Nico Assumpção - foto Acervo NA e Luiz Melodia - foto Marcelo Correa

Apresentações on-line em dois dias, às 20h, no Estúdio Floresta com transmissão ao vivo no YouTube pelo Canal Som do Rio. Projeto patrocinado pela Lei Aldir Blanc.

“Em todo país se produz música de qualidade, é inegável. Mas em nenhuma outra cidade brasileira se produz uma música tão sofisticada quanto no Rio de Janeiro”. Com a benção do grande clarinetista Paulo Moura (15/7/1932 – 12/7/2010) o Projeto Som do Rio celebra em 2021 seus 30 anos apresentando o Festival homônimo “Som do Rio” com convidados especiais do canto e do instrumental brasileiro.

A voz de Delia Fischer vai encantar o público, que nesta edição será brindado mais uma vez com o canto feminino. Já a cantora Janamô interpretará Luiz Melodia ao lado do cantor compositor Renato Piau e do violonista Ramon Araújo, numa linda homenagem ao “Negro Gato”, eterno apaixonado pelo bairro do Estácio (7/1/1951-4/8/2017). O contrabaixista Jorge Helder toca destacando o trabalho de outro homenageado: o contrabaixista Nico Assumpção (13/8/1954 – 20/1/2001). Todos acompanhados pela Orquestra Atlântica.

Som do Rio reúne os artistas que participaram da sua primeira edição com sucesso no Largo da Carioca, hoje músicos de renome internacional. O projeto foi criado a partir da observação de que o Rio de Janeiro precisa resgatar a posição de ser o principal centro e vitrine musical do Brasil. Divulgar as mais variadas tendências sonoras que traduzem a vida cultural e artística desta cidade, internacionalmente reconhecida e admirada por suas belezas naturais e pela inesgotável fonte geradora de arte sonora que caracterizam a vida desta gente que habita uma das mais conceituadas metrópoles do mundo.

Foi assim com a Bossa Nova, no início dos anos 60, que irradiou para o exterior, a vocação, a criatividade, o talento de nossos músicos, intérpretes e compositores. Ao longo do tempo e por várias razões político-sociais e econômicas, o Rio se esvaziou. Mas sempre tem sido lembrado por seu carisma, por sua inequívoca e generosa geografia que seduz e atrai as atenções dos turistas. E quando o assunto é música, permanece o interesse, a curiosidade, a procura do conhecimento mais próximo da nossa cultura.

Com a iniciativa e proximidade do fim da pandemia e a chegada da vacina, evidencia-se ainda mais a necessidade de recuperar o prestigio de nossa cidade junto à comunidade internacional. O produtor musical Mauro Cleverson garante que nunca teve no Brasil um Festival com este formato.

_ O formato pode variar de um dueto a um combo com 12 instrumentistas. Conseguimos burlar a crise com muita criatividade. Cada artista convidado pode apresentar até duas músicas, sendo que uma em solo ou em outras formações utilizando os componentes da orquestra.

Segundo Mauro, na verdade não é uma orquestra e sim um combo, composto por 11 elementos. Alguns músicos tocam mais de um instrumento, por exemplo: sax tenor, sax alto, sax soprano, sax barítono, flautas, clarineta, clarone, trompetes, flügelhorns, trombones e a base, piano, baixo, bateria e percussão.

_ Pela lista de instrumentos dá para perceber a quantidade de combinações sonoras que se pode atingir com as apresentações em dois dias. Com isso, o espectador com certeza vai se deleitar assistindo um festival de sons e timbres -, garante o produtor musical.

26/3, sexta-feira: Orquestra Atlântica, Jorge Helder (contrabaixo), Luiz Otávio (piano), Fernando Moura (piano), Jorge Oscar (contrabaixo), Délia Fischer (voz e piano), Claudio Dauelsberg (piano), Robertinho Silva (percussão), Orquestra Atlântica.

27/3, sábado: Orquestra Atlântica, Tomás Improta (piano), Robertinho De Paula (violão), Rodrigo Lessa (Bandolim), Mauro Senise (sax alto).  Renato Piau (voz, violão e guitarra) – Participações de Janamô (voz) e Ramon Araújo (violão) –  Orquestra Atlântica.

Maiores informações:

Produção – Mauro Cleverson

21 3287-4707 98004-0946

Serviço

Dias 26 e 27/3, às 20h.

“Festival Som do Rio 30 Anos”

Estúdio Floresta

Transmissão ao vivo pelo canal do YouTube Canal Som do Rio.

Colaboração consciente a partir de R$ 10.

 CICLO Comunicação – atendimento à imprensa: Clóvis Corrêa (21) 98289-7728

RECOMENDAMOS







Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar