Já se foi o tempo em que compreender os mistérios da mente humana era tarefa exclusiva dos Filósofos, Médicos e Psicólogos. Hoje em dia, os empreendedores também querem saber o que se passa na mente das pessoas, ou melhor, dos seus leads.

Para isso, a ferramenta utilizada é o Neuromarketing, uma área da ciência que consegue unir o melhor dos dois mundos: o conhecimento da Neurociência e as técnicas de Marketing.

Qual a cor mais adequada para a marca de uma empresa despertar sentimentos nostálgicos no público-alvo? Qual a frase vai fazer que o lead avance na jornada de compra? Essas são algumas indagações que o Neuromarketing pode responder.

Sendo assim, essa mistura da Neurociência com o Marketing é a alternativa perfeita para os empreendedores entenderem melhor como funcionam as engrenagens no cérebro dos consumidores.

Os fatores que levam a decisão de compra

Os motivos que levam as pessoas a comprarem um produto são vários e bastante subjetivos. As razões para o João comprar o novo smartphone da Samsung, por exemplo, podem ser bem diferentes das razões da Maria.

Ambos podem ser o público-alvo da mesma empresa, mas cada um deles possui a sua própria história de vida, os seus gostos pessoais e, portanto, o que pode sensibilizar um pode não sensibilizar o outro.

Nesse aspecto, todos sabem que é impossível (pelo menos por enquanto), adivinhar os pensamentos das pessoas, mas o Neuromarketing permite saber com mais propriedade quais estímulos podem levar o cliente a efetuar compra.

Sentimentos como nostalgia, confiança, afeto e credibilidade são alguns exemplos influentes nesse processo. Um exemplo disso já começa com o grau confiabilidade que um e-commerce transmite para o visitante.


weblink

A ausência de um certificado SSL alertando que é seguro deixar ali os seus dados e números do cartão de crédito já desperta na mente do consumidor a sensação de que comprar ali pode ser uma cilada.

Além disso, um certificado SSL também ajuda em outros fatores do negócio como a melhora no rankeamento dos resultados do Google.

As vantagens do Neuromarketing

É óbvio que o Neuromarketing permite conhecer melhor os seus leads, bem como os seus desejos, dores e necessidades, trazendo assim vários benefícios para os negócios.

Sendo assim, logo abaixo elencamos algumas das vantagens mais evidentes que o Neuromarketing oferece às empresas e marcas.

Beneficia a tomada de decisão

 Neste ponto é sempre bom destacar que um dos principais conceitos do Neuromarketing é utilização dos chamados gatilhos mentais. Tais gatilhos consistem em estímulos que incentivam o cliente a decidir comprar.

Por isso, na hora de elaborar uma chamada para o produto ou redigir uma postagem para o blog, os conhecimentos sobre Neuromarketing e gatilhos mentais são fundamentais.

Permite ações de Marketing mais eficientes

 Pense que em uma das etapas da sua estratégia você utilizou uma Landing Page. Criou ela direitinho, utilizou o Unbounce e… infelizmente não obteve o êxito esperado.

Talvez faltou um gatilho mental certeiro para ligar o botão de ação no cérebro do seu lead. Para compreender melhor quais os gatilhos são os mais recomendáveis para o seu público e campanha, o Neuromarketing é uma boa ferramenta.

Possibilita desenvolver produtos mais adequados para os seus clientes

Ter uma melhor compreensão do que se passa na mente da sua persona, quais são as necessidades e os desejos, possibilita que você aprimore ainda mais os seus produtos.

Dessa maneira, você vai descobrir quais os detalhes desse produto, quais as inovações irão despertar no cliente o interesse de compra.

Melhora a experiência de compra

 Se você reparar, por exemplo, que uma postagem em seu blog falando sobre o seu produto tem mais resultados que envios de e-mail, então você já sabe qual é o caminho a ser trilhado.

Tudo isso reforça uma vantagem muito relevante nos dias de hoje: a preocupação com a experiência do consumidor.

O consumidor moderno valoriza muito a experiência diante das várias mídias existentes. Se é para ler um blog, ele quer um layout responsivo e clean. Se é para se cadastrar para receber informações, ele não quer ser importunado com spams.

Experiências ruins na hora de receber o conteúdo de uma empresa contam pontos negativos para o público. Sendo assim, com o Neuromarketing é mais fácil compreender como criar uma experiência satisfatória e capaz de fisgar os clientes.

Melhora o diálogo com a sua persona

 “Cara, parece que eles adivinharam o que eu queria!”. Talvez não seja exatamente com essas palavras, mas é mais ou menos isso que um cliente poderá dizer quando você ativar o gatilho mental exato em sua mente.

Vai ser mais ou menos como se o cliente sentasse em um divã e você entendesse perfeitamente as necessidades e as vontades dele. É falar o que o cliente quer ouvir.

Conclusão

 A mente do consumidor é como um mapa a ser desbravado pelo empreendedor. Ao compreender melhor o que o público deseja e sente, os resultados para os negócios serão mais eficientes.

Portanto, conheça melhor as características e os princípios do Neuromarketing e veja os benefícios que a sua aplicação pode trazer para o seu negócio.

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS





Revista Prosa Verso e Arte
Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar