Conheça os 88 artistas indicados nas mais de 30 categorias do Prêmio que, neste ano, celebrará o legado de Tim Maia, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro
.
O emblemático Prêmio da Música Brasileira, uma instituição em nosso cenário cultural, anuncia os indicados para sua 31ª edição. No dia 12 de junho, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro será palco de uma celebração especial dedicada a Tim Maia, figura monumental da música nacional. Sob a direção de José Maurício Machline e Giovanna Machline, a noite será marcada por apresentações que exploram o vasto repertório do artista, trazendo tanto vozes consagradas quanto novos nomes da música brasileira.
.
A cerimônia será transmitida ao vivo pelo Canal Brasil e pelo canal do PMB no YouTube, contando com o patrocínios de Ifood, PRIO, Arcelor Mittal, União Brasileira de Compositores (UBC) , Cimed e com os parceiros de mídia Novabrasil FM, Billboard Brasil, O Globo e Valor Econômico.

José Maurício Machline expressa seu entusiasmo: “O Prêmio da Música Brasileira se estabelece cada vez mais como um propulsor da nossa cultura, a cada ano mais diverso, abrangente e atento à música que é criada em todos os cantos do país. Neste ano, atingimos um recorde de mais de 12 mil artistas inscritos, um aumento de 10% em relação ao ano anterior”.
.
Além da tradicional Premiação, em 2024 o PMB cresceu se desdobrando em novas iniciativas. A primeira delas é Casa PMB, que já teve edições na Bahia e Pernambuco, e seguirá por diversas regiões do país, com o objetivo de apoiar e dar visibilidade a mais artistas regionais.
.
Outro projeto é o programa PMB Por Acaso que, comandado por Zé Maurício Machline há 14 anos, volta em nova edição apresentando encontros inéditos entre artistas, unindo performances e entrevistas, nos dias 28 e 29 de maio, no Manouche, Rio de Janeiro. A temporada será dedicada ao samba, no primeiro dia receberá Alcione e Karinah, em seguida Dudu Nobre, Teresa Cristina e Ana Costa. Os programas serão transmitidos pelo canal oficial do PMB no Youtube.

revistaprosaversoearte.com - Prêmio da Música Brasileira anuncia os indicados para a sua 31ª edição
Jair Rodrigues foi o grande homenageado da 17ª edição do PMB

O Prêmio da Música Brasileira será apresentado por Regina Casé, que será encarregada de capitanear novidades para a cerimônia, com um formato inspirado em programas de auditório, complementado pela dança e cenografia assinada por Gringo Cardia. A premiação contará ainda com arranjos musicais de Pretinho da Serrinha.
.
Cerimônia terá apresentações inéditas de mais de 20 artistas da música brasileira interpretando Tim Maia
Os primeiros artistas anunciados para a 31ª edição do PMB são Simone e Ney Matogrosso, que se apresentarão um dueto, interpretando novas versões de dois clássicos de Tim: “Azul da Cor do Mar” e “Primavera”, com arranjos inéditos preparados exclusivamente para a ocasião. O line-up completo dos artistas que participarão do show interpretando clássicos de Tim Maia será revelado dia 20 de maio.
.
“Fazer um roteiro a respeito desse nosso homenageado, o Tim Maia, talvez seja das coisas mais difíceis que eu já fiz ao longo desses 31 anos do Prêmio. São tantos sucessos, tantas vertentes, tantas músicas indispensáveis que esse gênio da composição e do jeito de cantar brasileiro tem, que é um martírio de o que você tira, porque alguma coisa tem que ser tirada. Mas é tão bom a gente ver que existem compositores que têm esse atributo de ter um apelo popular, e uma musicalidade, e um jeito de cantar, uma forma de emitir a sua canção, tão forte, tão significativa como Tim Maia. Quero dizer que como o Prêmio da Música Brasileira é uma honra a gente poder homenagear esse brasileiro, carioca, do subúrbio, preto no nosso palco”, afirma Machline.

Prêmio celebra a diversidade da música brasileira com indicações de estreantes e veteranos de 18 estados
Neste ano, a 31ª edição do Prêmio da Música Brasileira é singular não só pela quantidade de artistas indicados – 88 ao todo, em 32 categorias – mas sobretudo pela diversidade de origens, gêneros musicais e gerações representadas. Ilustrando, portanto, uma vitrine da rica tapeçaria musical do país, refletida tanto pelas indicações de talentos consagrados, responsáveis pela excelência mundialmente reconhecida da música brasileira, quanto por aqueles que começam a deixar sua marca.
.
De acordo com um levantamento inédito, o Prêmio da Música Brasileira deste ano demonstra um impressionante alcance nacional, recebendo inscrições de artistas de 18 estados, de todas as regiões do país. São Paulo lidera com uma notável participação de 41,4% das inscrições, seguido pelo Rio de Janeiro com 19,7%. Minas Gerais e Paraíba estão empatados com 7,0% cada. Pernambuco e Bahia também mostraram forte representatividade com 5,1% das inscrições cada, refletindo a rica diversidade musical que o PMB continua a atrair e celebrar anualmente.

Entre os novos rostos que emergem nesta edição, encontramos o pernambucano João Gomes, destacando-se na categoria Intérprete de Canção Popular; Ana Castela, cantora sul-mato-grossense duplamente indicada, como Intérprete e por Lançamento Sertanejo com o álbum “Boiadeira Internacional (Ao Vivo)”; e o paulista Jota.Pê, que faz sua estreia na categoria Intérprete de MPB. Os artistas exemplificam a renovação constante no cenário musical brasileiro, que é acompanhada de perto pelo Prêmio da Música Brasileira a cada ano, trazendo novas vozes e perspectivas para o primeiro plano.
.
Por outro lado, ícones da música brasileira retornam ao Prêmio da Música Brasileira, comprovando a contemporaneidade e relevância crescente de suas obras. Alcione, com 21 troféus e segunda maior vencedora do PMB, é novamente indicada como Melhor Intérprete de Samba. Alceu Valença, que acumula 10 troféus, retorna com indicações nas categorias Intérprete e Lançamento em Música Regional com o álbum “Meu Querido São João (ao vivo na Fundição Progresso)”.

Na edição de 2024, destacam-se também Marcelo D2 e Jards Macalé, com três indicações cada. D2, três vezes vencedor do PMB, é agora indicado como Melhor Canção de MPB com “Povo de Fé”, Melhor Lançamento de Samba e em Projeto Audiovisual com “Iboru”. Aos 81 anos, Jards Macalé pode conquistar seu primeiro Prêmio da Música Brasileira, nomeado nas categorias de MPB como Intérprete, Melhor Lançamento com “Coração Bifurcado”, e Melhor Canção por “Mistérios do Nosso Amor”, que tem o brilho adicional da participação de Maria Bethânia e a parceria na composição com Ronaldo Bastos.
.
Outra novidade deste 31º Prêmio é a criação de uma categoria especial, fruto de parceria do PMB com a União Brasileira de Compositores: o Prêmio do Músico Brasileiro. Juntas, as entidades premiarão um grande musicista ou produtor da nossa música.

À medida que nos aproximamos de 12 de junho, a 31ª edição Prêmio da Música Brasileira se revela não apenas como um evento, mas como um farol de celebração da diversidade e representatividade dos artistas de todo o Brasil. Ao mesmo tempo que segue valorizando o cânone que moldou nosso DNA musical, o PMB aguça seu olhar para a vanguarda, dando luz e voz à artistas que não apenas sobressaem em seus nichos e regiões, mas que seguirão construindo a infindável música brasileira nas próximas gerações.
.
Confira os indicados em todas as categorias da 31ª edição do Prêmio da Música Brasileira e seus respectivos históricos de premiações:

CANÇÃO POPULAR

Dupla
  • Maiara & Maraisa (1 prêmio)
  • Os Barões da Pisadinha
  • Rionegro & Solimões
Grupo
  • Atitude 67
  • É o Tchan!
  • Mastruz com Leite
Intérprete – Canção popular
  • Edson Cordeiro (4 prêmio)
  • Filipe Toca
  • Gabriel Sater
  • João Gomes
  • Leo Santana
Intérprete – Sertanejo
  • Ana Castela
  • Lauana Prado
  • Paula Fernandes
  • Roberta Miranda
  • Simone Mendes
Lançamento – Canção popular
  • Gabriel Sater – Nos Dias Atuais (Ao Vivo) (Produção: Gabriel Sater, João Gaspar)
  • João Gomes – Raiz (Produção: Top Eventos)
  • Romero Ferro, Gaby Amarantos – Em Plena Lua de Mel (Produção: MGZD)
Lançamento – Sertanejo
  • Ana Castela – Boiadeira Internacional (Ao Vivo) ([Produção: Eduardo Godoy)
  • Maiara & Maraisa – Ao Vivo em Portugal (1 prêmio) (Produção: Eduardo Pepato)
  • Roberta Miranda – Desatemos os Nós (Produção: Roberta Miranda)

MPB

Grupo
  • Banda Eddie
  • Barbatuques (1 prêmio)
  • Boca Livre (4 prêmios)
Intérprete
  • Alaíde Costa (1 prêmio)
  • Jards Macalé
  • Jota.Pê
  • Rosa Passos
  • Wanderléa
Lançamento
  • Jards Macalé – Coração Bifurcado (Produção: Jards Macalé, Romulo Fróes)
  • Rosa Passos, Lula Gavão – Rosa Passos e Lula Galvão (Produção: Rafael Paulista)
  • Wanderléa – Wanderléa Canta Choros (Produção: Mario Gil, Luiz Nogueira)
Melhor Canção
  • Jards Macalé – Mistérios do Nosso Amor (Intérprete: Jards Macalé, Maria Bethânia / Compositor: Jards Macalé, Ronaldo Bastos)
  • Marcelo D2 – Povo de Fé (3 prêmios) (Intérprete: Marcelo D2, Nega Duda / Compositor: Marcelo D2, Luiz Antônio Simas)
  • Wilson das Neves – Luz do Candeeiro (Intérprete: Áurea Martins / Compositor: Wilson das Neves, Paulo César Pinheiro)

MÚSICA URBANA

Grupo
  • Abulidu
  • Àttooxxá
  • Natiruts
Intérprete
  • Gloria Groove
  • Iza
  • Ludmilla
  • Rincon Sapiência
  • Sandra de Sá (10 prêmios)
Lançamento
  • Jonathan Ferr – Liberdade (Produção: Jonathan Ferr)
  • Jorge Aragão, Djonga – Respeita (Produção: Kevin, Jorge Aragão)
  • Ludmilla – Vilã (Produção: Dallass, Ajaxx, Topo La Maskara, Ariel Donato, Ludmilla, Rafael Castilhol, DJ Gabriel do Borel, Marcio Arantes, Mars, Rasool Diaz, Zone, Coop The Truth, Galdino, DJ Chris 011, Ape Drums, Tropkillaz)

POP / ROCK

Grupo
  • Mombojó
  • Pato Fu
  • Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo
Intérprete
  • Alice Caymmi (1 prêmio)
  • Ana Frango Elétrico
  • Filipe Catto
  • Marisa Monte (7 prêmios)
  • Zeca Baleiro (8 prêmios)
Lançamento
  • Ana Frango Elétrico – Me Chama De Gato Que Eu Sou Sua (Produção: Ana Frango Elétrico)
  • Filipe Catto – Belezas São Coisas Acesas por Dentro (Produção: Filipe Catto, Fabio Pinczowski)
  • Mahmundi – Amor Fati (Produção: Mahmundi, Pedro Tie)

MÚSICA REGIONAL

Dupla
  • Chico Amado & Xodó
  • Joanina
  • Lourenço & Lourival
Grupo
  • Boi Bumbá Garantido (1 prêmio)
  • Timbalada (2 prêmios)
  • Falamansa
Intérprete
  • Alceu Valença (14 prêmios)
  • Carlinhos Brown (1 prêmio)
  • Lia de Itamaracá
  • Luiz Caldas
  • Marcelo Jeneci
Lançamento
  • Alceu Valença – Meu Querido São João (Ao Vivo na Fundição Progresso) (14 prêmios) (Produção: Tovinho)
  • Lia de Itamaracá – Dorme Pretinho (Produção: Pupillo)
  • Mestre Damasceno, Nativos Marajoara – Búfalo-Bumbá (Produção: Léo Chermont, Guto Nunes)
Revelação
  • Choro na Rua
  • Felipe Senna
  • Gabriele Leite

SAMBA

Grupo
  • Encontro das Velhas Guardas
  • Grupo Revelação
  • Grupo Semente
Intérprete
  • Alcione (21 prêmios)
  • Fabiana Cozza (2 prêmios)
  • Martinho da Vila (10 prêmios)
  • Péricles
  • Xande de Pilares
Lançamento
  • Marcelo D2 – Iboru (3 prêmios) (Produção: Marcelo D2, Nave, Kiko Dinucci, Mario Caldato Junior)
  • Martinho da Vila – Negra Ópera (10 prêmios) (Produção: Celso Filho, Martinho Antônio, Pretinho da Serrinha)
  • Xande de Pilares – Xande Canta Caetano (Produção: Pretinho da Serrinha)

CATEGORIAS ESPECIAIS

Lançamento Eletrônico
  • Tropkillaz, Sango – Rio de Janeiro (Produção: Tropkillaz)
  • Ubunto – Água Maravilha (Produção: Ubunto)
  • Urias – Her Mind (Produção: Maffalda, Brabo)
Lançamento em Língua Estrangeira
  • Anitta – Funk Generation: A Favela Love Story (Produção: Brabo, Decz, Diplo, DJ Gabriel do Borel, Márcio Arantes, Ilya)
  • Pedro Miranda, Fernando Leitzke e o Candombaile – Candombe Bailador (2 prêmios – Pedro Miranda) (Produção: Luis Filipe de Lima)
  • Urias – Her Mind (Produção: Maffalda, Brabo)
Lançamento Erudito
  • Orquestra Ouro Preto, Cristian Badu, Maestro Rodrigo Toffolo, Gustavo Carvalho – Orquestra Ouro Preto: Haydn & Mozart. (Produção: Maestro Rodrigo Toffolo)
  • Orquestra Sinfônica Brasileira, Ignacio Garcia Vidal – Três Danças Espanholas (1 prêmio – OSB) (Produção: Nikolay Sapoundjiev)
  • Orquestra Sinfônica Do Estado De São Paulo – Sinfonia dos Orixás & Pequenos Funerais Cantantes (6 prêmios) (Produção: Ulrich Schneider)
Projeto Especial
  • Chico César, Geraldo Azevedo – Violivoz (Ao Vivo) (6 prêmios – Chico César) (Produção: Chico César, Geraldo Azevedo)
  • João Gilberto – Relicário: João Gilberto (Ao Vivo no Sesc 1998) (Produção: Sesc São Paulo)
  • Wilson das Neves – Senzala e Favela (4 prêmios) (Produção: Jorge Helder, Kassin)

MÚSICA INSTRUMENTAL

Grupo
  • Banda Tributo Waldir Azevedo
  • Choro na Ribeira
  • Choro na Rua
Solista
  • Antonio Adolfo (2 prêmios)
  • Armandinho Macedo
  • Hamilton de Holanda (12 prêmios)
  • Romero Lubambo
  • Yamandu Costa (10 prêmios)
Lançamento
  • Chico Pinheiro, Romero Lubambo – Two Brothers (Produção: Matt Pierson)
  • Choro na Rua – Obrigado Zé da Velha (Produção: Alexandre Maionese, Henrique Cazes, Rogério Caetano, Silvério Pontes, Diego do Valle)
  • Yamandu Costa, Armandinho Macedo – Encontro das Águas (10 prêmios – Yamandu Costa) (Produção: Yamandu Costa, João Falcão Neto)

PROJETO AUDIOVISUAL

  • Caetano Veloso – The Man I Love (19 prêmios) (Direção: Felipe Lion, Luqueta) Marcelo D2 – Iboru (Direção: Marcelo D2, Luiza Machado) (3 prêmios)
  • Martinho Da Vila, Chico César – Acender as Velas (10 prêmios – Martinho da Vila) (6 prêmios – Chico César) (Direção: Philippe Rios)
  • Rubel, Bala Desejo – Toda Beleza (1 prêmio – Bala Desejo) (Direção: TOMAT)
  • Rubel, MC Carol, BK’, DJ Gabriel do Borel – Put@ria! (Direção: Belle de Melo)

As informações completas sobre o Prêmio da Música Brasileira, incluindo a 31ª edição e a história da premiação estão disponíveis no site oficial do PMB.
.
Acompanhe as novidades do Prêmio da Música Brasileira nas redes oficiais:
Instagram
Youtube
Tik Tok







Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar