sexta-feira, junho 14, 2024

Dia da Amazônia – Grupo Editorial Zit indica “Tempo de Aldeia”

Dia 5 de setembro é comemorado o Dia da Amazônia, nosso bem mais precioso. A data foi escolhida para celebrar o dia em que foi criada a Província do Amazonas, em 1850, por D. Pedro II, a província que é hoje o atual estado do Amazonas, uma das maiores reservas naturais do planeta.
.
O Grupo Editorial Zit indica a leitura de Tempo de Aldeia (selo Escrita Fina), da autora Edith Lacerda:
.
E o tempo de aldeia ficou em Edith Lacerda para muito além da fronteira física e da barreira do tempo. Traz as vozes, o eco dos aromas, os sabores e sabores que vivenciou. Suas memórias são preciosidades que guarda em baú delicado que agora abre e compartilha com o leitor.

Seu olhar urbano surpreendido por uma experiência amazônica: trabalhar como professora em aldeia indígena. Este relato traz os sons da mata e a sonoridade de palavras de um idioma falado por poucos. Cenas do cotidiano, guardadas na memória revelam um aprendizado de vida costurado por fios de poesia.
.
Mais que um trabalho de campo, um mergulho étnico em que, relativizando o entorno, ela tornou “seu” o que lhe era estranho – e entregou seu coração de kaminhá (não índia) a toda uma tribo de kinhás. Na aldeia conjunta da educação, da tolerância e do respeito, é sempre tempo de aprender com o outro e perceber que o diferente pode ser também o seu próximo ou igual.

Trocar a cidade grande por uma aldeia indígena, na Amazônia, foi a aventura da autora desta história. As experiências de quatro anos nessa aldeia, os sons da floresta, os aromas e as cores vão surpreender você.
.
A vida nos reserva muitas surpresas. E, na vida de Edith, a surpresa veio em forma de desafio: lecionar para os Waimiri-Atroari, em sua própria aldeia. Entre reflexões e aprendizados, ela nos mostra como foi essa experiência.
.
revistaprosaversoearte.com - Dia da Amazônia - Grupo Editorial Zit indica "Tempo de Aldeia"FICHA TÉCNICA
Título: Tempo de Aldeia
Autora: Edith Lacerda
Editora: Escrita Fina / Editorial Zit
Páginas: 116
Ano da 1ª edição: 2014
Dimensões: 12 x 15
ISBN: 9788563877109
Valor: R$ 32,00
* Compre o livro: clique aqui.
—-
Autora
Edith Lacerda é educadora e contadora de histórias. Especializou-se em Línguas Indígenas Brasileiras pelo Museu Nacional ? UFRJ. Durante quase quatro anos conviveu cotidianamente com os índios Waimiri-Atroari, atuando como professora no inicio do processo de escolarização desse povo.

 SOBRE ZIT Editora e Selo Escrita Fina
A Zit Editora está no mercado desde 2003 publicando livros voltados para o público infantil e juvenil. Nosso objetivo é produzir material literário e didático que possa ampliar o gosto e o prazer pela leitura. Entendemos que a leitura de livros de literatura representa não só um poderoso meio de desenvolver a capacidade de reflexão do ser humano, mas também de transformar o leitor em um cidadão crítico, criativo e atuante na sociedade. Acreditamos que, só quando tivermos um Brasil leitor, teremos um país mais justo. Ler é divertido como brincar. Por isso, leiam com seus filhos e alunos, compartilhem leituras, incentivem seus filhos e alunos a gostarem dos livros como gostam de brincar. Os livros foram feitos para nos fazer sonhar, viver aventuras, viajar para lugares que talvez nunca possamos conhecer, ou mesmo para nos divertir, nos revelar poesia e novas possibilidades de ler o mundo e a nós mesmos.
A Escrita Fina – Edições traz muitas histórias e um compromisso: publicar literatura de boa qualidade para crianças, adolescentes e jovens adultos em livros para todos os gostos. Livros pequenos e livros grandes, livros fi¬nos e livros grossos, livros coloridos e livros em preto e branco, livros para rir e livros para chorar (e também livros ora para rir e ora para chorar), livros de amor e livros de terror, livros de aventura e livros de ternura, livros de esquisitices e livros de divertidas mesmices… Em tanta diversidade, um ponto em comum: livros que fazem o jovem leitor se emocionar, refletir e crescer. Em outras palavras: os livros da Escrita Fina Edições buscam, por meio da arte da palavra, da elegância discursiva (passível de estar presente tanto em registros formais quanto informais) e da beleza das imagens gráficas, proporcionar ao jovem leitor não nenhum tipo de lição, mas, sim, oportunidades de questionamento, de construção de sentido, de ressignificação e de fruição, tanto no plano emocional quanto no intelectual. O que pretendemos é oferecer terreno propício para interpretações, investigações, ou seja, para o exercício da subjetividade. E, assim, ajudar também a mostrar que a literatura infantil e a juvenil não devem ser tratadas como um degrau para a literatura destinada ao público adulto, uma vez que elas não são um vir a ser, não são inferiores à literatura adulta, simplesmente são; carregam suas especificidades próprias, de imenso e cabal valor e, portanto, podem e devem ser lidas também por adultos, que, com certeza, se sentirão enlevados e atiçados ao mergulharem em uma boa história de livros infantis ou juvenis.
>> Grupo Zit Editorial / Selo Tinta Preta na rede: Site | Instagram | Facebook | Atendimento de segunda a sexta – 9h às 17h / Tel.: (21) 97135-4711 / E-mail: [email protected]


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES