quinta-feira, junho 20, 2024

Blitz lança ‘Supernova’, álbum com inéditas e convidados especiais

Em 17 de novembro, chegou nas plataformas de música “Supernova”, novo álbum da Blitz. Com 14 faixas, algumas delas já lançadas como singles, trata-se do primeiro álbum de inéditas da Blitz desde “Aventuras II” (2017), e marca a estreia da banda de Evandro Mesquita & Cia na gravadora Biscoito Fino.
.
“A gente começou a construir o álbum durante a pandemia, quando só rolavam aquelas lives meio frias, sem a troca que a gente gosta de ter com o público. Então, começamos a fazer música: ficávamos Billy e eu no meu estúdio, e depois começamos a compor com outras pessoas, via internet. As canções foram aparecendo, até acharmos que tínhamos um ótimo material para um disco”, conta Evandro Mesquita. “Conseguimos reunir músicos do sul, do nordeste, do sudeste….é um disco nacional”, brinca o tecladista e compositor Billy Forghieri, que divide com Evandro a produção e a direção musical de “Supernova”.

O álbum conta com as participações super especiais de Roberto Frejat, parceiro de estrada da Blitz desde o Circo Voador, a rapaziada da ConeCrew Diretoria, João Suplicy, Fagner e a cantora Coral. Um time de músicos da pesada, como Dadi Carvalho, Vinícius Cantuária, Rogê Brasil, Fernando Magalhães, Milton Guedes, Jorginho Gomes, George Israel, Overdrive Duo, Funk Como Le Gusta e a Bing Band na Gaveta, entre outros, se somam ao projeto.
.
Lado Escuro da Rua” abre o álbum, imprimindo de cara a assinatura da banda. Já “Estive com Stevie” é uma canção que Evandro fez nos primórdios da Blitz, agora revisitada. “O homem avental” também é um resgate: “Essa é uma parceria com o saudoso Luiz Carlos Góis, autor teatral e compositor da minha época de teatro”, conta Evandro. “É o nosso momento Ana Maria Braga”, define Billy.

Roberto Frejat toca guitarra e co-assina o arranjo de “Agora é a hora” com Evandro e Billy, e João Suplicy faz guitarra, violão e vocais nas faixas “Sumiu na fumaça” e “Terror na Vizinhança”, parcerias do paulistano com o bandleader da Blitz. É de Evandro a canção “Manu”, composta para a filha Manuela Mesquita, que reforça os vocais da gravação ao lado das titulares Andréa Coutinho e Nicole Cyrne, na formação da Blitz.
.
“Ser tão imenso” nasceu da internet, quando Evandro Mesquita descobriu numa live a cantora Coral, do interior da Bahia. “Achei muito interessante a poesia e a forma como ela interpreta as canções. A Coral propôs gravar uma música da Blitz, mas eu achei mais legal fazermos uma música nova”.
.
“Somos todos índios”, que fez sucesso na voz de Fagner e virou hino da Fundação que o cantor fundou no Ceará, volta em nova versão. O próprio Fagner e Vinícius Cantuária, baterista e co-autor da canção, são os convidados na faixa. Com arranjos de Papatinho, Evandro e Billy, “Greg e sua Gang” conta com a participação do guitarrista Ari Mendes e do ConeCrew Diretoria, responsável pelos novos versos da canção.
.
A divertida “Nano Podcast do Welder” é uma brincadeira de Evandro com o podcast que comediante Welder Rodrigues, com quem contracenava na “Escolinha do Professor Raimundo”: “Era basicamente um jogo de palavras, e partir das respostas que dei, eu e o Rogê Brasil fomos construindo a canção”.

“Grilado”, “Saquarema” (remix)” e a radiofônica “Choveu” completam o repertório de “Supernova”, que chega junto com a “Turnê Sem Fim”, que banda faz pelos palcos do planeta. “Os shows emocionantes e os encontros com o público voltaram com uma força enorme”, festeja Billy Forghiere.
.
Há mais de 4 décadas na estrada, a Blitz segue renovando o seu público: “A galera da nossa geração vai aos nossos shows levando os filhos, o que mostra que música boa não tem prazo de validade”, finaliza Evandro Mesquita.

revistaprosaversoearte.com - Blitz lança 'Supernova', álbum com inéditas e convidados especiais
Capa do álbum ‘Supernova’ • Blitz • Selo Biscoito Fino • 2023

DISCO ‘SUPERNOVA’ • Blitz • Selo Biscoito Fino • 2023
Canções / compositores
1. Lado escuro da rua (Evandro Mesquita e Ricardo Barreto)
2. Estive com Stevie (Evandro Mesquita)
3. Agora é a hora (Evandro Mesquita e Roberto Frejat) | Participação especial Roberto Frejat
4. Grilado (Evandro Mesquita e William Forghiery)
5. Greg e sua gangue (Evandro Mesquita, Chacal e Guto Barros) | Participação especial Cone Crew Diretora
6. Sumiu na fumaça (Evandro Mesquita e João Suplicy) | Participação especial João Suplicy
7. Manu (Evandro Mesquita)
8. O homem de avental (Evandro Mesquita, Luis Carlos Goes e Rogério Meanda)
9. Saquarema [remix].. (Evandro Mesquita e Lilian Zajdenwerg)
10. Ser Tão imenso (Evandro Mesquita, Coral e Max Teixeira) | Participação especial Coral
11. Somos todos índios (Evandro Mesquita e Vinicius Cantuária) | Participação especial Fagner
12. Choveu (Evandro Mesquita e Antônio Pedro)
13. Terror da vizinhança (Evandro Mesquita e João Suplicy)
14. Nano podcast do Welder (Evandro Mesquita e Rogê Brasil)
– ficha técnica –
Evandro Mesquita (voz – fx. 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 13, 14; violão – fx. 1, 2, 7, 14; guitarra – fx. 4) | William (Billy) Forghieri (teclados – fx. 1, 2, 3, 4, 6, 8, 10, 11, 13, 14; piano – fx. 5; baixo – fx. 10, 11) | Andrea Coutinho (backing vocal – fx. 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 14) | Nicole Cyrne (backing vocal – fx. 1, 4, 5, 6, 7, 8, 10, 11) | Manuela Mesquita (backing vocal – fx. 7) | Sabrina Korgut (backing vocal – fx. 7) | Coral (backing vocal – fx. 10) | Rogê Brasil (violão e backing – fx. 14) | Rogério Meanda (guitarra – fx. 1, 2, 7, 8, 9, 10; violão e programação – fx. 10) | Evandro Tiburski (guitarra – fx. 1) | Roberto Frejat (guitarra – fx. 3) | Fernando Magalhães (guitarra – fx. 4) | Ari Mendes (guitarra – fx. 5) | Bruno Silva Mothe (guitarra – fx. 13) | João Suplicy (guitarra e violão – fx. 6 e 13; vocal – fx. 6; backing vocal – fx. 13) | Ralph Canetti (guitarra acústica – fx. 9) | Alana Alberg (baixo – fx. 1, 8) | Dadi Carvalho (baixo – fx. 6, 11; violão – fx. 2) | Maurício José de Almeida da Silva (baixo – fx. 3; guitarra – fx. 11) | Claudia Niemeyer (baixo – fx. 4) | Papatinho (baixo, bateria, órgão e samples – fx. 5) | João Moreira (baixo – fx. 6) | Bi Ribeiro (baixo – fx. 9) | Didi Gomes (baixo – fx. 14) | Indiara Sfair (gaita – fx. 2, 10) | Vasco Faé (gaita – fx. 4) | Paulo Henrique Rosa (gaita – fx. 13) | Tuco Marcondes (cítara – fx. 7) | Roberto (Juba) Gurgel (bateria – fx. 1, 2, 3, 4, 8, 9, 10; backing vocal – fx. 5) | Danilo Moura dos Santos (bateria – fx. 6) | Luis Fernando Fischgold (bateria – fx. 7) | Vinícius Cantuária (bateria – fx. 11) | Jorginho Gomes (bateria – fx. 14) | Danilo Moura (bateria e percussão – fx. 13) | Mafram do Maracanã (percussão – fx. 9) | Marlon Sette (trombone – fx. 14) | Milton Quedes (sax – fx. 6) | Jorge Luis Cirilo (sax soprano – fx. 13) | Fernando Seiji Sagawa (sax tenor – fx. 13) | Eduardo Vinicius Piva Furtado (sax barítono – fx. 13) | Gilberto Pereira da Silva Junior (sax alto e sax tenor – fx. 14) | Bruce William Gonçalves (trompete – fx. 13) | Lucas Tadeu Leme Joly (trompete – fx. 13) | Diogo Gomes (trompete – fx. 14) | Glaucio do Nascimento Santana (trombone – fx. 13) | Mc Cert (voz – fx. 5) | Batoré (voz – fx. 5) | Fagner (voz – fx. 11) | Arranjos: Evandro Mesquita (fx. 1, 2, 3, 4, 9, 10, 11, 14) | Papatinho, Evandro Mesquita e William (Billy) Forghieri (fx. 5) | Evandro Mesquita, William (Billy) Forghieri e João Suplicy (fx. 6) | Evandro Mesquita e William (Billy) Forghieri (fx. 7, 8) | Tiago de Salvo Pallone e João Suplicy (fx. 13) | Direção musical, produção musical e produção executiva: Evandro Mesquita e Billy Forghieri | Co-produção musical: Papatinho em ‘Greg e sua gang’; Frejat em ‘Agora é a hora’; Tiago de Salvo Pallone, João Suplicy, Jorge Luis Cirilo em ‘Terror da vizinhança’; Rogê Brasil e Marlon Sette em ‘Nano podcast do Welder’; Rogério Meanda em ‘Ser Tão Imenso’. || Gravação: Estúdio Toca da Onça | Mixagem: Fernando Fischgold e Alexandre Almeida de Marais (fx. 1, 8) | Fernando Fischgold (fx. 2, 3, 9, 10, 11, 13, 14 | Roger Freret (fx. 4, 5, 6, 7) || Masterização: Ricardo Garcia / Magic Master (fx. 1-6 / 8-14) | Evandro Tibursky (fx. 7) | Ano de gravação: As músicas foram gravadas entre 2018 e 2023 | Fotos: Arthur Berbat e Isabella Moriconi | Assessoria de imprensa: Belinha Almendra / Coringa Comunicação – Biscoito Fino // Assessoria de imprensa (Banda Blitz): Ana Paula Romeiro | Selo: Biscoito Fino  | Formato: CD / Digital | Ano: 2023 | Lançamento: 17 de novembro | #* Ouça o álbum: clique aqui

>> Blitz na rede: Instagram | Youtube | Facebook.
.
.
Série: Discografia da Música Brasileira / Rock / Álbum.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske

.

 

.

 

 


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES