quinta-feira, junho 20, 2024

‘No Mesmo Barco – Pedro de Alcântara convida Bebê Kramer’, álbum do pianista Pedro de Alcântara

No Mesmo Barco – Pedro de Alcântara convida Bebê Kramer para um mergulho na música instrumental e autoral.
.
O pianista, compositor e arranjador capixaba Pedro de Alcântara lançou nas plataformas digitais ‘No Mesmo Barco’, disco que divide com o acordeonista gaúcho Bebê Kramer. O trabalho foi gravado em áudio e vídeo ao vivo no Palácio da Música Sônia Cabral, em Vitória (ES). No Mesmo Barco conta com produção musical e direção do próprio Pedro de Alcântara, a Produção Executiva de Kakado Martins, fotos de Tadeu Bianconi, design da capa de Jade Sanglard, além Daniel Serafim (engenheiro de gravação), Rafael Herdy (Mixagem e Masterização), Fábio Prieto (Iluminação), Umma Produções (Vídeo) e Márcio Abreu (edição e direção de Imagem).
.
O álbum, gravado antes e durante a pandemia, apresenta ao público oito temas com tempero bem brasileiro, incluindo uma composição assinada pelos parceiros. Entre músicas autorais e homenagens, há também duas composições de Maurício de Oliveira, uma do uruguaio Rodrigo Pahlen. Fazem parte desse repertório No Mesmo Barco (Pedro de Alcântara), Outra vez ao mar (Pedro de Alcântara), De Esta Tambien Salgo! (Rodrigo G. Pahlen), A Caravaela e o Coral (Pedro de Alcântara e Bebê Kramer), Café com Kramer (Pedro de Alcântara), Chumbo Grosso (Pedro de Alcântara, em homenagem ao Gabriel Grossi), O Choro é Livre (Mauricio de Oliveira) e Luiza (Maurício de Oliveira). “No Mesmo Barco – Pedro de Alcântara convida Bebê Kramer completa a trilogia de álbuns em que eu convido solistas (em 2018, eu chamei o gaitista Gabriel Grossi e 2019, o guitarrista Lupa Santiago)” explica Pedro de Alcântara. E finaliza, “é uma viagem pelos mares da música instrumental brasileira que eu ofereço ao público”.

Capixaba, Pedro de Alcântara é formado em música popular pela UNICAMP. Atua como produtor, arranjador, pianista e compositor. Entre suas gravações estão no CD “Dois Córregos” de Ivan Lins (trilha sonora original do filme) com arranjos de Nelson Ayres; e no CD “Esperei Por Você” de Cariê Lindemberg, ao lado de nomes como Gilson Peranzetta, Mauro Senise, Tito Madi e Cláudia Telles. Lançou o cd solo “Pedra Coração”, uma boa mostra de sua versatilidade de estilos e técnicas. É também o coordenador da área de música do Centro Educacional Leonardo da Vinci, escola internacional sediada em Vitória e filiada à UNESCO. É responsável pela vinda de grandes nomes da cena instrumental nacional aos palcos capixabas: Robertinho Silva, Edu Ribeiro, Nelson Faria, Ney Conceição, Leo Gandelman, Lupa Santiago e Gabriel Grossi, entre outros.
.
Bebê Kramer é reconhecido como um dos maiores acordeonistas brasileiros de sua geração. Gaúcho da cidade de Vacaria está radicado no Rio de Janeiro e tem dividido palcos pelo mundo com artistas como Hermeto Paschoal, Guinga, Toninho Horta, Moraes Moreira, Paulo Moura, Hamilton de Holanda, os violonistas Marco Pereira, Guinga e Yamandú Costa, além dos acordeonistas Dominguinhos, Osvaldinho do Acordeon e Renato Borghetti. Na Europa tem se apresentado com sucesso, além de ser considerado pela crítica de lá a revelação do Festival do Acordeom Mundial realizado na Áustria. Ali presente mestres do instrumento como Richard Galeano. Com o Alessandro Kramer Trio, formado por Guinha Ramires e Alegre Corrêa, gravou na Áustria o CD Laçador, excursionando por diversos países e conquistando público e crítica com seu virtuosismo musical.

revistaprosaversoearte.com - 'No Mesmo Barco - Pedro de Alcântara convida Bebê Kramer', álbum do pianista Pedro de Alcântara
Capa do álbum ‘No Mesmo Barco – Pedro de Alcântara convida Bebê Kramer’ • Pedro de Alcântara • Selo Independente • 2022 | Arte: Jane Sanglard

DISCO ‘NO MESMO BARCO – PEDRO DE ALCÂNTARA CONVIDA BEBÊ KRAMER’ • Pedro de Alcântara • Selo Independente • 2022
Músicas/ compositores
1. O choro é livre (Maurício de Oliveira)
2. No mesmo barco (Pedro de Alcântara)
3. Café com Kramer (Pedro de Alcântara)
4. A caravela e o coral (Pedro de Alcântara e Bebê Kramer)
5. De esta también salgo (Rodrigo G. Pahlen)
6. Chumbo grosso (Pedro de Alcântara)
7. Outra vez ao mar (Pedro de Alcântara)
8. Luiza (Maurício de Oliveira)
– ficha técnica –
Pedro de Alcântara (piano elétrico – fx. 1, 6, 8; piano – fx. 2, 4, 5, 7) | Bebê Kramer (acordeon – fx. 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8) / participação especial | Edu Szajnbrum (bateria – fx. 1, 3; pandeiro – fx. 6) | Hugo Maciel (baixo elétrico – fx. 1, 3, 6) | Direção musical e arranjos: Pedro de Alcântara | Produção: Pedro de Alcântara / Piano Produções | Produção executiva: Kakado Martins | Engenheiro de gravação: Daniel Serafim | Mixagem e masterização: Rafael Herdy | Iluminação: Fábio Prieto | Vídeo: Umma Produções | Edição e direção de imagem: Márcio Abreu| Fotos: Tadeu Bianconi | Arte e projeto gráfico: Jane Sanglard | Assessoria de imprensa: Débora Venturini Assessoria de Comunicação | Gravado ao vivo no Palácio da Música Sônia Cabral – Vitória/ES, em 19 de setembro de 2021 | Selo: Independente | Formato: CD / Digital | Ano: 2022 | Lançamento: 13 de setembro | #* Ouça o álbum: Youtube | Spotify | Deezer.

Leia também:
:: O acordeonista Bebê Kramer lança álbum ‘Gauchada Reunida’.
.
>> Bebê Kramer na rede: Instagram | Facebook | Youtube | Soptify.
>> Pedro de Alcântara na rede: Site | Instagram | Youtube | Linktree.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / Música instrumental.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske

 


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES