segunda-feira, julho 22, 2024

Álbum ‘Caroá’, do contrabaixista e compositor Jorge Helder

Músico requisitado por grandes nomes da MPB, Jorge Helder lançou “Caroá”, álbum autoral e instrumental. Participações especiais de Sérgio Santos, Mônica Salmaso, Zé Nogueira e Zé Renato

Na definição do dicionário, o Caroá é um tipo de bromélia de flores vermelhas e rosadas, típica de áreas de Caatinga, cujas folhas fornecem fibra para confecção de barbantes, redes, tecidos e esteiras, entre outras peças. Cearense de Fortaleza (radicado no Rio de Janeiro desde 1986), Jorge Helder buscou inspiração em suas origens para batizar o tema que dá nome ao álbum: ”Fiz uma grande pesquisa voltada para temáticas especificamente nordestinas, por se tratar de um baião influenciado pelo grande Luiz Gonzaga. A fotógrafa Géssica Amorim, que fez a foto que está na capa, é pernambucana e me contou que muitas famílias nordestinas, inclusive a de Gonzaga, tiraram o seu sustento do Caroá”, pontua Helder. O próprio Luiz Gonzaga compôs “Arrancando Caroá”, tema gravado em 1941.
.
Aos 60 anos, 40 deles dedicados à música, Jorge Helder é presença constante nos projetos – álbuns e turnês -, dos maiores nomes da música brasileira. A lista é tão extensa que é impossível nomear a todos. Na estrada em mais uma turnê ao lado de Chico Buarque, de quem é parceiro e companheiro na música desde 1993, Jorge Helder costuma ser apresentado ao público, por Maria Bethânia, como “o baixo mais disputado do Brasil”. “É um privilégio ter esses artistas como referência e ser influenciado por eles. Estou sempre aprendendo e, com grande alegria, tenho a oportunidade agora de colocar tudo isso em prática no álbum Caroá, conclui.
.
Dentre os convidados ao álbum estão o saxofonista Zé Nogueira (“Impressão Perfume”); o músico, cantor e compositor Sergio Santos (“Santos de Casa”); a cantora Mônica Salmaso (“Lugar sem tempo”) e o cantor e compositor Zé Renato (“Miguilim”). Os três últimos participam em vocalizes nos temas inéditos.
.
“Quando entrei no estúdio para gravar, ao lado desses músicos incríveis – Chico Pinheiro na guitarra, Hélio Alves no piano, Tutty Moreno na bateria e Marcelo Costa na percussão -, aos poucos fui percebendo a necessidade da participação vocal em algumas músicas. Para minha minha sorte, pude contar com esses grandes cantores e músicos”, comemora o baixista. Tutty Moreno, inclusive, dá nome ao terceiro tema do álbum.
.
Com mais de 350 gravações no currículo, em álbuns de outros compositores e intérpretes, Jorge Helder revela em “Caroá” a sua novíssima safra como compositor.

 

revistaprosaversoearte.com - Álbum 'Caroá', do contrabaixista e compositor Jorge Helder
Capa do álbum ‘Caroá’ • Jorge Helder • foto: Géssica Amorim • projeto gráfico: Nário Nascimento

DISCO ‘CAROÁ’ • Jorge Helder • Selo Biscoito Fino • 2022
Músicas/ compositor
1. Caroá (Jorge Helder)
2. Santos de casa (Jorge Helder) | Participação especial: Sérgio Santos
3. Tutty (Jorge Helder)
4. Lugar sem tempo (Jorge Helder) | Participação especial: Mônica Salmaso
5. Impressão perfume (Jorge Helder) | Participação especial: Zé Nogueira
6. Confluências (Jorge Helder)
7. Miguilim (Jorge Helder) | Participação especial: Zé Renato
8. À margem (Jorge Helder)
– ficha técnica –
Jorge Helder (contrabaixo – fx. 1-8) | Chico Pinheiro (guitarra – fx. 1-8) | Hélio Alves (teclado – fx. 1, 2, 6, 7; piano – fx. 3, 4, 5, 6, 8) | Tutty Moreno (bateria – fx. 1-8) | Marcelo Costa (percussão – fx. 1, 2, 5, 6, 7) || Convidados especiais: Sergio Santos (voz – fx. 2); Mônica Salmaso (voz – fx. 4); Zé Nogueira (sax soprano – fx. 5); Zé Renato (voz – fx. 7) || Direção musical, produção e arranjos: Jorge Helder | Fotos da capa e contracapa: Géssica Amorim / Fotos dos músicos: Gabriela Perez | Projeto gráfico: Nário Nascimento | Assessoria de imprensa: Maria Carolina | Técnico de gravação, mixagem e masterização: Lucas Ariel | Assistente de estúdio: Pedro Mesquita | Gravado no Estúdio Biscoito Fino – Rio de Janeiro, em 2022 | – Biscoito Fino – Direção geral: Kati Almeida Braga / Direção artística: Olivia Hime / Direção executiva: Jorge Lopes / Gerente de A&R: Rafael Freire / Gerente de marketing: Marcela Maia | Selo Biscoito Fino / Cat.: BF10112 / 2022 || #* Ouça o álbum. clique aqui e escolha a sua plataforma de música | *# Compre o disco: clique aqui.

—–

revistaprosaversoearte.com - Álbum 'Caroá', do contrabaixista e compositor Jorge Helder
Jorge Helder – foto ©Gabriela Perez

Mais sobre o álbum:
BITTENCOURT, Sandra. Entrevista | Jorge Helder, contrabaixista, compositor: “Busco sempre a emoção, tirar inspiração do meu sentimento, de quem eu sou”. In: CBN Recife/PE, 29.10.2022. Disponível no link. (acessado em 18.5.2023).
ESPECIAL das Seis destaca o álbum Caroá. In: Educadora FM – IRDEB/BA, 1.3.2023. Disponível no link. (acessado em 18.5.2023).
FERREIRA, Mauro. Jorge Helder, baixista da MPB, revolve raízes cearenses em álbum que traz as vozes de Mônica Salmaso e Zé Renato. In: G1/Globo, 20.10.2022. Disponível no link. (acessado em 18.5.2023).
LIMA, Irlam Rocha. Prata da casa: baixista Jorge Helder lança novo álbum [entrevista]. In: Correio Braziliense, 8.11.2022. Disponível no link. (acessado em 18.5.2023).
PINHEIRO, Kubitschek. Jorge Helder, contrabaixista da banda de Chico Buarque lança novo disco “Caroá”. In: Mais PB, 26.11.2022. Disponível no link. (acessado em 20.5.2023)
PIO, Augusto. Jorge Helder, o baixista mais requisitado da MPB, lança o disco ‘Caroá’. In: Estado de Minas, 8.11.2022. Disponível no link. (acessado em 18.5.2023).
PITANGUEIRA, Alison. Álbum Caroá, de Jorge Helder, conta com convidados especiais. In: Versos e Prosa, 23 de outubro de 2022. Disponível no link. (acessado em 18.5.2023).
REIS, Aquiles Rique. Cartinha para o contrabaixista e compositor Jorge Helder. In: JB online, 10.12.2022. In: Disponível no link. (acessado em 18.5.2023).
VIANNA, Luiz Fernando. Elogiado por Bethânia, contrabaixista Jorge Helder lança disco com participação de Mônica Salmaso e Zé Renato. In: O Globo, 9.11.2022. Disponível no link. (acessado em 18.5.2023).
ZEITEL, Gustavo. Saiba quem é Jorge Helder, baixista mais disputado do Brasil, segundo Bethânia. In: Folha de S. Paulo, Ilustrada, 12.7.2022. Disponível no link. (acessado em 18.5.2023).
.
Leia também: ‘Samba Doce’, álbum autoral do contrabaixista Jorge Helder, pelo Selo Sesc.

revistaprosaversoearte.com - Álbum 'Caroá', do contrabaixista e compositor Jorge Helder
Jorge Helder – foto ©Gabriela Perez

Sobre Jorge Helder
Helder nasceu em 1962, em Fortaleza. O pai era bandolinista amador e a tia materna tocava violão. Empunhou o baixo elétrico por acaso, porque no colégio só queriam tocar guitarra e bateria. Aos 15, acompanhou num show João do Vale e Miúcha — que o indicaria, em 1992, ao irmão Chico Buarque (com quem tem três parcerias). Quando se mudou para Brasília, aos 17 anos, começou o aprendizado formal na Escola de Música de Brasília e passou a tocar baixo acústico. Em 1986, mudou-se para o Rio de Janeiro para integrar a banda de Sandra de Sá. Jorge Helder é um dos baixistas mais requisitados pelos grandes nomes da música popular brasileira. Acompanhante de luxo, seu baixo pode ser ouvido em mais de 350 discos. Ele já gravou com Caetano Veloso, Gal Costa, Roberto Carlos, Elza Soares, entre tantos outros. Além disso, é o baixista permanente das bandas de Chico Buarque, Maria Bethânia e Edu Lobo.
>> Jorge Helder na rede: Instagram | Spotify | Linktr.ee | Shows/contato: MDA International
..
> Imagem (capa da matéria): Jorge Helder – foto ©Nelson Faria
.
Série: Discografia da Música Brasileira / Música instrumental / Álbum.
* Publicado por ©Elfi Kürten Fenske


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES