sexta-feira, junho 14, 2024

Regina Souza lança ‘Vista seu Santo’

A cantora e compositora mineira Regina Souza lança “Vista seu santo”, primeiro single do seu novo álbum, com produção musical e arranjos de Fejuca e Ricardo Gama, que já esta disponível em todas as plataformas digitais. O álbum, intitulado “Sou”, está programado para sair em agosto. Até lá o público terá a oportunidade de conhecer esta e mais duas faixas que serão lançadas nos meses de junho e julho. O trabalho é totalmente autoral e mergulha nas raízes da música brasileira, explorando diversos ritmos como ijexá, baião e samba, além de baladas e valsa.
.
As composições de Regina refletem suas experiências pessoais por meio de um olhar poético, especialmente nas nuances do amor, dos encontros e desencontros, da partilha e da solidão, dos sonhos e da esperança. O álbum é caracterizado por uma atmosfera leve, onde as músicas abordam a temática dos afetos e também exploram a espiritualidade da artista, influenciada pelos ensinamentos de terreiro. Revelando a essência da compositora, o trabalho mescla uma variedade de temas e elementos que fazem parte de sua vivência e de sua observação do mundo ao seu redor.

Sobre o single “Vista seu santo”, Regina conta que a ideia surgiu por meio de uma fala do Preto Velho Vovô Pedro, sobre a importância de cada pessoa vestir o seu santo e assumir a proteção de um guia. No seu caso, a proteção do orixá Ogum, sincretizado com São Jorge, popularmente conhecido como o santo guerreiro. Vovô diz que Ogum está sempre a serviço da paz, do bem e do amor, e que não usa sua espada para ferir, mas para cortar a ilusão e trazer a verdade, assim como a coragem para enfrentar as adversidades da vida. A música é uma inspiração para aqueles que têm fé, seja no seu santo ou orixá.
.
Para Ricardo Gama, “Vista seu santo” traz uma presença marcante da música afro-brasileira em sua base, respeitando o conceito musical que o tema pede, tanto na parte rítmica, através dos toques de percussão, como na presença do violão de nylon e flautas”. É a primeira faixa a ser mostrada para o público, de um álbum produzido com muito carinho. Sobre ele, Fejuca completa: “tá bem solto, moderno em alguns momentos e tem um quê de atemporal. A gente chegar nisso é ouro!”

As temáticas de terreiro têm uma presença marcante no cancioneiro brasileiro. Em seu álbum anterior, Regina já explorava essa vivência espiritual em suas composições, como na faixa “Pra Iansã”, onde expressa: “que cada pessoa no mundo tenha junto seu guia, seu anjo, orixá”. Ela, que veio de uma família católica e começou a cantar na igreja ainda criança, se afastou da prática dessa religião na fase adulta. Como brasileira, encontrou na Umbanda os ensinamentos que fizeram sentido para a compreensão da sua espiritualidade.
.
“Vista seu santo”, primeiro single, que também é a faixa de abertura do álbum, marca uma fase madura do trabalho de composição de Regina, que encontrou total afinidade para este novo projeto na proposta musical dos produtores Fejuca e Gama, artistas reconhecidos do cenário musical nacional, ambos com premiações no Grammy Latino, colaboradores de vários artistas como Milton Nascimento, Liniker, Emicida, Mariana Aydar e Rubel.
.
Quando pensou em Fejuca para a produção, Regina pediu à amiga e produtora Danusa Carvalho para fazer a ponte, pois ainda não o conhecia pessoalmente. Fejuca aceitou o convite e trouxe seu parceiro, Ricardo Gama para assinar com ele a produção musical e arranjos deste trabalho.

Além das composições inéditas, o álbum traz parcerias: com o maranhense Zeca Baleiro, que também faz uma participação especial; com a mineira Patrícia Lucchesi, escritora e doutora em filosofia; com a cantora e compositora carioca Michele Agra. Também conta com a participação especial do cantor e compositor fluminense Alcides Sodré, voz incidental de Hugo Rafael, e ainda de Vovô Pedro.
.
O single será lançado pela Sou Música, selo e editora de Regina, em parceria com a Onerpm, e estará disponível em todas as plataformas digitais a partir de 17 de maio.

E histórias, Regina tem algumas para contar, pois, além de ser uma das principais cantautoras mineiras de sua geração, é também atriz e produtora cultural com 33 anos de carreira.
.
Desde seu primeiro disco já tinha o desejo de trilhar o caminho autoral, tanto que a maioria das faixas eram inéditas e compostas para aquele trabalho. Mas foi no seu segundo álbum, “Outonos”, com produção de Rodrigo Campello, que se assumiu como compositora, assinando parcerias com Vander Lee, Lokua Kanza, Affonsinho, Flávio Henrique e Zeca Baleiro. Já no seu último álbum, o “Chegaí”, assina música e letra de todas as composições, com produção musical e arranjos de Du Macedo e Regina, co-produção de Felipe Fantoni, e colaboração de Cláudio Queiroz e Fred Jamaica.
.
Regina Souza, formada em Relações Públicas e Filosofia pela PUC Minas, vem de uma família atuante na história da política brasileira, que tem entre seus personagens o sociólogo Herbert de Souza, conhecido como Betinho, o cartunista Henfil e o compositor Francisco Mário, um dos pioneiros do disco independente. Foi parceira de arte e vida do compositor mineiro Vander Lee e inspiração de várias de suas canções, entre elas “Esperando Aviões”, “Pra ela passar”, “Mais um barco”, “Lenço e lençol”, “Siga em paz”, “O baile dos anjos”, “Seu rei”, “Abc”, incluindo ainda a música “Meu Jardim”, que foi composta para o primeiro disco homônimo de Regina, mas que acabou não sendo lançada por ela, mas sim por Vander Lee, anos depois.

revistaprosaversoearte.com - Regina Souza lança ‘Vista seu Santo’
Capa do single ‘Vista seu Santo’ • Regina Souza • Selo Sou Música / distribuição ONErpm • 2024

SINGLE ‘VISTA SEU SANTO’ • Regina Souza • Selo Sou Música / distribuição ONErpm • 2024
Canção / compositora
:: Vista seu Santo, de Regina Souza
– ficha técnica –
Regina Souza (voz) | Fejuca (violão e baixo) | Gama (teclados) | Dennys Silva (percussão) | Silvio Depieri (flauta) | Vovô Pedro (voz incidental) | Coro: Michele Agra e Alcides Sodré | Produzido por: Brazuk – Fejuca e Ricardo Gama | Arranjo: Fejuca e Ricardo Gama | Engenheiros de gravação: Fejuca e Ricardo Gama | Gravado nos estúdios: Kumbuka e Gama Estúdio | Gravação voz Regina: Estúdio do Vini (SP) | Estúdio de mixagem: Na Sala de Sons | Engenheiro de mixagem: Luis Paulo Serafim | Estúdio de masterização: Brendan Duffey Audio | Engenheiro de masterização: Brendan Duffey | Preparação vocal e acompanhamento gravação: Babaya | Fotos estúdio e bastidores de gravação: Márcia Charnizon | Design: Mário Vinícius | Direção de arte: Júlia Braga | Fotos: Lett Sousa | Maquiagem e cabelo: Indya | Produção de figurino: Júlia Braga | Colaboração: Celinha Braga | Produção cenário: Equipe Museu de Grandes Novidades | Bastidores ensaio: Débora Zilah | Regina Souza veste Georgia | Assessoria de imprensa: Ana Paula Romeiro | Selo: Sou Música | Distribuição digital: ONErpm | Formato: Single digital | Ano: 2024 | Lançamento: 17 de maio | ♪Ouça o single: clique aqui.
.
>> Siga: @reginasouzaoficial

Eis, a Letra
.
VISTA SEU SANTO
(Regina Souza)
.
Vista seu Santo
Que ele protege seus dias de paz
Vista seu Santo
Confia, se entrega, ele sabe o que faz
Vista seu Santo
Ele mostra o caminho, ele sabe lutar
Vista seu Santo
Ogum, meu São Jorge vem me abençoar
.
Ô ô Ogum
Ogum, meu São Jorge Guerreiro da Luz
Ô ô Ogum
Me abre os caminhos da fé
Ô ô Ogum
Firmeza, coragem e amor
Ô ô Ogum
Meu Santo Guerreiro

revistaprosaversoearte.com - Regina Souza lança ‘Vista seu Santo’
Regina Souza – foto: Lett Sousa

SOBRE REGINA SOUZA
Cantora, compositora, atriz e produtora, Regina Souza sonhava em ser artista desde criança. Sua mãe tocava e cantava para a família, e ao lado dela e da irmã, começou a cantar na Igreja ainda na infância. Depois vieram as rodinhas de violão da escola, o primeiro show, as resenhas musicais em casa e as serestas nas festas de família. E foi nesta família que Regina desenvolveu seu olhar artístico, através da influência musical da sua mãe e do seu pai, e do trabalho dos seus tios e tias. Ainda adolescente viu nascer a produção do disco independente, que seu tio, o compositor Francisco Mário, foi um dos pioneiros, a trajetória do cartunista Henfil, a volta do exílio do irmão do Henfil, o sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, vendo a produção intelectual de suas tias, a jornalista Wanda Figueiredo, a fotógrafa Filomena, as ativistas sociais Maria Cândida e Glorinha. Regina é filha de Ordener e Zilah, sendo a sua mãe uma das mentoras intelectuais desta família. Betinho, em seu livro “A lista de Ailce”, reconhece a importância da irmã mais velha na sua formação.
.
Regina tem quatro álbuns solo gravados, todos independentes. Além destes trabalhos, participou do álbum “Marionetes”, uma homenagem a Francisco Mário, com produção de seu filho, o compositor e arranjador Marcos Souza. Participou dos CDs “Faro”, “Sambarroco” e DVD “Entre”, do cantor e compositor Vander Lee, e de vários shows e turnês do artista, com quem teve uma filha, Clara, e um casamento de 14 anos. Gravou em parceria com a cantora Marina Machado o CD “Desoriente um país-Hebraico”, projeto da fotógrafa Márcia Charnizon e produzido por Ivan Corrêa.
.
Produziu os CDs “Prato Feito”, “Ação pela vida” e o infantil “A Zeropeia”, com músicas originais e inspirado no livro homônimo do sociólogo Herbert de Souza, criador das campanhas Ação da Cidadania e Natal sem Fome. Em parceria com a Immagini Animation Studios Brasil, lançou no ano de 2017, o filme de animação “A Zeropeia”, trazendo todo o conteúdo do disco lançado anteriormente, que foi produzido ao lado do seu irmão Paulo Spósito. O filme ganhou o Prêmio FESTinha do Júri Popular de Melhor Filme Infantil, no 10º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, em maio de 2019, em Lisboa, e está disponível no YouTube.

No teatro, foi atriz convidada do Grupo Galpão no espetáculo “Os gigantes da montanha”, de Luigi Pirandello, dirigido por Gabriel Villela; do musical “Os Saltimbancos”, da Cia. Odeon, com direção de Carlos Gradim; do “O mercador de Veneza”, de William Shakespeare, dirigido pela britânica Catherine Paskell, um projeto do Fórum Shakespeare. Foi uma das fundadoras da Cia. Burlantins ao lado de Marina Machado e Maurício Tizumba, na qual permaneceu por 15 anos, atuando nos espetáculos, entre eles, “O homem da gravata florida” e a premiada opereta “O homem que sabia português”, ambos dirigidos por Chico Pelúcio, sendo a opereta com música e libreto de Tim Rescala.
.
DISCOGRAFIA
2001 – “Regina Souza”: produção musical de Flávio Henrique e arranjos de Flávio Henrique, Regina e Rogério Delayon.
2008 – “Outonos”: produção musical e arranjos de Rodrigo Campello.
2015 – “Inversões”: produção musical e arranjos de Rodrigo Campello e direção artística de Pedrinho Alves Madeira.
2020 – “Chegaí”: produção musical de Du Macedo e Regina, co-produção de Felipe Fantoni, arranjos de Du e Regina com a colaboração de Cláudio Queiroz e Fred Jamaica

SOBRE OS PRODUTORES
Júlio Fejuca e Ricardo Gama se conheceram no grupo “Sambô”. E da amizade nascida naquela época, vieram as afinidades e diversos trabalhos em parceria. Depois de 20 anos trabalhando juntos, resolvem criar um projeto, uma marca, um conceito. As produções feitas individualmente agora se fundem em um mix de diversidade musical, sempre com um toque de brasilidade: a Brazuk.
.
Fejuca: Produtor musical, arranjador, instrumentista, compositor, diretor musical, 3x Latin Grammy Winner. Artistas: Liniker, Emicida, Rael, Mariana Aydar, Mestrinho, Xênia França, Rubel, Filhos da Bahia, Sambô, projeto Música Preta Brasileira.
.
Gama: Produtor musical, arranjador, instrumentista, engenheiro de som, diretor musical, 1x Latin Grammy Winner. Artistas: Rubel, Rael, Emicida, Milton Nascimento, Chitãozinho e Xororó, Filhos da Bahia, Sambô, projeto Música Preta Brasileira.
.
.
.
.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / MPB/ Canção / Single.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske
.

.


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES