo Independente distribuição Agente Digital • 2023

DISCO ‘TALHO’ • Cadu Ribeiro e Arthur Favela • Selo Independente / distribuição Agente Digital • 2023
Canções / compositores
1. Talho (Cadu Ribeiro e Arthur Favela)
2. Feito o sol (Cadu Ribeiro e Arthur Favela)
3. Quase (Cadu Ribeiro e Arthur Favela)
4. Mesmo sem ser feliz (Cadu Ribeiro e Arthur Favela)
5. Nossa canção (Cadu Ribeiro e Arthur Favela) | Participação especial Juliana Amaral
6. Saia de cetim (Cadu Ribeiro e Arthur Favela)
7. Coração calejado (Arthur Favela e Cadu Ribeiro)
8. Gangrena (Arthur Favela e Cadu Ribeiro)
9. Por Deus (Cadu Ribeiro e Arthur Favela)
10. Só um pouquinho (Cadu Ribeiro, Arthur Favela e Bruno Ribeiro)
11. Vício (Cadu Ribeiro e Arthur Favela)
12. Tempo dos poetas (Cadu Ribeiro, Gregory Andreas e Arthur Favela) | Participação especial Moyseis Marques
– ficha técnica –
Arthur Favela (voz) | Cadu Ribeiro (voz, tamborim e caixinha) | João Poleto (flauta e sax) | Gregory Andreas (cavaquinho) | Paulo Ribeiro (violão) | Adriana Lombardi (violoncelo) | Douglas Alonso (bateria, atabaques, agogô, ganzá, tamborim e prato) | Coro: Flora Poppovic, Juliana Amaral, Gregory Andreas e Alfredo Castro | Músicos convidados Alfredo Castro (repique de anel, cuíca, reco-reco e tamborim) | Eliezer Tristão (tuba) | Participações especiais: Juliana Amaral (voz) | Moyseis Marques (voz) | Direção musical: João Poleto | Arranjos: João Poleto (fx. 1-12, exceto fx. 7 / Gregory Andreas (fx. 7) | Gravação, mixagem e masterização: Beto Mendonça | Gravado no Estúdio 185 – abril e maio de 2023 | Fotos: Mery Esposi | Capa e arte gráfica: Bruno Conde Basso | Assessoria de imprensa: Cristiane Batista | Selo: Independente | Distribuição: Agente Digital | Formato: CD / Digital | Ano: 2023 | Lançamento: 20 de outubro | #* Ouça o álbum: clique aqui.
.
.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / Canção popular / samba / álbum.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske

.


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES