segunda-feira, junho 17, 2024

Felipe Radicetti lança livro com entrevistas de grandes compositores da música brasileira

Felipe Radicetti, sócio no selo Zênitha Música, lança livro com importante conteúdo musical e entrevistas de grandes compositores: Antonio Adolfo, Edu Lobo, Ivan Lins, Joyce Moreno, Tim Rescala, Roberto Frejat e outros
.
“Você, compositor: contextos determinantes para a criação musical” (Consequência Editora. 2023) é o quarto livro do músico Felipe Radicetti, compositor de formação clássica. Nesta obra, o autor investiga o processo criativo em música sob o viés dos vínculos que o compositor estabelece com os materiais musicais, utilizando uma ampla revisão bibliográfica. O autor reúne entrevistas semiestruturadas com alguns dos mais importantes compositores da música popular e erudita no Brasil e inclui os contextos que são determinantes – no âmbito da profissionalização do compositor, como a legislação de direitos autorais, o streaming e as políticas públicas para cultura – para moldar a criação musical na atualidade.
.
As reflexões são enriquecidas com a experiência notável de grandes nomes da música e do direito autoral: Antonio Adolfo, Claudio Jorge, Dani Ribas, Danilo Caymmi, Déborah Cheyne, Edu Lobo, Flávio Paiva, Itamar Assiere, Ivan Lins, João Alfredo Cantiber, João Guilherme Ripper, Joyce Moreno, Tim Rescala, Miltinho do MPB-4, Roberto Frejat, Samuel Araújo e Vanisa Santiago.
.
Felipe Radicetti publicou os livros “Introdução à composição musical tonal: roteiro para os primeiros passos”. (Ed. Intersaberes, 2023), “Trilhas Sonoras: o que escutamos no cinema, no teatro e nas mídias audiovisuais” (Ed. Intersaberes, 2020), “Escutas e Olhares Cruzados nos Contextos Audiovisuais” (Ed. Intersaberes, 2018), “Capítulo de Livro: A música da Revolução, p. 266” (2022).

Sobre Felipe Radicetti, autor e compositor
Organista e compositor de formação clássica, é criador de música para TV, cinema, teatro e do cancioneiro popular é sócio no selo Zênitha Música. Mestre em Música e Educação pela UniRio, publicou os livros Escutas e olhares cruzados nos contextos audiovisuais (2018) e Trilhas Sonoras: o que escutamos no cinema, no teatro e nas mídias audiovisuais (2020), ambos pela Ed. InterSaberes. Em 2020, lançou o EP digital Lorca, reunindo canções de sua autoria sobre poemas do poeta espanhol. Em sua discografia, figuram os seguintes títulos: America (2015), Europa (2013), Sagrado Profano (2009), SuperLisa (lançado em 2003 no Brasil e em 2005 no Japão) e Homens Partidos (2000), que inclui a canção Moleque-marraio, classificada para as semifinais do Festival da Música Brasileira da Rede Globo de 2000. De sua produção para a música de concerto, a cantata A Revolta dos Posseiros para tenor, coro e orquestra estreou em outubro de 2019, no Paraná; antes, em maio, a suíte O Golpe para violoncelo e orquestra de cordas foi apresentada na Sala Cecília Meireles pela Orquestra Sinfônica da UniRio, sob a regência de Guilherme Bernstein e com Hugo Pilger no violoncelo, e, em 2005, a cantata O Interrogatório, interpretada pela orquestra da Cia. Bachiana Brasileira, sob a regência de Ricardo Rocha e gravada na série (CD) Painel da Brasilidade na Música de Concerto. >> Mais informações sobre o autor. clique aqui.

revistaprosaversoearte.com - Felipe Radicetti lança livro com entrevistas de grandes compositores da música brasileira
Capa do livro ‘Você, compositor: contextos determinantes para a criação musical’. Felipe Radicetti. Consequência Editora, 2023

SERVIÇO
Livro “Você, compositor: contextos determinantes para a criação musical” 
Autor: Felipe Radicetti
Ano: 2023 (1ª edição)
Páginas: 160
Preço médio: R$ 42
Editora: Consequência Editora
Onde comprar: Consequência Editora – Contato – Tel 21-22673593 / e Site da Zênitha Música. clique aqui.
Sinopse: Os processos criativos em música têm sido objeto de interesse de compositores, intérpretes, músicos, pesquisadores da academia e mesmo de ouvintes interessados em como seus compositores prediletos logram escrever canções ou mesmo sinfonias que ocupam lugar tão destacado em suas memórias de toda uma vida. Eu não escrevi um método de composição nem discuti os materiais musicais, mas, nos cinco capítulos deste livro, abordei os cinco contextos que considero determinantes para os processos criativos em música, com ênfase nos vínculos que o compositor estabelece no exercício de seu ofício, em cada um desses contextos: com os processos cognitivos no ato composicional propriamente dito, com a formação tanto acadêmica como em processos sociais de aprendizagem; abordei os vínculos que o compositor estabelece no diálogo com o seu tempo, com o mundo do trabalho e as regras da economia do campo artístico e, finalmente, com o seu patrimônio artístico já constituído. O livro, às vezes, me lembra um relato de viagem, quando escrevo sobre minhas experiências pessoais em décadas de atividade e busco dialogar com os depoimentos de forte caráter confessional de compositores de diversos gêneros da música brasileira como Ivan Lins, Edu Lobo, Joyce Moreno, Roberto Frejat, Tim Rescala, João Guilherme Ripper, Claudio Jorge, Danilo Caymmi, Antonio Adolfo, Miltinho do MPB-4, Flávio Paiva e de João Alfredo Cantiber, da socióloga Dani Ribas, do etnomusicólogo Samuel Araújo e a advogada de Direitos Autorais a Dra. Vanisa Santiago. Quando nos tornamos compositores, o fazemos por escolha e voluntarismo. Posto que se trata disto: ouvir música é tão bom, que tal agora mexer com essas notinhas aqui e acolá e ver no que dá.
.
> Imagem (capa da matéria): Capa do livro ‘Você, compositor: contextos determinantes para a criação musical’. Felipe Radicetti. Consequência Editora, 2023 / FR – foto ©Romilda de Souza Lima


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES