© Marcel Gautherot - Lavagem do Bonfim, Salvador, c. 1957

Marcel Gautherot e o seu olhar sobre a cultura e o povo brasileiro
Gautherot viaja pelo Brasil, retrata os tipos humanos com um olhar quase antropológico. Tem interesse especial por locais como a orla do mar e as margens de rios, onde fotografa a atividade da população humilde, o trabalho de lavadeiras, pescadores e barqueiros. Revela a espontaneidade das festas populares e religiosas, como a de Nosso Senhor dos Navegantes e do Senhor do Bonfim.
Marcel Gautherot traça, com suas fotografias, um sensível retrato do povo brasileiro. Realiza um trabalho que ultrapassa a mera documentação fotográfica, conferindo às imagens uma atmosfera que aguça a imaginação do espectador. Deixa, assim, importante registro de manifestações culturais brasileiras.

“A cultura, sob todas as formas de arte, de amor e de pensamento, durante milênios, capacitou o homem a ser menos escravizado.”
– André Malraux (escritor e pensador francês), discurso em Brasília, em 25 de agosto de 1959.

© Marcel Gautherot – Bumba meu boi, Curupuru, Maranhão, c. 1958
© Marcel Gautherot – Iemanjá, Rio de Janeiro
© Marcel Gautherot – Jangadeiros, Aquiraz, Ceará, c. 1949
© Marcel Gautherot – Jangadeiros, Aquiraz, Ceará, c. 1949
© Marcel Gautherot – Festa do Guerreiro, Alagoas, c. 1956
© Marcel Gautherot – Guerreiros – Alagoas, 1943
© Marcel Gautherot – Margem do rio São Francisco, Bahia, 1948
© Marcel Gautherot – Margem do rio São Francisco, Bahia, c. 1960
© Marcel Gautherot – Procissão de Nosso Senhor dos Navegantes, Salvador, c. 1958
© Marcel Gautherot
© Marcel Gautherot – Margem do rio São Francisco, Bahia, 1948
© Marcel Gautherot – Pescadores, ilha Mexiana, Pará, c. 1943
© Marcel Gautherot
© Marcel Gautherot – Jangadas, c. 1951
© Marcel Gautherot – Jangadeiro, Aquiraz, Ceará.
© Marcel Gautherot – Jangadeiros, Aquiraz, Ceara, c. 1950
© Marcel Gautherot – Jangadeiros, Aquiraz, Ceará
© Marcel Gautherot – Tocadores esquentando os tambores de crioula no fogo – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Tocadores do Tambor de Crioula – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Tocando meião e crivador – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Tocando meião e crivador – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Tocando meião e crivador – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Tocadores de tambor de crioula – Cururupu, 1958

 

© Marcel Gautherot – Coureira dançando diante dos tocadores – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Coureiras dançando diante dos tocadores e cantadores – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Tocadores do Tambor de Crioula – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Coureiras dançando diante dos tocadores e cantadores – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Dançando diante dos tocadores – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Homens dando pernada no tambor de crioula – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Tocadora de ferro e de taboca no terreiro de D. Isabel – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Abatazeiro no terreiro de D. Isabel – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – D. Isabel Mineira dançando em seu terreiro – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Moças tocando cabaça no terreiro de D. Isabel – Cururupu, Maranhão, 1958

 

© Marcel Gautherot – Caixeiras do Divino com flores de estrela na cabeça – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Caixeiras do Divino – Cururupu, Maranhão, 1958
© Marcel Gautherot – Festa-do-Bumba-meu-boi,-Cururupu,-Maranhão
© Marcel Gautherot
© Marcel Gautherot – Carnaúba, c.1951 – Ceará.
© Marcel Gautherot – Café, c. 1943, São Paulo
© Marcel Gautherot – Mulher defumando látex, Ilha de Marajó, c. 1967
© Marcel Gautherot
© Marcel Gautherot – Puxada de Xaréu, c. 1940, Bahia
© Marcel Gautherot – Feira de Água de Meninos, c.1950, Salvador – Bahia
© Marcel Gautherot – Porto, Maceió, c. 1948
© Marcel Gautherot – Jangadas, c. 1950 – Ceará.
© Marcel Gautherot
© Marcel Gautherot
© Marcel Gautherot

SOBRE O AUTOR
Gautherot viveu a maior parte de sua vida no Brasil e trabalhou com nomes fundamentais da cultura brasileira, como Rodrigo Melo Franco e Lucio Costa, no Serviço Nacional do Patrimônio (Sphan); Edison Carneiro, na Comissão Nacional de Folclore; Oscar Niemeyer, fotografando os principais projetos do arquiteto, incluindo a construção de Brasília; e Roberto Burle Marx, documentando seus projetos de paisagismo mais importantes.
A obra completa de Marcel Gauther adquirida pelo Instituto Moreira Salles em 1999, compõe-se de cerca de 25 mil imagens, que abrangem muitos temas – o folclore brasileiro, a arquitetura moderna e barroca, a natureza do país e sua paisagem humana –, situando Gautherot entre os nomes fundamentais da fotografia brasileira no século XX.

Marcel Gautherot fotografado em Bom Jesus da Lapa, Bahia, 1946. foto: © Pierre Verger

Mais sobre Marcel Gauther aqui:
Marcel Gautherot: as carrancas do Velho Chico

 

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Revista Prosa Verso e Arte
Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar

COMENTÁRIOS