segunda-feira, junho 24, 2024

Exposição ‘Somos Todos Clarice’, no Museu da República

Até 10 de março de 2017, os espaços de arte contemporânea do museu vão ser ocupados pela poesia e obra da escritora na exposição “SOMOS TODOS CLARICE”, idealizada por Isabel Sanson Portella, curadora da Galeria do Lago.

“É preciso ler Clarice para aprender a vida, para enxergar como a matéria humana se move no mundo do ponto de vista social, familiar, do eu e do outro e da solidão de si mesmo”, afirma a curadora.

“Tem uma frase dela que diz: ‘Eu vou ao encontro do que me espera’. E cada artista foi ao encontro da Clarice que o esperava. Cada olhar encontrou um de seus mistérios: uns descobriram que liberdade é pouco, outros que adoram voar. Às vezes uma frase ou um conto, uma indagação ou uma imagem sugerida são o ponto de partida para mais questionamentos”, conclui Isabel Portella.

Inspirados em textos da escritora, 20 artistas atuantes no cenário carioca apresentam seus trabalhos, que vão desde pinturas acrílicas, aquarelas, fotografias e fotomontagens a uma performance com um vestido que vai ser usado pela atriz Giovanna Ewbank no dia da abertura. Na área externa, uma grande instalação montada pelo grupo “Aluga-se”, composto por dez artistas, vai ocupar o coreto, com móveis e objetos que fazem referência aos poemas de Clarice. Leituras de textos também estão previstas na programação, que fica aberta à visitação até o dia 10 de março de 2017.

revistaprosaversoearte.com - Exposição 'Somos Todos Clarice', no Museu da República
Obra de Pedro Gandra para a exposição Somos Todos Clarice

Artistas participantes
Adrianna Eu, Ana Teixeira, Alessandro Sartore, Bianca Madruga, Claudia Hersz, Denise Adams, Grupo Aluga-se, Joaquim Paiva, Jozias Benedicto, Julia Debassi, Katia Wille, Laura Gorski, + Renata Cruz, Leila Danzinger, Letícia Tandetta, Manoel Novello, Maria Fernanda Lucena, Mariana Guimarães, Panmella Castro, Piti Tomé, Pedro Gandra, Raul Leal, Regina Vater, Thais Beltrame, Virginia Paiva

revistaprosaversoearte.com - Exposição 'Somos Todos Clarice', no Museu da República
Trabalho de Joaquim Paiva inspirado nos textos de Clarice Lispector

Clarice: Antiga Vizinha
Clarice Lispector já foi vizinha do Palácio do Catete, que abriga o Museu da República desde 1970. Em 1940, após a morte de seu pai Pedro Lispector, Clarice e sua irmã Elisa se mudam para a residência da irmã Tania, que se casara em 1938 com William Kaufmann, situada à Rua Silveira Martins, na vila chamada de Condomínio Bairro Saavedra, vizinha ao hoje museu. Neste período a escritora, que já havia tido um conto seu publicado em um jornal semanário, estava se dedicando fortemente à escrita.

SERVIÇO
Exposição: Somos todos Clarice
Aberto ao público: até 10 de março de 2017
Galeria do Lago, Museu da República
Rua do Catete, 153, Catete, Rio de Janeiro
Telefone: (21)2127-0334
Horário de funcionamento:
De terça a sexta das 10h às 12h e das 13h às 17h
Aos sábados, domingos e feriados das 13h às 18h
Entrada franca
Classificação: Livre

Fonte: Revista Museu


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES