O Jogo da Imitação | The Imitation Game - direção: Morten Tyldum (2014)

É fato: é difícil amar uma pessoa com TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade). Você nunca sabe o que dizer. É como caminhar por um campo minado. Você anda na ponta dos pés, sem saber qual passo (ou palavra) pode causar uma explosão emocional.

A partir de explosões emocionais para extremos opostos, pessoas com TDAH têm vários comportamentos que podem danificar um relacionamento. TDAH é um distúrbio misterioso de opostos e extremidades. Por exemplo, quando se trata de concentração, as pessoas com TDAH não conseguem se concentrar quando estão emotivas ou quando a sua mente está distraída. No entanto, quando elas estão interessadas em um assunto específico, são abstraídas de tal forma que é difícil tirá-las de lá. Iniciar um projeto é um desafio, mas parar um projeto é um desafio ainda maior.

O verdadeiro amor é incondicional, mas o TDAH apresenta situações que testam os limites de seu amor. Independente se é o seu filho(a), namorado(a), esposo(a) ou noivo(a), o TDAH testa qualquer relacionamento. A melhor maneira de você alcançar a paz na vida de ambos é aprender uma nova maneira de pensar para lidar com a montanha-russa emocional que o TDAH traz durante todo o dia, todos os dias.

Entender o que uma pessoa com TDAH sente vai ajudá-lo a ser uma pessoa mais paciente, tolerante, compassiva e amorosa. Seu relacionamento será mais agradável e pacífico. Isto é o que acontece na mente de uma pessoa com TDAH.

20 Coisas para Lembrar se você ama uma pessoa com TDAH:

1 – Eles tem uma mente ativa

O cérebro TDAH não para. Não tem interruptor. Não tem descansos que fazem parar. Este é um fardo que tem de aprender a lidar.

2 – Eles escutam, mas não assimilam o que é dito

Uma pessoa com TDAH olha para você, ouve suas palavras, vê seus lábios se movendo, mas após as primeiras cinco palavras a sua mente está viajando. Eles ainda podem escutar você falando, mas seus pensamentos estão no espaço sideral. Eles estão pensando em como seus lábios se movem ou como o seu cabelo está despenteado.

3 – Eles têm dificuldade em permanecer na tarefa

Em vez de manter o foco no que está na frente deles, pessoas com TDAH olham para a cor da tinta na parede, por exemplo. Como caminhar por um labirinto, eles começam a se mover em uma direção – mas ficam mudando de direção para encontrar a saída.

4 – Eles facilmente sofrem de ansiedade

Como pensadores profundos, as pessoas com TDAH são sensíveis ao que acontece ao seu redor. Estar em um restaurante barulhento pode parecer estar na primeira fileira de um show do Metallica. A menção de uma notícia deprimente pode colocá-lo em um modo de “fim-de-mundo”.

5 – Eles não conseguem se concentrar quando estão emotivos

Se há algo preocupante acontecendo, ou se está chateada, uma pessoa com TDAH não consegue pensar em outra coisa. Isso faz com que a concentração no trabalho ou uma conversa em situações sociais sejam quase impossíveis.

6 – Eles se concentram muito intensamente

Quando as portas de sua mente abrem, a pessoa com TDAH mergulha como um mergulhador em um oceano profundo.

7 – Eles têm dificuldade em parar uma tarefa quando estão abstraídos

E sob o oceano profundo é onde permanecem por horas. Mesmo quando estão ficando sem oxigênio, se estão apreciando a vista, não sobem para a superfície até que estejam quase sem ar.

8 – Eles não são capazes de regular suas emoções

Para uma pessoa com TDAH, suas emoções voam ao acaso, fora de proporção e não podem ser contidas. O emaranhado de fios de seu cérebro brilhante faz com que seja difícil processar pensamentos e sentimentos. Eles precisam de mais tempo para ter os seus sistemas ativos e funcionando corretamente.

9 – Eles têm explosões verbais

Suas emoções intensas são difíceis de regular. Uma vez que eles impulsivamente dizem o que pensam, muitas vezes dizem coisas que mais tarde se arrependem. É quase impossível para eles verificar suas palavras antes de pronunciá-las.

10 – Eles sofrem de ansiedade social

Sentem-se desconfortáveis sabendo que são diferentes. Pessoas com TDAH estão normalmente sentindo-se assim em situações sociais. Elas estão com medo de dizer algo estúpido ou reagir de forma inadequada. O silêncio é mais seguro.

11 – Eles são profundamente intuitivos

Para as pessoas com TDAH, a superfície é uma camada exterior invisível que elas penetram. Elas podem ver além. Este é o aspecto mais agradável do TDAH. Este recurso de inspiração é o que os torna gênios criativos. Os inventores, artistas, músicos e escritores prosperam nesta área.

12 – Eles pensam de uma forma original

Outro aspecto maravilhoso de TDAH é que, porque pensam de forma diferente, suas mentes abstratas veem soluções para os problemas que um pensador normal não pode ver.

13 – Eles são impacientes e inquietos

Irritado facilmente, eles querem que as coisas aconteçam imediatamente. Constantemente em movimento, brincando com o telefone, enrolando o cabelo, ou sacudindo a perna para cima e para baixo; uma pessoa com TDAH exige essa ação. Para ela, é uma atividade relaxante e zen.

14 – Eles são fisicamente sensíveis

A caneta pode pesar na mão. Fibras no tecido que a maioria das pessoas não percebe pode ser coceira. A cama está cheia de buracos. A comida tem texturas que não podemos imaginar. Como no conto “A Princesa e a Ervilha”, você pode perceber uma ervilha sob vinte colchões.

15 – Eles são desorganizados

Seu método favorito de organização são pilhas. Após a conclusão de uma tarefa, os documentos relacionados a ela são colocados numa pilha, onde permanecem até que esteja muito grande. Isso é quando a pessoa com TDAH torna-se oprimida, frustrada, e faz a limpeza. Pessoas com TDAH têm de ter cuidado para não acumular lixo. Para uma pessoa com TDAH é difícil manter as coisas em ordem porque seu cérebro não funciona de forma ordenada.

16 – Eles precisam de espaço para caminhar

Ao falar ao telefone ou em uma conversa, as pessoas com TDAH são melhores quando se movem. Movimento é calmante e traz clareza para as suas ideias.

17 – Eles evitam tarefas

Tomar decisões ou completar tarefas no tempo correto é uma luta. Não porque eles são preguiçosos ou irresponsáveis, mas porque suas mentes estão cheias de opções e possibilidades. Escolher um pode ser complicado. É fácil evitar tomar decisões, porque eles pensam demais. A obsessão deles habita nas profundezas de sua própria mente.

18 – Eles não conseguem se lembrar de tarefas simples

Outra característica paradoxal do TDAH é a memória. Pessoas com TDAH não se lembram de pegar suas roupas na lavanderia, comprar leite no supermercado ou de algum compromisso. Por outro lado, eles se lembram de cada comentário, citação ou telefone que escutou durante o dia. Não importa quantos Post-it ou lembretes no calendário eles colocam, sua mente distraída está sempre em outro lugar. Itens visíveis são mais fáceis de lembrar e é por isso que eles têm quinze janelas abertas no seu computador.

19 – Eles fazem muitas coisas ao mesmo tempo

Devido à constante atividade no interior da sua mente, uma vez finalizada uma tarefa, eles estão prontos para ir para a próxima sem finalizar a anterior. Quanto mais coisas acontecendo ao mesmo tempo, melhor. Multitarefa é uma de suas atividades favoritas.

20 – Eles são apaixonados pelo que fazem

As emoções, pensamentos, palavras e sensações de uma pessoa com TDAH são poderosos. Tudo é ampliado. Isto é uma bênção quando canalizada corretamente. Quando uma pessoa com TDAH faz algo, ela faz isso com todo o seu coração. Elas dão tudo o que têm. São pessoas intensas, perceptivas e profundas. Estas qualidades é o que fazem uma pessoa com TDAH tão amável.

Basicamente, uma pessoa com TDAH tem problemas para controlar seus impulsos. Ela também tem muitas grandes qualidades, que você pode desfrutar quando entender como elas pensam e sentem. Compaixão, empatia e paciência lhe permitirá superar os momentos mais difíceis. É importante ter um cuidado especial com você. Tenha tempo a sós regularmente, faça o que gosta, procure um grupo de apoio, um terapeuta ou um amigo sábio, tire férias frequentes, faça meditação, encontre hobbies e sua própria paixão. Acima de tudo, aprenda a respirar.

Alguns dos maiores inventores, artistas, músicos, empresários e escritores tinham TDAH. Eles conseguiram porque tinham um ente querido como você para apoiá-los em suas dificuldades diárias. Mude sua raiva por compaixão. Perceba como eles se esforçam para fazer o que é fácil para você. É como se o cérebro de um TDAH estivesse com a fiação elétrica nos circuitos errados. A próxima vez que você pensar que eles são preguiçosos, irresponsáveis, desorganizados e evitam responsabilidades, tente se lembrar do quanto custa para eles executar uma tarefa simples.

Sim, é difícil amar uma pessoa com TDAH, mas quando você entender a carga que eles estão levando, o seu coração se abrirá. Amor e compaixão substituirão a raiva. Você verá dentro de sua alma doce e boa.

*Texto original de June Silny publicado no site Lifehack.  Tradução Hamilton Bonat Júnior (Fonte: TDAH Curitiba)

:: Saiba mais sobre o transtorno TDAH.

Indicamos o filme “O Jogo da Imitação | The Imitation Game” 

O Jogo da Imitação | The Imitation Game – direção: Morten Tyldum (2014)

O Jogo da Imitação | The Imitation Game Movie 
Direção: Morten Tyldum (2014)
Baseado na história real do lendário criptoanalista inglês Alan Turing (Benedict Cumberbatch), considerado o pai da computação moderna, o filme narra a tensa corrida contra o tempo de Turing e sua brilhante equipe no projeto Ultra para decifrar os códigos de guerra nazistas e contribuir para o final do conflito.
*Disponível no Netflix.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Revista Prosa Verso e Arte
Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar

COMENTÁRIOS