sexta-feira, junho 14, 2024

Acorda! Coletivo de Música realiza concerto ‘Pixinguinha de Câmara’, no CCJF Rio de Janeiro

O Acorda! Coletivo de Música realiza o projeto “Pixinguinha de Câmara” em duas apresentações no Centro Cultural Justiça Federal (CCJF), nos dias 14 e 15 de junho (sexta e sábado). O conjunto, formado por Alexandre Brasil (contrabaixo), Nayara Tamarozi (violoncelo), Alexandre Fenerich (flauta) e Bernardo Fantini (viola), vem se dedicando a retomar a obra de Pixinguinha, rearranjando-as para uma formação camerística de Flauta, Viola de arco, Violoncelo e Contrabaixo.

O objetivo é realizar uma homenagem ao grande músico negro com releituras de algumas de suas principais composições em arranjos originais de Leonardo Bruno, Zelito Medeiros, Nayara Tamarozi, Alexandre Brasil e Alexandre Fenerich. No repertório, clássicos como Carinhoso, Lamento, Ingênuo, Naquele Tempo, entre outros.

revistaprosaversoearte.com - Acorda! Coletivo de Música realiza concerto 'Pixinguinha de Câmara', no CCJF Rio de Janeiro
Acorda! Coletivo de Música – concerto ‘Pixinguinha de Câmara’

Sobre o ACORDA! COLETIVO DE MÚSICA
O Acorda! surgiu em 2022 com a proposta de ser um coletivo de músicos com formação aberta e trânsito livre entre estilos variados, do erudito contemporâneo ao popular brasileiro, passando pela improvisação livre e pela música expandida. Em sua formação atual conta com Alexandre Brasil (contrabaixo), Nayara Tamarozi (violoncelo), Alexandre Fenerich (flauta) e Bernardo Fantini (viola).
.
SERVIÇO
Acorda! Coletivo de Música em: Pixinguinha de Câmara.
Local: Centro Cultural Justiça Federal – CCJF (Sala de Sessões)
Endereço: Av. Rio Branco, 241 – Cinelândia – Rio de Janeiro/RJ
Dias: 14/6/2024 – Sexta-Feira às 18:00 // e 15/6/2024 – Sábado às 17:00.
Ingressos: R$ 30 inteira // R$ 15 meia
Vendas no local no dia do concerto
Vendas antecipadas pelo Sympla: Dia 14/6 clique aqui / e Dia 15/6clique aqui
Classificação: Livre.
.
> Siga: @acorda_coletivo_musica 
.
.

.

 

.


ACOMPANHE NOSSAS REDES

DESTAQUES

 

ARTIGOS RECENTES