John Hurt

O ator John Hurt morreu nesta sexta-feira (27) aos 77 anos de idade, segundo da revista “The Hollywood Reporter”. O britânico foi indicado ao Oscar de melhor atuação em “O homem elefante” (1980) e ficou conhecido recentemente por interpretar o senhor Garrick Olivaras em três filmes da série “Harry Potter”.

Hurt também recebeu outra indicação ao Oscar, como coadjuvante, por sua atuação em “O expresso da meia-noite” (1978). Ao longo de sua carreira de 60 anos, ele viveu papeis marcantes em grandes produções, como “Alien, o oitavo passageiro” (1979), “V de vingança” (2005) e “O espião que sabia demais” (2011). Um de seus trabalhos mais recentes foi em “Jackie” (2016), que conta a vida da ex-primeira dama americana, Jacqueline Kennedy.

Em 2015, Hurt divulgou que havia sido diagnosticado com câncer no pâncreas.
Após ficar conhecido em “O homem que não vendeu sua alma” (1966), o britânico de Chesterfield recebeu sua primeira indicação ao prêmio da Academia ao viver Max, um prisioneiro inglês com vívio em heroína no filme “O expresso da meia-noite”, de Alan Parker. Apenas dois anos depois, ele foi lembrado novamente pela maior premiação do cinema. Dessa vez, no papel principal.

Em “O homem elefante”, de David Lynch, Hurt entregou o trabalho de sua carreira como John Merrick, um homem com diversas deformidades que é usado como atração de um show de horrores na Londres do século 19. Ele é resgatado pelo doutor Frederick Treves, interpretado por Anthony Hopkins, que descobre um homem inteligente e sensível por trás da estranheza do protagonista.

Outro clássico com futuro distópico protagonizado pelo inglês é “1984”, adaptação cinematográfica da obra de George Orwell. Nele, Hurt viveu Winston Smith, o protagonista que se rebela contra um regime autoritário após se apaixonar.

Ironicamente, décadas depois ele assumiria o papel de um déspota fascista em uma nova adaptação. Em “V de vingança”, seu Alto Chanceler Adam Sutler é o antagonista do herói criado nos quadrinhos de Alan Moore.

Nos últimos anos, ele passou por diversos papeis em franquias populares, como “Harry Potter”, nos dois “Hellboy”, e até em “Indiana Jones e o reino da caveira de cristal” (2008). Em 2013, ele ainda assumiu o papel de uma das encarnações do Doutor em uma sequência de episódios especiais de “Doctor Who”.

John Hurt em cena do especial ‘Doctor Who: Day of the doctor’

Além das indicações ao Oscar, Hurt foi lembrado duas vezes pelo Globo de Ouro pelos mesmos papeis (ganhou como coadjuvante pelo filme de 1978), e ganhou quatro troféus Bafta, a maior premiação do cinema britânico (além de ser indicado outras quatro vezes).

O ator também protagonizou uma das cenas mais marcantes do cinema de terror em “Alien, o oitavo passageiro”. O diretor Ridley Scott conta que preferiu não informar ao elenco o que aconteceria com o personagem de Hurt quando o pequeno monstro alienígena saísse de seu peito, e obteve uma reação de horror genuíno dos atores.

Fonte: O Globo

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Revista Prosa Verso e Arte
Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar

COMENTÁRIOS