Banquete é o mais recente álbum de Antonio Villeroy, o celebrado cantautor brasileiro que vive em Portugal e escolheu aquele país para lançar o disco no dia 12 de maio (2023) e dar início a turnê mundial de divulgação e promoção, com concerto agendado para 2 de junho no Auditório Carlos Paredes, Lisboa.
.
De acordo com o artista “o novo álbum é inspirado no livro homónimo do filósofo grego Platão. Banquete completa a trilogia de discos que fiz sobre o amor: o primeiro foi Gravidade do Amor, gravado ao vivo em 2016, e depois veio Luz Acesa, gravado ao vivo em 2020. Neste novo álbum eu reuni canções cujo tema é o amor, em suas mais diferentes formas, desde a amizade, a paixão, o amor pela arte, pela ciência ou por uma cidade”.
.
Este trabalho chega em 12 de maio nas plataformas digitais de música, seguindo-se depois uma série de espetáculos ao vivo com paragens já confirmadas em França, Alemanha, Áustria, Espanha, Itália, República Checa, Países Baixos, Brasil, Argentina e Uruguai.
.
O concerto de estreia acontece em Portugal a 2 de Junho, às 21h30, no Auditório Carlos Paredes, Benfica, Lisboa e irá contar com as participações especiais das cantoras Joana Amendoeira e Marie Minet, além dos músicos Djamen Farias (violão, guitarra, cavaquinho), Giovanni Barbieri (teclados), Norton Daiello (baixo), Pedro Santos (bateria)
.
Os próximos 10 meses serão, assim, consagrados à digressão e à divulgação do álbum, mas Antonio continua a compor e, brevemente, estreará parcerias com Toninho Horta e Marcos Valle. Além disso, já se vislumbra um novo álbum a ser gravado no começo de 2024.

SOBRE BANQUETE
Em Banquete, o seu 14º disco, Villeroy apresenta 13 canções, a maioria delas cantada em duo com artistas de diversas nacionalidades, como os brasileiros Francis Hime, Gelson Oliveira e Colombo Cruz, a portuguesa Joana Amendoeira, as italianas Mafalda Minnozzi e Chiara Civello, a francesa Marie Minet, o espanhol Pedro Guerra e a venezuelana Georgina.

.
AS FAIXAS QUE COMPÕEM O DISCO SÃO:
1. a balada jazz A Tal Fotografia, composta depois de uma ação que o artista fez nas suas redes sociais, quando pediu aos seus seguidores e amigos que enviassem fotos tiradas com ele, principalmente depois dos concertos;
2. As Coisas do Mundo, uma bossa canção que foi inspirada em uma entrevista do pensador francês Gilles Deleuze e que conta com a participação especial de Joana Amendoeira;
3. Del Amor é uma morna composta em parceria com Pedro Guerra, artista espanhol nascido nas Ilhas Canárias e que atua em duo na faixa.
4. Choro Chorado, um chorinho em que a letra versa sobre amores dos carnavais cariocas, parceria de Villeroy com Francis Hime, que também divide os vocais nesta faixa;
5. Por Amsterdam é um tema inspirado nesta cidade ícone dos Países Baixos;
6. Between Now And Goodbye uma balada jazz em parceria com a artista italiana Chiara Civello, que canta em duo na faixa;
7. Canção da Magnólia, um jazz manouche com pinceladas de bolero;
8. O samba Consultório Sentimental é executado em forma de diálogo entre Antonio Villeroy e Colombo Cruz para tratar de questões amorosas.
9. Serena Serenata é uma canção pungente, com a melodia composta em parceria com o hitmaker americano Jeff Franzel, e letra composta em com Mafalda Minozzi que canta em duo com o artista.
10. Certain Jour, uma balada em francês cantada em duo com a francesa Marie Minet, que vive em Lisboa.
11. Quien como Yo, um reggaeton com harmonia de bossa nova, composto em parceria com a dupla de produtores colombianos Mango e Nabalez e que traz a participação da cantora venezuelana Georgina.
12. Mañana é uma parceria de Villeroy com Ana Carolina, Aleh e o saudoso Bebeto Alves, que mistura gêneros latinos e brasileiros e teve piano e tambores gravados por músicos da banda de David Byrne, e ainda conta com um especial de castanhola tocado por Paula Finn e com Bebeto Alves nos vocais ao lado de Villeroy.
13. o samba exaltação Mais uma vez, que fala de encontros e desencontros amorosos, é uma parceria com Jerônimo Jardim e Gelson Oliveira, que divide os vocais com Villeroy;
.
Um total de 62 músicos residentes em diversas cidades do mundo participaram neste Banquete. Ao longo das faixas, eles dividem-se entre bateria, percussão, baixo, piano e teclados, violas, violões, violinos, violoncelos, vocais e guitarras, além de flauta, saxofone, trombone, trompete, clarone e clarinete. As canções foram gravadas em diversas cidades do Brasil, e também em Nova Iorque, Málaga, Roma e Lisboa. O disco é uma produção independente realizada pelo selo PIC Music, que pertence a Antonio Villeroy, com distribuição digital de Nikita Music Digital.

 

revistaprosaversoearte.com - Antonio Villeroy lança o álbum 'Banquete' e estreia turnê em Portugal
Capa do álbum ‘Banquete’ • Antonio Villeroy • Pic Music • 2023 / foto ©Daryan Dornelles

DISCO ‘BANQUETE’ • Antonio Villeroy • Pic Music • 2023
Canções/compositores:
1. A tal fotografia (Antonio Villeroy)
2. As coisas do mundo (Antonio Villeroy) | Participação especial: Joana Amendoeira (voz)
3. Del amor (Antonio Villeroy e Pedro Guerra) | Participação especial: Pedro Guerra
4. Choro chorado (Francis Hime e Antonio Villeroy) | Participação especial: Francis Hime
5. Por Amsterdam (Antonio Villeroy)
6. Between now and goodbye (Antonio Villeroy e Chiara Civello) | Participação especial: Chiara Civello
7. Canção da magnólia (Antonio Villeroy)
8. Consultório sentimental (Antonio Villeroy) | Participação especial: Colombo Cruz
9. Serena serenata (Jeff Franzel e Antonio Villeroy / Letra-português Antonio Villeroy Letra-italiano Mafalda Minozzi) | Participação especial: Mafalda Minnozzi
10. Certain jour (Antonio Villeroy) | Participação especial: Marie Minet
11. Quien como yo (Antonio Villeroy, Mango e Nabalez) | Participação especial: Georgina
12. Mañana (Antonio Villeroy, Bebeto Alves, Ana Carolina e Aleh / Antonio Villeroy e Bebeto Alves) | Participação especial: Bebeto Alves
13. Mais uma vez (Antonio Villeroy e Gelson Oliveira / Jerônimo Jardim e Antonio Villeroy) | Participação especial: Gelson Oliveira
– ficha técnica –
Antonio Villeroy (voz – fx. 1-13; efeitos – fx. 5, 11; violão – fx. 8; vocais – fx. 10, 11; violão nylon – fx. 10) | Michel Dorfman (piano – fx. 1, 2, 5, 9; hamond – fx. 5) | Fernando Leitzig (piano – fx. 4) | Paulinho Calasans (piano – fx. 6; rhodes e teclados – fx. 10) | Karl Mansfield (piano – fx. 12) | Luiz Otávio (piano – fx. 13) | Paulinho Fagundes (violão – fx. 1, 2, 3, 6, 12; violão barítono – fx. 5; guitarras – fx. 5, 11; violões – fx. 11; violão aço – fx. 7, 10; guitarra 10) | Grecco Burato (violão – fx. 5; violão nylon – fx. 7) | Max Garcia (violão 7 cordas – fx. 3, 4, 8; cavaquinho – fx. 4, 8) | Grecco Burato (guitarras – fx. 1) | Sandro Albert (guitarras – fx. 2) | Matheus Nicolaiewsky (contrabaixo – fx. 1) | Guto Wirtti (contrabaixo pizz – fx. 3; contrabaixo – fx. 4, 9, 13) | Edu Martins (contrabaixo – fx. 6) | Edu Safi (contrabaixo – fx. 7) | Everson Vargas (contrabaixo arco – fx. 3) | Gastão Villeroy (baixo – fx. 2, 10, 11, 12) | Henry Lentino (bandolim – fx. 3) | Paula Finn (castanholas – fx. 12) | Donatinho (teclados – fx. 11) | Eduardo Neves (flautas – fx. 4, 6, 8; sax tenor – fx. 6, 13) | Rui Alvim (clarinete – fx. 4, 8; Clarone – fx. 4, 6; sax alto – fx. 6) | Carlos Eduardo Villeroy (flauta, percussões e efeitos – fx. 5) | Jorginho do Trompete (flugel horn – fx. 12) | Aquiles Moraes (trompete – fx. 6, 13) | Everson Moraes (trombone – fx. 6) | Antonio Neves (trombone – fx. 8, 13) | Marquinhos Fê (bateria – fx. 1, 2, 6, 7) | Erivelton Silva (bateria – fx. 13) | Tuti Rodrigues (percussões – fx. 2, 5, 7, 8, 12; shake e bongôs – fx. 3; pandeiro, tan tan e shake – fx. 4; efeitos – fx. 5; palmas – fx. 12) | Igor Keveen (percussões – fx. 8) | Marco Lobo (timbau – fx. 2; percussões – fx. 11, 13; feitos- fx. 11) | Leo Bracht (indian bowl – fx. 1; wind bells – fx. 2; derbaks e ukulele – fx. 3; pandeiros – fx. 4; sinos tibetanos e vocoder e ambiências – fx. 5; glockenspiel e vocais – fx. 7; palmas – fx. 12) | Lincoln Cheib (bateria, drum & bass, rotonton – fx. 11) | Keel do Repique (repique – fx. 8) | Layla Barbosa (chocalho – fx. 8) | Thiago Madruga (tamborim – fx. 8) | Wallison Santos (tamborim – fx. 8) | David Santana (caixa – fx. 8) | Dahion Ferreira (caixa – fx. 8) | Dener Jardim (caixa – fx. 8) | Vitor Daniel (caixa – fx. 8) | Wellington Reiter (caixa – fx. 8) | Edenilson Siqueira (surdo de 1ª – fx. 8) | Adryan Silva (surdo de 2ª – fx. 8) | James Oliveira (surdo de 3ª – fx. 8) | Bruno Coelho (percussões e palmas – fx. 12) | Davi Vieira (percussões e palmas – fx. 12) | Gustavo Di Dalva (percussões e palmas – fx. 12) | Mauro Refosco (percussões e palmas – fx. 12) | Vagner Cunha (viola e violinos – fx. 1; violas e violinos – fx. 2, 5, 9) | Milene Aliverti (cello – fx. 1; cellos – fx. 2, 5, 9) | Federico Puppi (cello – fx. 10) | Marisa Rotenberg (vocais – fx. 11, 13; feitos – fx. 11) || Vozes incidentais (fx. 5): Luisa Villeroy, Antonella Villeroy, Pamela Bitencourt | Vozes em Holandês (fx. 5): Stephan e Tom | Vocais (fx 8, 12): Andreia Cavalheiro, Marisa Rotenberg, Paola Kirst || Participação especial: Joana Amendoeira (fx. 1); Pedro Guerra (fx. 3); Francis Hime (fx. 4); Chiara Civello (fx. 6); Colombo Cruz (fx. 8); Mafalda Minnozzi (fx. 9); Marie Minet (fx. 10); Georgina (fx. 11); Bebeto Alves (fx. 12); Gelson Oliveira (fx. 13) || Arranjo de cordas: Vagner Cunha (fx. 1, 5, 9); Mônico Aguilera (fx. 2); Gastão Villeroy (fx. 10) || Arranjo de sopros: Eduardo Neves (fx. 6, 8, 13) || Arranjo e condução de bateria de Escola de Samba: Keel do Repique || Arranjos vocais: Leo Bracht (fx. 12) || BANQUETE é uma produção de Antonio Villeroy e Leo Bracht para PIC MUSIC || Gravação, mixagem e masterização: Leo Bracht (Transcendental Audio, Porto Alegre) || Gravações adicionais: Tiago Becker (Estúdio Soma, Porto Alegre) / Rafael Hauck (Audio Porto, Porto Alegre) / Lincoln Cheib (Estúdio Bemol, BH) / Guto Wirtti (home estúdio, RJ) / Marco Lobo (home estúdio, Salvador) / Jorge Cervantes (Cervantes, Lisboa) / Francisco Meoli (home estúdio, Lisboa) / Cristiano Ferreira (Estúdio Soma, Porto Alegre) / Francisco Meoli (Estúdio em Lisboa) / Jorge Cervantes (Cervantes Estúdio, Lisboa) / Lucas Ariel (Estúdio Biscoito Fino) / Leonardo Fontanot (Castaway Studio, em Civitanova Marche) / João Ferraz (Estúdio Lontra, RJ) / Gabriel (Estúdio Fibra, RJ) / Leo Mocca (Estúdio Transcendental) || Capa: @tellogemmal | Fotos: ©Daryan Dornelles || Assessoria de imprensa: Nana Santoro @nanisantoro1 e João Pinho @pinhix_ || Selo: Pic Music | Distribuição digital: Nikita Music Digital | Ano: 2023 | Formato: CD/ Digital
*# Ouça o álbum: Spotify | Deezer | Apple Music | Canal oficial do artista no youtube.

 

revistaprosaversoearte.com - Antonio Villeroy lança o álbum 'Banquete' e estreia turnê em Portugal
Antonio Villeroy, álbum ‘Banquete’ — foto ©Daryan Dornelles

BANQUETE – ANTONIO VILLEROY
Lançamento: 12 de maio, o álbum Banquete estará nas plataformas de streaming..
.
CONCERTO DE LANÇAMENTO EM LISBOA
Data: 2 de junho, sexta-feira, às 21h30
Local: Auditório Carlos Paredes, Benfica – Lisboa.
Bilhetes à venda: clique aqui.

SOBRE ANTONIO VILLEROY
Com 42 anos de carreira, Villeroy é considerado um dos maiores “hitmakers” do Brasil, com mais de 300 canções editadas por cerca de 130 artistas nacionais e internacionais, incluindo Ana Carolina, Gal Costa, Maria Bethânia, Seu Jorge, John Legend, Chiara Civello, Mafalda Minnozzi e Jesse Harris, entre muitos outros nomes bem conhecidos pelos portugueses. O artista traz ainda na bagagem mais de 20 músicas que integram as telenovelas do Brasil, além de temas e bandas sonoras inteiras em filmes brasileiros e norte-americanos | >> Antonio Villeroy na rede: Site | Youtube | Instagram | Facebook | Spotify.







Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar