Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images

O refúgio de Shaharzad Hassan, de 8 anos, está nos desenhos. Pelo menos, é por meio da representação do que viveu que a menina consegue descrever uma das maiores crises de refugiados que o mundo já assistiu. Ela é uma das mais de 40 mil pessoas, entre adultos e crianças, que precisaram deixar suas casas em Aleppo, na Síria, por conta da guerra civil no local e seguiram em busca de segurança e esperança.

Seus desenhos foram registrados pelo fotógrafo Matt Cardy da agência Getty Images, no campo de refugiados em Idomeni, na Grécia, fronteira com Macedônia. O país foi um dos principais destinos dos refugiados sírios durante o ano de 2016.

Com canetinha e papel, Shaharzad conta a história de 18 meses de fuga até a chegada à Europa. São registros de fome, caos, violência e da triste realidade de refugiados que ficaram presos nas fronteiras ou instalados em campos improvisados e precários.

Abaixo a sequencia de desenhos realizados por Shaharzad:

Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan mostra un suo disegno, fotografato nel campo profughi di Idomeni, Grecia, 18 marzo 2016 (Matt Cardy/Getty Images)
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images
Shaharzad Hassan menina Síria de 8 anos, mostra seus desenhos. fotografado no Campo de refugiados Idomeni, na Grécia, em 18 março 2016. foto: Matt Cardy/Getty Images

Fonte: Gatty Images/Ilpost-Itália.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Revista Prosa Verso e Arte

Literatura – Artes e fotografia – Educação – Cultura e sociedade – Saúde e bem-estar


COMENTÁRIOS