sexta-feira, julho 19, 2024

Álbum ‘Alegria de Viver’, do violonista e compositor Lula Galvão

O Universo Musical do Lula Galvão
Lula Galvão (Brasília, 1962), violonista, guitarrista, arranjador e compositor. Aos nove anos, ganhou de seu pai o primeiro violão. Os amigos pediam para ele parar de tocar, pois fazia barulho o dia inteiro. O banheiro de casa, seu primeiro estúdio de ensaio: bela acústica! De formação inicialmente autodidata, teve rápidos contatos com alguns professores brasilienses, dentre eles: Luciano Flemming e Paulo André Tavares, que prontamente identificaram seu talento nato e a disciplina necessária para fazer dele o músico admirado em todas cidades e países por onde se apresenta, reconhecido tanto pelas plateias como pela crítica especializada. Desde cedo dedicou-se intensamente ao instrumento, somando experiências bastante ecléticas inicialmente: Clube do Choro, bandas de rock’roll, jazz e muita bossa nova influência direta de seus dois irmãos mais velhos: o genial baterista Zequinha Galvão, falecido (1996), e o contrabaixista, compositor contemporâneo e maestro Carlos Galvão, também falecido (2009) – música, aliás, é a chama acesa desta família de instrumentistas, que segue já em sua segunda geração.
.
A inventiva originalidade de sua maneira de tocar e o modo jazzístico de improvisar, aliam-se ao desenho mágico de seus solos impressionantes, sem deixar escapar também a qualidade de seus arranjos de base e para orquestra, cujo colorido harmônico revela ao mesmo tempo o casamento da mais preciosa brasilidade com o refinamento das mais belas interpretações absolutamente universais. O somatório de tantos atributos, é certamente responsável pela extensa agenda de shows e gravações desse extraordinário musicista, somente comparável à enorme diversidade de suas participações, em palco e estúdios, nos trabalhos de grandes vultos de nossa música, tais como: Rosa Passos, Leila Pinheiro, Joyce Moreno, Gal Costa, Ivan Lins, Caetano Veloso, Chico Buarque, Zé Renato, Cláudio Roditi, Paula e Jaques Morelenbaum, Guinga, Ron Carter, Wagner Tiso, Edu Lobo, Frank Gambale, Didier Lockwood, Cristovão Bastos, Léo Gandelman, Jorge Helder, Hamilton de Holanda.

Além de atuar como interprete e compositor, ministrou diversos workshops no Brasil e no exterior, incluindo Escola de Música de Brasília, Itajaí, Tatuí, Monash University (Melbourn), Conservotory of Amsterdam e Conservatory of Utrecht (Holanda), além de instituições no Japão e na Itália.
.
Em 1997, gravou o CD “Rosa Passos e Lula Galvão”, com a grande cantora, compositora e violonista, realizando uma homenagem a Ary Barroso (Velas). Em 2009, lançou o CD “Bossa da Minha Terra”, pela Biscoito Fino / “Bossa of my land” pela Groovin High, lançado no Brasil e Japão, contando com as participações especiais de Rosa Passos, Claudio Roditi e Maurício Einhorn, além dos músicos Fernando Moraes, Rafael Barata, Sérgio Barrozo, Idriss Boudrioua e Raul de Souza, com produção de Jacques Muyal. No final de 2016, gravou o seu primeiro CD de violão solo “Alegria de Viver” no Hansahaus-Studio, em Bonn, na Alemanha, as gravações foram comandadas pelo engenheiro de som: Klaus Genuit, ganhador de quatro Grammys. Disco lançado pelo selo Jazzline, em 2019. Em 2022 saiu o álbum ‘Flor do Milênio’ Jaques Morelenbaum CelloSam3aTrio – com Lula Galvão e Rafael Barata, pelo selo SESC SP.

revistaprosaversoearte.com - Álbum 'Alegria de Viver', do violonista e compositor Lula Galvão
Capa do álbum ‘Alegria de viver’ • Lula Galvão • Selo Jazzline • 2019

DISCO ‘ALEGRIA DE VIVER’ • Lula Galvão • Selo Jazzline • 2019
Músicas/compositores
1. Maracangalha (Dorival Caymmi)
2. Céu e mar (Johnny Alf)
3. Radamés e Pelé (Tom Jobim)
4. Zanzibar (Edu Lobo)
5. Carinhoso (Pixinguinha e Braguinha)
6. Rapaz de bem (Johnny Alf)
7. Jorge do fusa (Garoto)
8. Alegria de viver (Luiz Eça)
9. Brigas nunca mais (Tom Jobim)
10. Di menor “Suíte Leopoldina” (Guinga e Celso Viáfora)
– ficha técnica –
Lula Galvão (violão) | Gravado, mixado e masterizado: Klaus Genuit / Hansahaus Studios Bonn | Arte de capa: Knut Schottenldreier | Fotos: Lutz Voigtlander | Selo: Jazzline Delta Music (Alemanha) | Cat.: N77058 | Formato: CD | Ano: 2019 | #* Ouço o álbum: Spotify | Apple Music | Deezer | Youtube.
——–
Sobre o álbum
LIMA, Irlam Rocha. Lula Galvão lança primeiro disco solo da carreira. In: Correio Braziliense, 1.11.2018. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023).
PAULINO, Conrado. O disco Alegria de Viver, do violonista Lula Galvão, é analisado faixa por faixa por Conrado Paulino. In: Violão Brasileiro, 29.10.2020. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023)

RÁDIO CÂMARA. “Alegria de Viver”, de Lula Galvão [Direção e apresentação: Carmen Delpino / Produção: Caio Guedes]. In: Rádio Câmara, 9.12.2018. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023)
.
Leia também:
Rosa Passos e Lula Galvão fazem leitura de voz e violão para clássicos da música brasileira em álbum homônimo (2023).

revistaprosaversoearte.com - Álbum 'Alegria de Viver', do violonista e compositor Lula Galvão
Lula Galvão – foto  © Lucas Ayub Martins

Mais sobre Lula Galvão
AFIUNE JÚNIOR, Felício José. Mestre gamela: trajetória e reflexões sobre uma escola de violão popular. (Dissertação Mestrado em Música). Universidade Federal de Goiás, Goiânia, UFG, 2019. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023).

FARIA, Nelson. Um Café Lá em Casa com Lula Galvão e Nelson Faria. In: Um Café Lá em Casa, 2 de fevereiro de 2017. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023)
LAURETTI, Patrícia. Exploração de tensões sonoras marca violão de Lula Galvão, aponta estudo. In: Jornal da Unicamp, 19.10.2018. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023).
MELO, Davi; CASTELLO BRANCO, Marta. Idiomatismo violonı́stico e construções identitárias na Obra de Lula Galvão. In: Revista Vórtex, Curitiba, v.8, n.3, p. 1-24, 2020. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023).
POLO, Victor Rocha. O violão e a guitarra de Lula Galvão: um estudo sobre sua atuação musical em diferentes formações instrumentais. (Dissertação Mestrado em Música). Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes, UNICAMP, 2018. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023).
POLO, Victor Rocha. Recursos adotados por Lula Galvão em solos improvisados: análise a partir do procedimento de “comparação entre objetos”, semelhante ao proposto
por Philip Tagg. In: XXX Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música – Manaus – 2020. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023).
POLO, Victor Rocha. “Voz e pinho”: recursos utilizados por Lula Galvão em duas gravações na formação de voz e violão. In: Anais do VI SIMPOM, n. 6, 2020. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023)
POLO, Victor Rocha. O uso do intervalo de segunda menor por Lula Galvão sobre diferentes tipologias de acordes, em contextos de acompanhamento. In: XXIX Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música – Pelotas – 2019. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023)
POLO, Victor Rocha. A guitarra de Lula Galvão em “Par Constante” (Guinga). In: XXVII Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música – Campinas – 2017. Disponível no link. (acessado em 17.6.2023).
.
>> Lula Galvão na RedeInstagram | Facebook | Youtube | Spotify | Apple Music | Deezer | O Universo Musical do Lula Galvão.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / Música Instrumental.
Publicado por ©Elfi Kürten Fenske


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES