quarta-feira, junho 19, 2024

Futuros – Arte e Tecnologia apresenta exposição ‘Casa Comum’

A exposição “Casa Comum”, com instalações multimídias e experiências sensórias, no prédio do Futuros – Arte e Tecnologia, entre 10 de janeiro e 10 de março, é um acontecimento artístico inédito. Pela primeira vez, o projeto–plataforma que vem sendo desenvolvido desde 2020, e já circulou em grandes festivais em Londres, Pará e Porto, além da COP 26, em Glasgow, Escócia, ganha escala de uma “Major Exhibition”, ocupando todos os espaços, galerias e andares, com diversas obras e instalações multimídias criadas especialmente para o Futuros – Arte e Tecnologia, oferecendo ao público múltiplas experiências. Dentre elas, sala imersiva, instalações inéditas, obras de vídeo-arte, experiência sonora, documentário sobre a vivência dos artistas na Amazônia e uma escultura de uma anaconda gigante de 25 metros de comprimento.
.
“CASA COMUM é um importante manifesto onírico espiritual vertiginoso, embaralhado, dessas muitas tecituras de sonhos e visões de cada artista envolvido, capturando essa ideia de casa comum como a cohabitação de diversas criaturas, corpas e sonhos. Do trânsito amazônico entrelugares, florestas, cidades e rios, e do transversando entre ancestralidade presente e futuro, criando uma plataforma de escuta-aprendizado-amplificação de vozes”, comenta o diretor artístico Renato Rocha, também idealizador e curador do projeto.

O evento é uma colaboração artística internacional, entre Renato Rocha, o estúdio digital londrino SDNA (Ben Foot e Valentina Floris), 12 artistas amazônicos: Alcemar Vieira Sateré, André Sateré, Elizete Tikuna, Jaqueline Santos, Jayne Kira, Rafa Militão, Rafael Bqueer, Roberta Carvalho, Uýra, Valda Sateré, Verlene Mesquita, Wellington Dias, os premiados cineastas Takumã Kuikuro, do Xingú e Rafael Ramos, de Manaus, o artista sonoro Daniel Castanheira, do Rio de Janeiro, e a Galharufa Produções Artísticas.
.
Através da uma experiência híbrida, entre colaboração digital virtual e imersão presencial na Amazônia, com o povo indígena Sateré Mawé, num trânsito profundo entre floresta, rios e cidade, o grupo de artistas se lançou, tendo o audiovisual, o vídeo arte, a performance, as artes visuais, o vídeo performance e a arte sonora, como suporte para pensar a ideia do planeta como uma casa comum, a importância das vozes amazônidas e das cosmovisões indígenas para o planeta hoje, na produção de narrativas não hegemônicas que pensem a crise climática e humanitária que vivemos hoje no mundo.

“Por meio da cultura e suas múltiplas linguagens, o Futuros – Arte e Tecnologia busca engajar o público em debates e reflexões conectados com o nosso tempo. CASA COMUM abre a nossa programação em 2024 combinando arte, diversidade e urgência socioambiental com obras, debates e performances de artistas do norte do país. Assim, ao realizar esta exposição, um manifesto de vozes amazônidas e sua perspectiva da relação entre ser humano e natureza, reafirmamos nosso propósito de valorizar a diversidade de tradições e identidades, indispensáveis para construção de futuros mais sustentáveis, justos e inclusivos”, ressalta Victor D’Almeida, gerente de cultura do Oi Futuro.
.
CASA COMUM acontece em ocupação total do prédio do Futuros – Arte e Tecnologia, de 10 de janeiro até 10 de março, com ingressos gratuitos, de quarta à domingo, das 11h às 20h. O Futuros – Arte e Tecnologia está localizado na Rua Dois de Dezembro, nº 63, no Flamengo, Rio de Janeiro, próximo ao Metrô Largo do Machado.

revistaprosaversoearte.com - Futuros - Arte e Tecnologia apresenta exposição 'Casa Comum'
CASA COMUM artista André Sateré _ crédito da foto © Roberta Carvalho

FICHA TÉCNICA
Artistas criadores: Alcemar Vieira Sateré, André Sateré, Elizete Tikuna, Jaqueline Santos, Jayne Kira, Rafa Militão, Rafael Bqueer, Roberta Carvalho, Uýra, Valda Sateré, Verlene Mesquita e Wellington Dias | Participação: comunidades Sateré Mawé das Aldeias Waikiru e Tupãna Mehua | Idealização, curadoria e direção artística: Renato Rocha | Estúdio criativo: SDNA | Criação sonora: Daniel Castanheira | Assistência sonora: Bruno Qual | Gravação de campo, música, edição e desenho de som: Daniel Castanheira | Mixagem e masterização: Bruno Qual | Captação de imagens: Takumã Kuikuro e Rafael Ramos | Expografia e direção de arte: Cachalote Mattos e Renato Rocha | Iluminação: Paulo Denizot | Direção Documentário: Takumã Kuikuro e Renato Rocha | Montagem e edição documentário: Breno Buswell | Edição e desenho de som: Daniel Castanheira | Cobra Grande e Máscaras Visages: Alcemar Vieira Sateré | Assistência de direção Rio e pré-edição geral: Breno Buswell | Assistência de direção Fase 1 Manaus: Verlene Mesquita | Equipamentos audiovisuais: Novamidia Equipamentos | Coordenação Técnica audiovisual: Alexandre Bastos | Colaboração técnica videográfica: Plínio Pietro | Edição UK: SDNA | Edição BR: Breno Buswell e Rodrigo Savastano | Projeto de sonorização: Juilo Lobato e Felipe Messina | Boca do Trombone | Equipe montagem de som: Armando Telles Ribeiro, Carlos Shizuka e Lucas Alves | Cenotecnia: Moisés Cupertino | Assessoria de Imprensa: Ney Motta | Fotógrafo: Renato Mangolin | Fotógrafos colaboradores: Bruna Zaccaro e Rorion Carvalho | Vídeos release: Emanuel Orengo | Vídeos registro: Breno Buswell | Criação gráfica, Marketing digital e mídias sociais: Lead Performance | Produção: Galharufa Produções Artísticas | Direção de Produção: Sérgio Saboya e Silvio Batistela | Produção Executiva: Carlos Chapéu | Assistência de Produção: Cajú Bezerra | Produção Fase 1 Manaus: Verlene Mesquita | Produção Fase 1 Londres: Gaël Le Cornec | Mídias Sociais Fase 1: Ana Didonet | Consultoria Fase 1: Vanessa Gabriel | Equipe de monitoria: Lui Lucas, Gabe Felix e Bernardo Rodrigues | Equipe de adereços: Nayara Nascimento e Íris Giles | Realização: RR Produções Artísticas | Correalização: Futuros – Arte e Tecnologia | Parceria Internacional: SDNA | Supported by: British Council

revistaprosaversoearte.com - Futuros - Arte e Tecnologia apresenta exposição 'Casa Comum'
CASA COMUM artista André Sateré _ crédito da foto © Takumã Kuikuro

SERVIÇO
CASA COMUM
Local: Futuros – Arte e Tecnologia
Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, Rio de Janeiro
(próximo ao Metrô Largo do Machado)
Informações/tel.: (21) 3131-3060
Temporada: 10 de janeiro até 10 de março de 2024
Visitação: Quarta à domingo, das 11h às 20h
Entrada franca, ingressos grátis!
Classificação livre, exceto na Galeria 1 com indicação a partir de 12 anos.
Website com a programação do CASA COMUM: clique aqui


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES