sábado, junho 15, 2024

Theodoro Nagô lança o terceiro disco com canções que celebram o amor preto

Theodoro celebra o amor preto em seu terceiro e homônimo álbum. Projeto, resultado de uma colaboração especial com o grupo A Timeline, dialoga diretamente com mpb, r&b e jazz. Jota.pê está entre as participações
.
O cantor e compositor Theodoro divulga seu terceiro e homônimo disco. Neste projeto, a estética serve de suporte para que, por meio de negras melodias, o artista solte sua voz – doce e precisa – para cantar o amor preto.
.
“Falar e cantar o amor a partir da perspectiva de um homem preto é de alguma forma dialogar com os meus sobre o que nos foi negado. Inúmeras vezes fui apontado e lido como um cara durão. Outras, de fato, tive que ser para não sucumbir. Mas tenho me permitido ser cada vez mais sensível e vulnerável a tudo o que me atravessa. Essa é a minha verdadeira essência. E são nessas características, como as citadas, e que muitas vezes são vistas pela sociedade como ponto fraco para um homem, que eu encontro combustível para seguir me transformando e também me inspirando.

Entendo que este álbum não tem a premissa de ser a cura para algo ou alguém, até porque todas as músicas são em primeira pessoa e nasceram de situações e relações vividas por mim. Mas se com o seu conteúdo afetuoso pudermos ser antídoto contra algumas reproduções, acredito contribuir para essa conversa e transformação”.
.
“Theodoro” é resultado da colaboração com o trio A Timeline, cuja pesquisa é dedicada em investigar a música de raiz tradicional das culturas de matriz e sua fusão com as sonoridades urbanas, reverenciado o passado, pensando sua expansão e integração com o futuro. A Timeline é formada por Kauê Caldas (bateria e programações), Lucas Cirillo (gaita, gaita MIDI) e Vitor Arantes (teclados e programações).
.
Ao todo, o registro apresenta 11 faixas que dialogam diretamente com a mpb, r&b e jazz. Uma a uma, são conduzidas, juntamente com A Timeline, pelo baixo de Robinho Tavares, guitarras de Mackson Kennedy, violões de Danilo Silva, vocais de Yasmin Olí e percussões de Ricardo Braga. Jota.pê faz participação especial em ‘Entrelace’.

As canções que somam o trabalho são guiadas pelas raízes do violão, nutridas pelas claves ancestrais que servem como base para os arranjos rítmicos e melódicos que se combinam entre sons tocados ao vivo e elementos programados, criando uma estética confortável para expressar o afeto de forma sensível e delicada.
.
O álbum nasceu de um encontro criativo. “Eu, Xênia França, a Timeline e alguns outros compositores nos juntamos em um camping de composição. Foi aí, então, que no meio de um papo, ela (Xênia) levantou a bola… “Porque vocês não fazem um disco juntos?”. Pronto, já estava posto. Entendemos que a inventividade da Timeline, somada às letras e músicas que eu tinha, nos traria algo interessante”, destaca Theodoro.
.
O disco foi gravado pelo O&O Studios e conta com a engenharia sonora e mixagem do talentoso Frederico Pacheco, conhecido por seu trabalho com Luedji Luna, Assucena, Romulo Fróes, Caixa Cubo, entre outros artistas renomados. A master ficou por conta de Maurício Gargel, cujo portfólio inclui nomes como Anitta, Criolo, Emicida, Liniker e mais.

 

revistaprosaversoearte.com - Theodoro Nagô lança o terceiro disco com canções que celebram o amor preto
Capa do álbum ‘Theodoro’ • Theodoro Nagô e A Timeline • Dorsal Musik • 2023 – foto ©Ádima Macena

DISCO ‘THEODORO’ • Theodoro Nagô e A Timeline • Dorsal Musik • 2023
Canções / compositores
1. Estrela do oriente (Theodoro Nagô)
2. Ultimo verão (Theodoro Nagô)
3. Plano astral (Theodoro Nagô)
4. Saudade (Theodoro Nagô)
5. Entrelace (Theodoro Nagô)
6. Teu par (Theodoro Nagô)
7. Notívago (Theodoro Nagô)
8. Morar em você (Theodoro Nagô)
9. Samba pro amor atemporal (Theodoro Nagô)
10. Emoldurada (Theodoro Nagô)
11. 2 de fevereiro (Theodoro Nagô)
– ficha técnica –
Theodoro Nagô (vocal – fx. 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11; violão – fx. 1, 5, 8, 9, 10, 11; guitarra – fx. 10) | Jota.Pê (vocal – fx. 5) | Vitor Arantes (teclados – fx. 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11) | Danilo Silva (violão – fx. 4, 7) | Mackson Kennedy (guitarra – fx. 2, 3, 6) | Robinho Tavares (baixo – fx. 2, 3, 4, 5, 6, 7, 10, 11) | Lucas Cirillo (gaita – fx. 3, 6, 11) | Kau Caldas (bateria – fx. 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 11) | Riccardo Braga (percussão – fx. 4, 11) | Yasmin Olí e Jota.Pê (coro – fx. 4) | Yasmin Olí (coro – fx. 11) | Kau Caldas e Lucas Cirillo (programações – fx. 8, 9, 10)  | Produção musical: A Timeline, formado por Lucas Cirillo, Kaue Moro Caldas e Vitor Arantes Mathias | Direção criativa: Taís Valença, Lucas Cirillo e Theodoro Nagô | Gravação e mixagem: Frederico Pacheco, no estúdio O&O Studios | Masterização: Mauricio Gargel | Fotos: Ádima Macena | Design gráfico: Thiago Oliveira Lima | Produção: Mariana Rocha e Alakoro Produções | Figurinistas: Patrícia Ferreira e Taís Valença | Figurino: Arara Criativa | Beleza: Mari Carom | Hair style: Bilico Barber | Jóias: Carlos Penna | Assessoria de imprensa: Yasmim Bianco | Selo e distribuição digital: Dorsal Musik | Formato: CD digital | Ano: 2023 | Lançamento: | #* Ouça o álbum: Youtube | Spotify | Deezer.
.
>> Theodoro Nagô na rede: Instagram | Youtube | Myurls.
>> A Timeline na rede: Instagram | Youtube | Facebook.

revistaprosaversoearte.com - Theodoro Nagô lança o terceiro disco com canções que celebram o amor preto
Theodoro Nagô – foto ©Ádima Macena.

Série: Discografia da Música Brasileira / MPB / R&B / JAZZ / Canção.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES