Giorgio Agamben © Andreas Solaro/AFP

Giorgio Agamben (1942) é um filósofo italiano, autor de obras que percorrem temas que vão da estética à política. Seus trabalhos mais conhecidos incluem sua investigação sobre os conceitos de estado de exceção e homo sacer.

“As medidas excepcionais encontram-se na situação paradoxal de medidas jurídicas que não podem ser compreendidas no plano do direito, e o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal”
– Giorgio Agamben, no livro “Estado de exceção”. [tradução de Iraci D. Poleti]. São Paulo: Boitempo, 2004.

O vídeo é uma matéria sobre o conceito de estado de exceção desenvolvido pelo filósofo italiano Giorgio Agamben. Produzida para a Rede PUC.

Fonte: Filosofia em Vídeo

Artigos e ensaios sobre o tema e o autor na rede:
SOUSA, José Elielton de; OLIVEIRA, Maria do Socorro Catarina de Sousa. Considerações Sobre o Conceito de “Estado de Exceção” em Giorgio Agamben. Revista eletrônica dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS, v. 9, n. 1, 2016. Disponível no link. (acessado em 9.1.2017).
OLIVEIRA, Pedro Rocha de; CHACON, Clarice. Estado de exceção: o que é, e para que serve. in: Blog da Editora Boitempo, 20/12/2013. Disponível no link. (acessado em 9.1.2016).

Algumas obras de Giorgio Agamben publicadas no Brasil:
:: Estado de exceção. Tradução de Iraci D. Poleti. São Paulo: Boitempo, 2004.
:: Homo sacer: o poder soberano e a vida nua I. Tradução de Henrique Burigo. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2007.
:: O que resta de Auschwitz: o arquivo e a testemunha. Tradução de Selvino J. Assmann. São Paulo: Boitempo, 2008.

Mais sobre Giorgio Agamben neste site:
Giorgio Agamben: “Deus não morreu. Ele tornou-se Dinheiro”

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Revista Prosa Verso e Arte
Literatura - Artes e fotografia - Educação - Cultura e sociedade - Saúde e bem-estar

COMENTÁRIOS