Fontana di Trevi a Roma

Quando se pensa na bela cidade de Roma é impossível deixar de lembrar do Coliseu, do Foro Romano, dos Museus Vaticanos e, é claro, da Fontana di Trevi, um dos monumentos mais famosos da capital italiana. Projetada no começo do século 18 pelo arquiteto Nicola Salvini, a maior fonte da cidade foi concluída em 1762 pelo italiano Giuseppe Pannini e, desde então, passou a encantar os romanos e turistas com o seu formato de concha e suas esculturas todas feitas em mármore que exaltam um tema marítimo.

Construído a partir da parede frontal do Palazzo Poli, que acabou fazendo parte da fonte, o monumento ficou famoso no mundo inteiro, servindo de locação para um dos grandes clássicos do cinema italiano, o filme “La Dolce Vita”, de Federico Fellini.

Além disso, as pessoas passaram a atirar moedas nas águas da fonte em troca de um desejo.

A lenda por detrás dessa tradição

O que muitos não sabem é que, por detrás dessa tradição, repetida por centenas de indivíduos a cada dia, estão duas lendas. A primeira, que é a mais conhecida, afirma que quem lançar de costas uma moeda no local com certeza voltará para Roma. Já a segunda diz que, ao jogar três delas na fonte, a pessoa poderá realizar três desejos: o de voltar para a “cidade eterna”, o de encontrar o verdadeiro amor e o de se casar com ele.

No entanto, mais desconhecido que a tradição das moedas da Fontana di Trevi, e o que é feito com elas:

Muitos desejos e muitas moedas. Por isso, três vezes por semana, a Fontana di Trevi, em Roma, recebe a visita de funcionários municipais. Com equipamentos específicos, eles aspiram o dinheiro que vai parar em um grande container. Na alta temporada, entre março e outubro, chegam a coletar até oito mil euros de uma só vez — tudo sob os olhares curiosos. O dinheiro recolhido é doado para famílias carentes.

Assista o vídeo AQUI!

Quem lança uma moeda nas águas da fonte romana pode não só fazer pedidos, mas também ajudar famílias carentes.

*Com informações da revista Isto É e DW Brasil.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Revista Prosa Verso e Arte
Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar

COMENTÁRIOS