sábado, junho 15, 2024

“Escravidão, abolição e pós-abolição”, a Fundação Casa de Rui Barbosa disponibiliza documentos na internet

Você sabe como nasceu a expressão “para inglês ver”? Por que as camélias se tornaram símbolo da luta abolicionista? O que queriam dizer termos como “bacalhau” e “ingênuo” para designar elementos e circunstâncias cotidianos na vida dos negros africanos escravizados?

Um mergulho no sitio Escravidão, abolição e pós-abolição’, criado pela Fundação Casa de Rui Barbosa — permite aprender ou relembrar dados históricos e detalhes curiosos, além de oferecer acesso fácil e direto a um rico acervo de livros, documentos, fotos, pesquisas e até jogos que ajudam a fomentar o interesse pelo tema entre internautas mais jovens.

revistaprosaversoearte.com - "Escravidão, abolição e pós-abolição", a Fundação Casa de Rui Barbosa disponibiliza documentos na internet
Aquarela de H. Gold Schmidt ‘Carro de boi transportando escravos’ – Minas Gerais, 1895 (Reprodução: Fundação Casa de Rui Barbosa)

O objetivo do projeto Memória da Escravidão, abolição e pós-abolição é contribuir para a pesquisa nos temas e também fomentar a formação de novos pesquisadores. Recomendado para internautas de todas as idades, o sítio disponibiliza as seguintes áreas:
– Documentos digitalizados que podem ser consultados e baixados pelo pesquisador;
– As exposições “O registro da escravidão na vida privada” e “A abolição e seus registros na vida privada”, que reúnem documentos sobre os dois temas estão representadas em dois catálogos;
– Um vocabulário controlado que define termos mais consagrados que envolvem a memória da escravidão no Brasil;
– Textos e links de textos de pesquisadores referentes aos temas;
– Indicação de links de sítios correlatos;
– Área voltada para os estudantes onde por meio dos jogos: caça-palavras, quiz, jogo da memória e desafio da transcrição entrarão em contato com documentos textuais e imagens históricas. A proposta desta área é desenvolver o interesse do estudante pelos temas, pela pesquisa e pelos arquivos;
– A tradução do banco de dados The Trans-Atlantic Slave Trade Database, que reúne registros de expedições de tráfego de escravos no período de 1514 a 1866.

Ao longo do tempo serão digitalizados mais documentos, os jogos oferecerão mais opções (hoje são 40 jogos disponíveis de forma alternada) e mais exposições estarão no ar.

revistaprosaversoearte.com - "Escravidão, abolição e pós-abolição", a Fundação Casa de Rui Barbosa disponibiliza documentos na internetO projeto Memória da Escravidão, Abolição e Pós-Abolição reúne uma equipe interdisciplinar de duas instituições, a Fundação Casa de Rui Barbosa e a PUC-Rio, que buscaram contribuir para uma maior divulgação dos temas sobre e em torno da escravidão, abolição e pós-abolição.

Equipe Responsável
.
Fundação Casa de Rui Barbosa
.
Coordenação Geral do projeto
Lucia Maria Velloso de Oliveira
.
Exposições
Leila Estephanio de Moura
Priscila Soares Vaisman
.
Jogos
Leandro de Abreu Souza Jaccoud
Renata Regina Gouvêa Barbatho
.
Estante Digital, Vocabulário Controlado e Sítios Correlatos
Lucia Maria Velloso de Oliveira
.
Acervos: Serviço de Arquivo Histórico e Institucional e Serviço de Biblioteca da FCRB
.
PUC-Rio
Desenvolvimento do Sítio, Desenvolvimento Tecnológico dos Jogos e Vocabulário Controlado
Equipe do LAMBDA
.
Acesse aqui Sítio Escravidão, abolição e pós-abolição

Fonte: FCRB | Preta, preto, pretinhos (2017)


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES