sábado, junho 15, 2024

‘Cantar e Sangrar’, single de André Moraes com participação de Ney Matogrosso

‘Cantar e Sangrar’ single e videoclipe de André Morais & Ney Matogrosso, já nas plataformas de música e canal no youtube. O multiartista paraibano lança o 2º single do seu próximo álbum de canções autorais ‘Voragem’. A canção é uma parceria de André Moraes e Lucina.
.
“[…] Nossa senhora do desejo
Abre teus olhos vermelhos
Tu boca, tua saliva, teu sal
A flor que une o bem e o mal tingindo a terra
Ferindo a primavera
Sigo a cantar e sangrar”
.
‘Cantar e Sangrar’ é um blues inédito, de cadência envolvente e cheia de volúpia, que cai como uma luva na alta dramaticidade da interpretação de Ney, e se une com naturalidade à vivência de Morais como ator, com mais de 20 anos de carreira nos palcos.
.
Dia 22 de agosto, data em que comemora seu aniversário, André Morais disponibiliza em todas as plataformas de música a canção, bem como um clipe oficial em seu canal do Youtube. “A intenção é celebrar a vida, abrindo para o público um momento importante e afetivo da minha trajetória na música, meu encontro com Ney, referência importante na minha construção como artista”, afirma André.

Com uma sonoridade acústica, em clássica formação do jazz, unindo piano e baixo acústico, violão e percussões, a canção é uma parceria de André Morais com a cantora e compositora mato-grossense Lucina, antiga colaboradora na obra dos dois artistas.
.
Lucina, que formou durante anos a clássica dupla Luhli e Lucina, responsável por clássicos da MPB como O Vira, Bandoleiro e Me Rói, famosas na voz de Ney, exerce também longínqua parceria com Morais, sendo autora com o artista de quase 10 canções gravadas e cantadas nos álbuns autorais anteriores do cantor e ator.
.
Em versos como “… ondas vermelhas quebram na areia, é da minha natureza cantar e sangrar”, a canção é calcada fortemente na construção poética, ponto fundamental na obra de André Morais, elemento que também guia a consagrada trajetória de Ney Matogrosso, uma grande referência e inspiração para o artista paraibano.

“Quando tem dramaticidade é muito bom, eu gosto do drama. Cantar e sangrar é um verso muito forte! Eu adorei a canção, gostei de cantar, além de ser uma parceria de André com Lucina, pessoas muito próximas, então está tudo em casa”, afirma Ney Matogrosso.
.
O encontro dos dois artistas aponta, mais uma vez, a altíssima qualidade do repertório do novo álbum autoral de André Morais, intitulado Voragem, com previsão de lançamento para outubro deste ano. Para quem não o conhece, Morais é autor de canções em parceria com nobres nomes da música popular brasileira como Chico César, Carlos Lyra, Ná Ozzetti, Sueli Costa, Ceumar e Socorro Lira. Já cantou e gravou ao lado de nomes como Elza Soares, Mônica Salmaso, Naná Vasconcelos e Tetê Espíndola. Lançou o seu 1º álbum, Bruta Flor, em 2011, sendo vencedor do Prêmio Nacional Grão de Música. Seu 2º álbum, Dilacerado, foi eleito um dos 100 melhores lançamentos nacionais de 2015, segundo o site Jardim Elétrico.

Sobre o artista
André Morais é um artista paraibano com mais de 20 anos de carreira. Sua trajetória é pavimentada por três pilares fundamentais: a música, o teatro e o cinema.
.
Nascido na cidade de João Pessoa, Paraíba, é autor de canções em parceria com nobres nomes da música popular brasileira como Chico César, Carlos Lyra, Ná Ozzetti, Sueli Costa, Ceumar, Milton Dornellas, Socorro Lira e Seu Pereira. Já cantou e gravou ao lado de nomes como Elza Soares, Ney Matogrosso, Mônica Salmaso, Naná Vasconcelos e Tetê Espíndola. Lançou o seu 1º álbum, Bruta Flor, em 2011, sendo vencedor do Prêmio Nacional Grão de Música. Seu 2º álbum, Dilacerado, foi eleito um dos 100 melhores lançamentos nacionais de 2015, segundo o site Jardim Elétrico. Agora, se prepara para o lançamento do seu 3º álbum autoral, Voragem, no 2º semestre de 2023.
.
No teatro, viajou pelas cinco regiões do país, em mais de 60 cidades, como ator e criador do monólogo Diário de um Louco, baseado no conto russo de Nicolai Gogol. Nesses 20 anos de trajetória dedicados ao teatro de grupo, já viveu personagens como Édipo, de Sófocles, Macbeth, de Shakespeare, Augusto dos Anjos e o Severino do Morte e Vida Severina de João Cabral de Melo Neto. Nesse momento, está em cartaz com o espetáculo musical Memórias de Terra e Água, baseado na obra do escritor moçambicano Mia Couto.

No cinema, é diretor e roteirista. Seu primeiro filme, o curta-metragem Alma, participou de mais de 20 festivais no Brasil e no exterior. Recebeu o prêmio de Melhor Curta do Festival Latino-Americano de Toronto no Canadá. Seu 1º longa-metragem como autor e diretor, REBENTO, estreou em janeiro de 2018, na seleção oficial da Mostra de Cinema de Tiradentes e foi vencedor de 27 prêmios nacionais e internacionais, entre eles o Prêmio de Melhor Filme Internacional no Diorama Film Festival em Nova Dehli, na Índia, o Prêmio Especial do Júri no Los Angeles Brazilian Film Festival e o prêmio de Melhor Diretor Estreante no Oniros Film Awards em Aosta, Itália. Nesse momento, está em fase de finalização do seu 2º longa, MALAIKA.

revistaprosaversoearte.com - ‘Cantar e Sangrar’, single de André Moraes com participação de Ney Matogrosso
Capa do clipe ‘Cantar e Sangrar’ • André Morais & Ney Matogrosso • Independente / Tratore • 2023

SINGLE / VIDEOCLIPE ‘CANTAR E SANGRAR’ • André Morais & Ney Matogrosso • Independente / Tratore • 2023
Canção / compositores
:: Cantar e sangrar, de André Morais e Lucina
– ficha técnica –
André Morais (voz) | Ney Matogrosso (voz) | Helinho Medeiros (piano acústico) | Pedro Medeiros (violão) | Victor Mesquita (baixo acústico) | Cassiano Cobra (percussões) | Produção musical: Helinho Medeiros e Pedro Medeiros | Direção artística: André Morais | Gravado nos Estúdios Carranca em Recife /PE | Mixagem: Marcelinho Macedo | Masterização: Felipe Tichauer, Red Traxx Studio, Miami, USA | VideoclipeCâmera: Bruno Vinelli, Wigne Nadjare e André Morais | Montagem: André Morais | Finalização de imagem: Edson Lemos Akatoy | Foto divulgação: Wigne Nadjare  | Assessoria de imprensa: Ana Paula Romeiro | Selo: Independente | Distribuição: Tratore | Formato: Single Digital / Videoclipe | Ano: 2023 | Lançamento: 22 de agosto | #* Ouça o o single: clique aqui // * Assista o clipe: clique aqui.
.
>> André Morais na rede: Site | Instagram | Youtube | Linktree.
.
Série: Discografia da Música Brasileira /  Canção / MPB / Single / videoclipe.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske
.


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES