Trilha Transcarioca - foto: Marcio Isensee

A cidade do Rio de Janeiro irá inaugurar oficialmente a ampliação da Trilha Transcarioca, percurso que se tornará o maior do Brasil. Atualmente com 100 km, o percurso totalizará 180 km de extensão, ligado a Barra de Guaratiba (bairro litorâneo da Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro) ao Pão de Açúcar (complexo de morros localizado no bairro carioca Urca) e passará por quatro parques naturais municipais da cidade do Rio de Janeiro, unindo áreas remanescentes de Mata Atlântica.

Dentre os atrativos da Trilha Transcarioca estão:
. Parque Natural Municipal de Grumari
. Parque Estadual da Pedra Branca
. Parque Nacional da Tijuca
. Parque Natural Municipal da Catacumba
. Parque Natural Municipal da Paisagem Carioca
. Monumento Natural Municipal dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca
Área de Preservação Ambiental e Recuperação Urbana Municipal do Alto da Boa Vista

Há mais de cem pontos de acesso à Trilha Transcarioca e percorrer-la é gratuito.

Considerando que um praticante de trekking realiza, em média, de 25 a 30 km, o percurso total (sem dias de descanso) demoraria, aproximadamente, nove dias. No percurso, com relevo predominantemente montanhoso, há trechos íngremes como :

Pico da Pedra Branca (1.024 m)
. Pico da Tijuca (1.021 metros)
. Serra da Carioca (710 metros)
. Pão de Açúcar (396 m)
. Serra dos Pretos-Forros & Covanca

Trilha Transcarioca – foto: Peterson de Almeida

História da Trilha Transcarioca
A ideia da criação da Trilha Transcarioca, entretanto, não é nova e foi idealizada por Pedro da Cunha e Menezes, especialista em Unidades de Conservação Urbanas e autor do livro “Trilhas do Rio“, ha mais de 20 anos quando nas horas livres vislumbrou a possibilidade da criação. Nestas horas livres Menezes começou a explorar em seus trekkings o que ele mesmo batizou de Trilha Transcarioca.

Ao longo do tempo o traçado foi elaborado por um grupo de trabalho formado por gestores das unidades de conservação envolvidas no percurso e por técnicos do ICMBio, INEA e SMAC, membros da Conservação Internacional (CI) e montanhistas voluntários conhecedores do caminhos das unidades abrangidas.

A data da oficialização do percurso e o site oficial, assim como um mini documentário sobre a Trilha Transcarioca, serão lançados no dia 11 de fevereiro (2017) próximos.

Quer sabe mais, acesse: Trilha Transcarioca

Fonte: Blog dEscalada

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Revista Prosa Verso e Arte
Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar

COMENTÁRIOS