quinta-feira, junho 20, 2024

Margareth Reali lança single ‘Imortais’, com participação de Jaques Morelenbaum

Margareth Reali canta ‘Imortais’ em single autoral com participação especial de Jaques Morelenbaum, no violoncelo, lançamento do selo Selim.
.
A cantora, compositora e produtora artística Margareth Reali, conhecida por sua trajetória como intérprete dos grandes compositores do Clube da Esquina até 2010, quando parou para dedicar-se a outros projetos, retomou à carreira de intérprete em 2020, lança seu mais novo single Imortais, canção autoral, composta com apenas 16 anos.
.
O lançamento acontecerá pela Selim, selo musical do empresário Alexandre Ktenas, que tem parceria com ADA/Warner Music e conta com grandes artistas em seu portfólio, como Banda Eva e o cantor e compositor Chico Chico.

Durante a pandemia, a cantora trabalhou o seu caderno de canções compostas durante a adolescência, que ela denomina “memórias do futuro” e dele estão saindo algumas que integrarão o EP que leva seu nome.
.
“Imortais” fala de um amor que foi perdido na juventude, mas alguns trechos da letra foram atualizados, incorporando experiências transformadoras que a cantora passou nos últimos anos.
.
A faixa foi gravada em 2022, no Studio71, em Belo Horizonte (MG), sob a produção musical e arranjo do pianista Christiano Caldas e de contar com a participação dos músicos Lincoln Cheib, na bateria, Eneias Xavier, no baixo, Matheus Barbosa, na guitarra e ainda com os vocais de Vinícius Motta e Jaiminho Silva.

Neste ano, a cantora convidou Jaques Morelenbaum para participar da produção, colocando a sonoridade mágica do violoncelo em contraponto à instrumentação predominantemente eletrônica, que flerta com o Pop futurista, o Dream Pop e o Indie Pop.
.
“A interpretação de Margareth Reali em IMORTAIS me remete a recursos e inflexões vocais da cantora Lana Del Rey, que tem sido referência de originalidade na atual cena pop mundial. Excelente influência e referência pra Margareth, que ainda que flertando com a interpretação de Lana, consegue imprimir sua própria carga dramática à canção em questão”. Keco Brandão- músico e produtor musical.

revistaprosaversoearte.com - Margareth Reali lança single 'Imortais', com participação de Jaques Morelenbaum
Capa do single ‘Imortais’ • Margareth Reali – feat. Jaques Morelenbaum • Selo Selim • 2023 – foto ©Murilo Medina

SINGLE ‘IMORTAIS’ • Margareth Reali • Selo Selim • 2023
Canção:
:: Imortais, de Margareth Reali
– ficha técnica –
Margareth Reali (voz) | Participação especial: Jaques Morelenbaum (violoncelo) || MúsicosMatheus Barbosa (guitarra) | Enéias Xavier (baixo) | Christiano Caldas (teclados) | Lincoln Cheib (bateria) | Vinícius Motta e Jaiminho Silva (vocais) | Produção musical e arranjos: Christiano Caldas | Técnico de gravação, mixagem e masterização: Christiano Caldas / Gravado em 2022, no Studio71, em Belo Horizonte /MG | Design gráfico: Aquiles Faneco | Foto de capa: Murilo Medina | Make: Lili Ferraz | Cabelo: Adal | Assessoria de imprensa: Maria Inês Costa // Luciana Braga – Naza Music Group | Marketing musical: Laura Elisa Velho | Redes sociais: Marã Música|| Selo: Selim | Distribuição: Ada Music Brasil | Formato: Single | Ano: 2023 | Lançamento: 28 de julho | #* Ouça o single: clique aqui.

SOBRE MARGARETH REALI
Com uma trajetória de 33 anos no meio musical, Margareth Reali despontou na carreira de intérprete popular em 1996, após ser descoberta pelo saudoso diretor e produtor musical Fernando Faro. Desde os 14 anos já cantava, estudou canto lírico e chegou a participar de óperas e concertos eruditos. Seu primeiro CD “Onde o céu azul é mais azul” (1998) contou com arranjos de grandes músicos como Cristovão Bastos, Amilton Godoy, Sérgio Dias (Mutantes) e Natan Marques. Em 1999, estrelou o programa Ensaio, da TV Cultura, onde foi apresentada como “uma das vozes mais bonitas do Brasil”. De 2002 a 2008, realizou turnês pelo país com o show “Portal de Minas”. Paralelamente atuou em outros projetos especiais, entre eles o especial “90 anos de Vinicius”, onde teve a honra de dividir o palco com Toquinho. Também passou um período na Europa, apresentando-se em Paris e na Holanda. Em 2007, lançou o segundo álbum “Um trem para o sonho – As canções de Nivaldo Ornelas” e posteriormente idealizou os projetos “Divas” e “Vintage”, nos quais performou canções dos anos 50 e 60, contando com a participação de Arrigo Barnabé em uma das apresentações feitas pelo Brasil. A partir de 2010, passou a se dedicar ao universo da produção e tornou-se reconhecida por investir na volta aos palcos do grupo Som Imaginário, do maestro Wagner Tiso, além de promover artistas como Eumir Deodato e Romero Lubambo.
.
Sua paixão pelo canto a fez voltar aos estúdios em 2020, com o lançamento do single “I Say a Little Prayer”, uma versão bossa-nova do sucesso de Aretha Franklin, gravada a convite do conceituado produtor musical Torcuato Mariano. Agora, Margareth Reali trabalha no lançamento dos singles de seu EP homônimo, que transitará entre a música brasileira atual e o pop, incluindo canções autorais.
.
Os singles já lançados são Sentinela, de Milton Nascimento e Fernando Brant, Bodas, de Chico Amaral (letrista do Skank) e a faixa bônus Lua de Sangue, autoral.
>> Margareth Reali na rede: Site | Instagram | Linktree.
.
> Imagem (capa da matéria): Margareth Reali – foto ©Murilo Medina
.
Série: Discografia da Música Brasileira / MPB / Pop / Canção / Single .
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES